Thelmo Lins e Letícia Garcia lançam o show Vai levando

0
442

Os cantores Thelmo Lins e Letícia Garcia lançam o show “Vai levando”, gravado em vídeo, homenageando Chico Buarque e Maria Bethânia

 

Serviço:

Lançamento do registro em vídeo do show “Vai levando”, com os cantores Thelmo Lins e Letícia Garcia e os músicos Daniel Rodrigues, Júlia Carvalho e Evaldo Milagres

Gravado ao vivo no Teatro Santo Agostinho BH, no dia 7 de setembro de 2020

 

Data do lançamento: 10 de outubro de 2020, às 19h, no Canal Universitário (canal 12 da NET e no YouTube da emissora)

 

O vídeo é postado no dia 11 de outubro, no canal Thelmo Lins do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCT9JQlUhZOaI6wXTuWyl7tQ?view_as=subscriber

Com mais de 20 anos de história, o Canal Universitário surgiu nas perspectivas e promessas de ser um laboratório experimental vitrine de futuros profissionais a ingressarem no mercado de trabalho. Hoje o Canal Universitário de BH em parceria com as Faculdades Promove está no ar 24h por dia no canal 12 da Net e Redes Sociais. No Youtube é possível acompanhar toda a programação em tempo real. Canal Universitário de BH:

https://www.youtube.com/channel/UC3HNOZ9zOHgTvpy30p6kH4w

Mesmo com nada feito

Com a sala escura

Com nó no peito, a cara dura

Não tem mais jeito, a gente não tem cura

“Vai levando”, trecho

 

Em 1975, Chico Buarque e Maria Bethânia subiam ao palco do lendário Canecão, no Rio de Janeiro, para comemorar 10 anos de carreira. O clima no país era tenso, em plena ditadura militar. O compositor era alvo da censura federal, que embargava suas músicas e muitas delas só eram liberadas com cortes. Mesmo com todos os problemas, o show foi um grande sucesso e seu registro ao vivo é um dos discos mais emblemáticos da MPB.

Quarenta e cinco anos depois, o cantor Thelmo Lins, ouvindo as 18 canções registradas no álbum, notou que ali havia um retrato do Brasil atual, com mazelas idênticas às daquele período, agravadas pela pandemia do Covid-19, o isolamento social e os problemas econômicos e sociais advindos desse momento. Thelmo Lins, então, convidou a cantora Letícia Garcia, o violonista e arranjador Daniel Rodrigues, a pianista Júlia Carvalho e o percussionista Evaldo Milagres para embarcarem com ele na aventura de reinterpretarem as mesmas músicas daquele disco, com versões atualizadas, e um novo roteiro.

O resultado desse novo show foi gravado, em uma única sessão, no dia 7 de setembro de 2020, no Teatro Santo Agostinho BH, sem plateia. Sua estreia acontece no dia 10 de outubro, às 19h, no Canal Universítário/ TV Promove (canal 12 da NET e no YouTube da emissora) e, no dia seguinte, no canal de Thelmo Lins no YouTube.

São 55 minutos, divididos em uma abertura, três atos e um interlúdio. Os cantores fazem solos e duetos, promovendo um emocionante encontro com canções marcantes, de autores como o próprio Chico Buarque (“Olê, olá”, “Sem fantasia”, “Com açúcar, com afeto”, “Tanto mar”, “Gota d´água”, “Noite dos mascarados”, dentre outras), Lupicínio Rodrigues (“Foi assim”), Paulinho da Viola (“Sinal Fechado”), Sueli Costa e Hermínio Bello de Carvalho (“Cobras e Lagartos”) e Herivelto Martins (“Camisola do dia”). Caetano Veloso assina uma parceria com Chico Buarque – a única, aliás, das suas carreiras, que dá nome ao show: “Vai levando”.

A coordenação de filmagem ficou a cargo de Bruno Rezende. Rogério Delayon, por meio do Estúdio Toca de Leão, fez a gravação e mixagem do áudio. A edição de imagens é de Thelmo Lins. O show foi iluminado por Júnior da Mata e teve o técnico Marlon Oliveira à frente da sonorização. O registro fotográfico foi de Wagner Cosse.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here