20.8 C
Belo Horizonte
qui, 22 fevereiro 24

Chef mineira leva o sabor de Minas Gerais para a RivieraFrancesa

Anna Alves, de Ibirité-MG, introduziu o feijão tropeiro, tradicional prato mineiro, ao cardápio do Único Rodízio Nice

No coração do litoral francês, em Nice, uma chef brasileira está conquistando os paladares dos amantes de gastronomia ao introduzir pratos tipicamente mineiros ao cardápio do resturante onde trabalha. Anna Alves, nascida e criada em Ibirité, Minas Gerais, deu início a este ano surpreendendo os cliente ao incluir o feijão tropeiro ao buffet do estabelecimento.

O prato, incontestavelmente mineiro, passou a fazer parte do menu do Único Rodízio Nice, segundo Anna, não apenas para enriquecer o buffet, mas também para oferecer aos clientes uma experiência gastronômica autêntica e inovadora, já que é difícil encontrar o item nos cardápios europeus.

“Minas Gerais tem uma tradição gastronômica rica e única, e eu queria trazer um pouco desse sabor para a Riviera Francesa. O feijão tropeiro é mais do que uma refeição para mim. Considero comouma expressão de identidade, e estou empolgada em poder compartilhar isso com os apreciadores da boa comida aqui em Nice.”, disse a chef de cozinha.

O feijão tropeiro éuma iguaria feita a partir da mistura de feijão cozido, farinha de mandioca, bacon, linguiça, ovos e temperos. Originário das tradições dos tropeiros que percorriam as estradas de Minas Gerais, esse prato representa não apenas uma refeição, mas também uma parte importante da história e cultura da região.

Aprenda a fazer o delicioso feijão tropeiro:

Ingredientes

200gm de fradinha picadinha

150 g de bacon de peru picadinho

200g Chorizo defumado

250 g de linguiça de peru defumada picadinha

1 xícara (café) de azeite

2 cebolas picadinhas

6 dentes de alho amassados

500 g de feijão cozido e escorrido

1 cubo de caldo de carne

4 ovos fritos inteiros e picadinhos

cheiro-verde a gosto

100g de Couve

10g mostarda

10g de manteiga

1 laranja

300g farinha de mandioca grelhada

Sal e pimenta à gosto

Modo de preparo

Cozinhe e feijão até ele ficar levemente ao dente, escorra-o e reserve. Depois, em uma vasilha, coloque a fraudinha já cortada em pequenos cubose tempere com sal, 1 dente de alho, suco de laranja e mostarda. Reserve o conteúdo após esse processo.

Depois, coloque o azeite em uma panela e frite o chorizo, o bacon e a linguiça separadamente, depois reserve. Aproveitando essa mesma panela, refogue a fraudinha marinada.Depois que ela estiver bem dourada, reserve-a.

Na mesma panela, acrescente a manteiga e refogue a cebola e o alho. Depois acrecente o feijão escorrido e o caldo de carne.Junte novamente o bacon e a linguiça, acrescente a farinha de mandioca e os ovos fritos separadamente.

Por fim, acrescente bastante cheiro-verde e couve picada. Depois disso, é só acertar o sal e a pimenta para servir!

Chef Anna Alves

Natural de Belo Horizonte e criada em Ibirité, Anna Paula Alves, uma mineira cheia de sonhos, alimentava aos 17 anos o desejo de se tornar uma renomada chef de cozinha. Na época, ela não fazia ideia de que, aos 32 anos, estaria fazendo história na França, o berço da gastronomia mundialmente reconhecida.

Sua trajetória profissional teve início aos 17 anos, quando assistiu ao primeiro episódio do programa “top chef”. Foi nesse momento que decidiu transformar ingredientes simples em algo extraordinário, inspirada pela habilidade do chef em cortar e transformar a salsinha em pó. “Fiquei tão impressionada que decidi me dedicar a fazer o mesmo”, compartilhou.

Ao completar 18 anos e concluir o ensino médio, Anna Alves ingressou em um curso profissionalizante de culinária no SENAC, com o objetivo de levantar fundos para a faculdade. Contudo, os planos divinos para sua vida eram grandiosos. Seu talento e paixão pela culinária foram reconhecidos por um “anjo da guarda” que financiou seus estudos na Faculdade Estácio de Sá, a única instituição em Belo Horizonte com um curso de gastronomia academicamente reconhecido na época.

Desde então, Anna trabalhou em prestigiadas casas italianas na cidade, tornando-se chef pela primeira vez aos 19 anos na Domenico Pizzeria, onde permaneceu por dois anos antes de decidir se aventurar na França. “Vim para a França para passar 40 dias, visitar meus primos, conhecer a neve e aproveitar o réveillon europeu. No fim, acabei ficando por aqui para trabalhar”, revelou.

Atualmente, Anna é a chef do “Rodízio Nice” em Nice, onde apresenta suas especialidades nas culinárias italiana e francesa. Recentemente, ela também explorou o universo da culinária brasileira, conquistando o paladar europeu com o sabor caseiro de suas receitas, mostrando o verdadeiro sabor de Minas Gerais.

Posts Relacionados

Apostas Virtuais: um mergulho no universo dos simuladores e jogos online

As apostas virtuais vêm ganhando cada vez mais espaço...

Mitos comuns sobre Cassinos Online desmistificados

Os cassinos online têm crescido em popularidade nos últimos...

Atriz e cordelista Bianca Freire estreia “3 Contos de Amor”

“Um espetáculo que vem sendo construído desde que eu...

Programação cultural enriquece Carnaval da PBH

Após 23 dias de celebração intensa em todos os...

Projeto Jardim Musical recebe a cantora Lívia Itaborahy

“Soy Sosa – um Tributo à Mercedes Sosa” com...

Novidades

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns Ana Alves.
    Maravilha, o Tropeiro é uma delícia em tudo de bom.
    Continue assim, Deus Altíssimo abençoe Você todos os dias o trabalho de suas mãos fazendo delícias da comida mineira, abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui