21.5 C
Belo Horizonte
seg, 17 junho 24

George Arrunáteghi estreia Cathédrales em Belo Horizonte

Show destaca o variado repertório romântico e sofisticado do cantor George Arrunáteghi

“Les Temps des Cathédrales”, a grandiosa canção do musical Notre-Dame de Paris, é a principal inspiração de George Arrunáteghi para seu novo show, Cathédrales. Incorporada recentemente ao seu repertório, a música que fala de desejos e conquistas, mudanças e definições, reflete o momento de maturidade artística e energia criativa que vive o cantor.

“A identificação com a música foi imediata, logo na primeira vez que a ouvi”, conta George. “Ela se encaixa perfeitamente nas técnicas que uso e também na característica primordial do meu trabalho, o romantismo”, justifica. O cantor é conhecido por sua versatilidade e intensidade com que aborda as variadas formas do encontro amoroso, predicados que estão estampados em seus primeiros álbuns, Let’s Fall in Love e Love Souvenirs e em suas últimas gravações, as releituras de How You Gonna See me Now (Alice Cooper), Never Gonna Let You Go (Sérgio Mendes) e Falando de Amor (Tom Jobim). O show Cathédrales fará sua estreia no dia 12 de agosto, às 21 horas, no Centro Cultural Unimed BH Minas (Rua da Bahia, 2.244 – Lourdes – Belo Horizonte).

Cada apresentação de George é um convite ao romance, ao encantamento, ao prazer, mas também à reflexão, uma vez que cada canção de seu repertório traz em si uma história, um sentimento próprio, que o cantor interpreta com intensidade e clareza. E Les Temps des Cathédrales   ajusta-se bem ao repertório e às características vocais de George, como explica o próprio cantor: “Quando comecei a desenvolver o trabalho com o (preparador vocal) Lucas Neri, percebi que, para além da técnica, do apurado trabalho vocal que essa música exige, ela me dá a possibilidade de me expressar plenamente, como cantor e intérprete, como ser humano, como indivíduo. A técnica, na verdade, é apenas o caminho, o suporte para podemos mostrar nossa individualidade, nossa verdade”.

Além de Les Temps des Cathédrales, George Arrunáteghi vai apresentar no show outras 21 canções. O repertório inclui músicas extraídas de seus álbuns e singles e uma outra também inédita em seu repertório (Dernière Histoire, Première Amour). Cathédrales  começa num tom intimista e vai ganhando forma de grande espetáculo com a entrada das cantoras e instrumentistas que integram a banda de George. Iniciando com Un Vestido Y Un Amor (acompanhado por piano e sax soprano), Je Suis Malade (piano), o roteiro segue com Selfpity (participação da banda e dueto com Mari Morais), Nessun Dorma (banda e coro), Being Cool, Let’s Fall in Love, Porto Solidão, What a difference a Day Makes e Falando de Amor (dueto com Mariah Carneiro), entre outras, finalizando com My First My Last My Everything e We All Fall in Love Sometimes. A produção e os arranjos são assinados por Christiano Caldas e o show contou também com a colaboração do preparador vocal Lucas Neri.

No palco de Cathédrales George Arrunáteghi estará acompanhado por 4 músicos – Bruno Vellozo (baixo), Felipe Continentino (bateria), Christiano Caldas (piano) e Leandro Aguiar (guitarra) – e participações especiais– Mari Morais, Mariah Carneiro, Núbia Mansur e Phennus – para apresentar um repertório que agrega emoção, energia e paixão, em um encadeamento elaborado especialmente para este espetáculo. “As músicas que canto sozinho estão no início do show; a seguir, eu chamo Mari, Mariah e Núbia para cantarem comigo em dueto; e, depois, cantaremos em coro What a Difference a Day Makes.

George Arrunáteghi conta que este ano não haverá o lançamento de um álbum, apenas singles, como Falando de Amor, disponibilizado recentemente nas plataformas musicais. “Este ano ficaremos por conta do show, que é uma recapitulação do trabalho que foi feito até agora. Até porque lançar álbum hoje em dia é um empreendimento caro e que está ficando obsoleto. As pessoas não querem mais um álbum inteiro, elas preferem comprar uma música ou outra. Então eu me sinto muito à vontade em ficar lançando singles”, explica. Entre essas novidades, está o registro de “Les Temps des Cathédrales” (Riccardo Cocciante e Luc Plamondon) e duas canções de sua autoria.

Residindo atualmente em Dallas (Texas, EUA), após um longo período em Los Angeles, George considera que foi um grande acerto a mudança. “Estou adorando. Dallas é uma cidade autêntica, rica, de pessoas educadas. Tem muito ‘forasteiro’ também, aqui a vida é mais sossegada”, diz.

Profissionalmente, George diz que está feliz e confiante no futuro na nova morada. De início, ele foi admitido no Turttle Creek Corale de Dallas, um coral com mais de 25 anos de existência, que chega a contar com 250 vozes e já cantou para a Rainha da Inglaterra. “Fui muito bem recebido pelo maestro, o coral realiza um trabalho muito sério e tem uma ótima relação com a comunidade”, comemora.  Recentemente apresentaram o espetáculo “What Happens in Vegas”, interpretando canções celebrizadas por Elvis Presley, Celine Dion e Frank Sinatra, entre outros.

Um intérprete versátil e sofisticado

Dono de uma voz privilegiada de ‘tenor dramático’, George Arrunáteghi é um cantor de pop jazz “cross cultural”, por conta de sua afinidade com vários idiomas (italiano, francês, espanhol, português e inglês) e de seu trânsito entre gêneros musicais brasileiros, europeus e norte-americanos.

O artista distingue-se pelo repertório seleto e por sua excelência na interpretação, atributos registrados nos álbuns – Let’s Fall in Love (que traz Les Feuilles Mortes, Night and Day e Eu te Amo, entre outras) e Tropical Romance (com Je Suis Malade, Selfpity, Moonglow, Till There Was You, Being Cool (Avião) e We All Fall in Love Sometimes, entre outras) – e single gravados por ele (How You Gonna See me Now”, “Never Gonna Let You Go”, Renascer, Porto Solidão, Ave Maria e Falando de Amor).

Cathédrales, show de George Arrunáteghi, com banda e coro.

12 de agosto, às 21 horas.

Centro Cultural Unimed BH Minas (Rua da Bahia, 2.244 – Lourdes – Belo Horizonte).

Ingressos à venda pelo Eventim: https://www.eventim.com.br/artist/georgearrunateghi/

Apoio: Restaurante Tip Top

Posts Relacionados

“Paco Pigalle: La Fiesta” chega à sua terceira edição em BH

“Paco Pigalle: La Fiesta” ganha sua terceira edição em...

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Começa o Festival do Queijo Artesanal de Minas

Teve início nesta quinta-feira (13/6), a 6ª edição do...

Fernando e Sorocaba levam o Churrasco On Fire para Betim

A dupla Fernando e Sorocaba desembarca na cidade de Betim,...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui