29.4 C
Belo Horizonte
qua, 28 fevereiro 24

Como fazer a chuca: Guia completo com passo a passo

Pensando em praticar sexo anal e não quer nenhuma surpresinha? Então aprenda a fazer a chuca com nosso guia e aproveite seus momentos íntimos!

Como fazer a chuca de forma segura: guia completo!

A chuca é uma técnica que vem sendo falada cada vez mais, especialmente pela popularização do sexo anal entre casais heteroafetivos e também pela maior aceitação dos casais homoafetivos. 

Mas você sabia que ela não surgiu devido à prática anal?! Pois é! Inicialmente era apenas uma técnica para ajudar pessoas com problemas e dificuldade de evacuação. 

Neste guia vamos te ensinar o que é, como fazer de forma segura e correta e ainda vamos tirar todas as dúvidas principais do assunto, para garantir que você consiga aproveitar muito do prazer anal, sem se machucar ou prejudicar sua saúde. Vamos começar?

O que é a prática da chuca?

Chuca, na verdade, é o termo popular, essa técnica se chama enema e foi inicialmente pensada para quem tem dificuldade em defecar e precisa de uma ajudinha externa. Ela é feita colocando água no anus, para facilitar a passagem e a evacuação das fezes.

Acontece que com o tempo as pessoas começaram a aproveitar a sua utilidade para deixar o salão mais limpinho para o sexo anal e evitar surpresas desagradáveis durante a prática.

Cuidados iniciais

  • Tenha uma dieta rica em fibras e beba água regularmente. Uma alimentação saudável é o mais importante.
  • Antes de iniciar a chuca, vá ao banheiro evacuar! Fazer cocô facilitará a limpeza naturalmente. Não force ao fazer cocô. Tome o seu tempo.
  • Evite limpar excessivamente com papel higiênico. O exagero dessa limpeza provoca irritações no ânus.
  • Desinfete os equipamentos antes e depois do procedimento para evitar qualquer infecção ou contágio.
  • Use lubrificante à base de água no ânus para facilitar o procedimento da chuca.

Como fazer a chuca usando a ducha íntima?

O melhor jeito de como fazer a chuca é com a ducha íntima, pois ela foi criada com o objetivo de higienizar as partes íntimas. Outras práticas podem ser prejudiciais para a sua saúde, mas entraremos nesse ponto depois do passo a passo, combinado?

Cuidado: O chuveirinho não é tão limpo quanto parece, principalmente se você mora com mais gente. Se não for cuidadosamente desinfectado antes do procedimento, ele pode ser um transmissor de IST ‘s (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

Vamos para o tutorial:

1. Use água em temperatura natural

O ponto principal é a água: ela precisa estar em temperatura ambiente e não pode ter concentração de cloro ou outras substâncias químicas! Tome muito cuidado com chuveiros elétricos pois em casos de queda de pressão da água, a temperatura pode elevar rapidamente.

  • Dica: Não abra a torneira até o final! A alta pressão poderá te machucar. Estamos lavando uma parte íntima, e não um carro. 😊 A pressão ideal deve ser parecida com a se um bebedouro.

2. Posicione a ducha e inicie a limpeza

Você pode fazer a chuca em pé, levemente reclinado para frente. Retire a cabeça da ducha e usando apenas a mangueira, encoste no ânus e deixe que a pressão da água faça o trabalho.

Não enfie a mangueira no ânus desnecessariamente. Encoste ou insira o mínimo necessário apenas para que a água consiga fluir para o reto.

3. Escolha a duração da chuca

A chuca poderá ter duas durações diferentes dependendo do seu objetivo:

Chuca rápida

A Chuca rápida limpará somente reto e é recomendado para o sexo anal convencional ou uma rapidinha. A chuca rápida te manterá limpo por aproximadamente 2 a 3 horas.

Método: Conte 5 segundos e retire a ducha. Não ultrapasse os 5 segundos, pois a água irá alcançar partes mais profundas e ficará presa no seu intestino por mais tempo, forçando você a fazer a chuca completa

Chuca completa

A chuca completa limpará regiões mais profundas do intestino e é somente recomendado para sexo anal com rapazes “avantajados” ou objetos muito grandes, fisting, ou sexo com várias horas de duração.

Método: Conte 30 segundos e retire a ducha. Se você sentir incômodos ao longo do processo, pause o procedimento e relaxe. Ao retomar, continue a contagem de segundos de onde você parou.

4. Faça a evacuação da água

Essa é a hora da bagunça, mas é melhor fazer sujeira no chuveiro do que na cama, não é? Posicione-se próximo ao dreno do chuveiro e solte a água. Use a ducha higiênica para direcionar a água suja e partículas de fezes para o ralo.

Algumas posições podem te ajudar a soltar a água com mais facilidade, como:

  • Deitar do seu lado esquerdo
  • Ajoelhado, sentado sobre os pés
  • Posição do caranguejo, com a barriga para cima
  • Movimentar-se ou sacudir-se de um lado para o outro

5. Repita o procedimento

Tendo evacuado a primeira vez, repita o processo umas cinco vezes até que a água que sair não apresente cheiro ou cor.

Se a água já sair limpa após a primeira chuca, sucesso! Agora se após 6 ou 7 vezes, ainda estiver saindo muito sujo, é porque a água ultrapassou o reto para outras regiões do intestino. Lembra da regra dos 5 segundos que eu falei? Você tem duas saídas se isso acontecer:

  • Siga com o procedimento da chuca completa, que que tomará muito mais tempo para concluir;
  • Cancele os planos! Diga ao boy que hoje será apenas oral. A sua saúde íntima deve vir em primeiro lugar.

Se você sentir vontade de fazer cocô entre as repetições, vá até o vaso sanitário e tente evacuar sem forçar. Só tente pôr a chuca de novo quando você conseguir tirar toda a água que havia colocado no começo.

6. Como saber se estou limpo depois da chuca?

Se após o processo, a vontade de fazer o número dois aparecer, significa que você não terminou. Algumas dicas para você se certificar da limpeza são:

  • Verifique o odor da água
  • Procure por mucosas ou resquícios de fezes na água
  • Sensação de intestino vazio

7. Higienize tudo e pronto

Após concluir a limpeza, lave a área externa do ânus com sabonete íntimo e higienize os equipamentos usados. Após trinta minutos há uma hora sem defecar, você está pronto para o sexo anal.

Ah, recomendamos que o sexo seja feito até no máximo 6 horas após a limpeza, depois disso a região provavelmente já recebeu novas fezes.

Fazer a chuca usando um enema

Algumas farmácias vendem bulbos de enema que podem ser usados para a chuca. Eles são mais higiênicos do que a ducha íntima, porém são menos práticos e exigem mais preparo e tempo.

O procedimento é semelhante à chuca com ducha higiênica, com algumas pequenas diferenças.

Use lubrificante para inserir o aplicador

Comece uma estimulação prazerosa na região anal com lubrificante e vá introduzindo o dedo aos poucos na região para facilitar a inserção do aplicador.

Aperte o bulbo com calma para a água entrar sem tanta pressão

Com a ducha já inserida na bunda, aperte o bulbo com calma para não fazer muita pressão e fique segurando por cinco segundos, para só depois resolver retirar. E pera lá que tem um jeito certo de tirar:

Continue apertando o bulbo enquanto retira a ducha

Para retirar, você precisa continuar segurando o bulbo, porque se não a água pode voltar tudo para dentro da ducha. Então, segurando, você retira com calma.

Posso fazer a chuca com outros métodos?

Sim e não. Poder você até pode e eles até funcionam, mas são bastante contra-indicados. Por exemplo, a prática do lenço umedecido ou algodão não é indicada porque, além de ser uma limpeza bem superficial, ainda pode machucar as paredes e a mucosa interna da região.

Além disso, as duchas íntimas não são caras, podem ser encontradas em farmácias ou sex shops por uma média de 10 a 15 reais. O legal também é que algumas lojas online de produtos eróticos, como o da Amor de Luxo, oferecem compra e entrega discreta, o que poupa aquele sufoco e vergonha de comprar coisas para o sexo.

Cuidados e precauções ao fazer a chuca

  • Em primeiro lugar, nunca divida a ducha íntima com ninguém, porque além das ISTs, pode acontecer outras contaminações entre vocês. Então, nada de compartilhar, por favor. 
  • Tenha muito cuidado com quantidade de água e pressão, porque a região interna tem uma flora muito específica e também uma mucosa que merece cuidado e atenção. 
  • Se você perceber que, depois da chuca, alguma coisa não está mais do jeito que era, procure um médico!
  • Nunca utilize produtos duvidosos ou líquidos para outros propósitos. Sempre consulte o seu médico de confiança.
  • E, por favor, para o seu próprio bem-estar, evite ao máximo as outras técnicas de fazer chuca.

Faz mal fazer a chuca?

Mais do que apenas entender como fazer a chuca, você precisa entender um pouco mais sobre a sua necessidade e contradições. 

Primeiramente, se você tem uma alimentação saudável e é hidratado, não precisa de chuca. Porque, quando saudáveis e sem problemas de evacuação, nosso corpo já naturalmente expele todas as fezes quando vamos ao banheiro. 

Além disso, ter a limpeza completa não é exatamente necessária. Pode ser bom para ter certeza de que nada vai sair sem querer, mas com uma limpeza bem feita, de um intestino saudável, os riscos já são baixíssimos.

E claro, se mesmo assim algo sair, leve na esportiva. Dê risada e tome banho junto de sua companhia, e tudo bem. Essas coisas acontecem às vezes, vocês estão praticando sexo anal, então sempre foi uma variável possível.

Com que frequência posso fazer a chuca?

E para finalizar o assunto de como fazer a chuca, vamos à sua frequência. Justamente pensando na saúde de sua mucosa e flora intestinal, é melhor que não seja feito a chuca mais de uma vez por semana. Ou seja, o mínimo de tempo seria 7 dias, mas o período ideal seria por volta de 15 dias.

Ficou alguma dúvida? Comente aqui embaixo que iremos te ajudar assim que possível! Esperamos ter esclarecido as informações necessárias para você curtir seus momentos com segurança. Até a próxima!

CDDC Media Group
CDDC Media Grouphttps://cddc.com.br
Desenvolvedor Web e criador da CDDC Hospedagem e SEO. Gosta de ser propulsor de ações aventureiras e desafiadoras, causando entusiasmo, criatividade, engajamento e curiosidade.

Posts Relacionados

Temporada de pesca na Lagoa Silvana após o período de piracema

Depois da longa espera, chegou um dos momentos mais...

Santa Luzia sedia Fórum de Cidades Digitais e Inteligentes

A implantação das cidades inteligentes na Região Metropolitana de...

Natiruts faz tour de despedida “Leve com Você” em Minas

Basta dar um play em qualquer uma das músicas do Natiruts – ao...

Gustavo Tubarão lança livro em Belo Horizonte

Natural da cidade de Cana Verde, localizada na região...

Akatu se apresenta em BH nesta sexta-feira

O Akatu, grupo mineiro de samba e pagode, formado...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui