22.4 C
Belo Horizonte
dom, 16 junho 24

Festival Abraça promove ações culturais na Grande BH

Programação acontece nos dias 25, 26 e 30, com feira gastronômica, espetáculos de circo, teatro e música, atividades infantis e oficinas; encerramento, em Belo Horizonte, tem apresentação de Sérgio Pererê com participação de Luedji Luna

Fortalecer laços e manter acesa a memória. Esses são os principais objetivos do Festival Abraça, que acontece pela primeira vez em maio deste ano, em três diferentes cidades mineiras. A programação começa em Brumadinho e Sarzedo, respectivamente nos dias 25 e 26 de maio, sábado e domingo, com diversas atividades culturais gratuitas para toda a família. A lista inclui apresentações de teatro, circo e música, feira gastronômica, oficinas e atividades infantis.

No dia 30, quinta-feira, em Belo Horizonte, o encerramento fica por conta da apresentação musical “Canto Negro Para Milton Nascimento”, do cantor e multiartista Sérgio Pererê, que convida ao palco do Grande Teatro do Sesc Palladium a cantora baiana Luedji Luna e as cantoras e instrumentistas mineiras Nath Rodrigues e Thamiris Cunha.

Realizado em parceria com a AVABRUM (Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos da Tragédia do Rompimento da Barragem Mina Córrego Feijão de Brumadinho), o Festival Abraça integra as ações do projeto Legado de Brumadinho, que desde 2022 se dedica à honra das 272 vítimas da tragédia-crime ocorrida em 2019, na cidade mineira. “O Festival Abraça é uma forma de nos unirmos em respeito à memória daqueles que tiveram seus sonhos interrompidos, muitos deles na área cultural, exercidos nos intervalos de trabalho. Como, por exemplo, nosso amigo Adnilson Barbosa, que amava tocar e cantar”, afirma Nayara Porto, vice-presidente da AVABRUM.

Coordenadora do projeto Legado de Brumadinho, Luciana Veloso defende a importância das ações culturais no âmbito da luta dos familiares por justiça. “A cultura se faz presente na vida de todas as pessoas, apresentando-se em sua dimensão simbólica, estética e política na vida dos indivíduos e comunidades. É através da cultura que a população se expressa, apresenta pontos de vista e constrói estratégias de mobilização social, potencializando a importância da preservação da memória como patrimônio cultural de um povo”, ressalta. “Graças aos esforços de sua comunidade, Brumadinho tem tido grande visibilidade em todo o país, o que mobiliza muitos artistas, produtores e formadores de opinião a se aproximarem da luta pelo não esquecimento”, completa.

 

Moradora de Sarzedo, mãe de uma das vítimas da tragédia-crime e integrante da diretoria da AVABRUM, Maria Regina da Silva defende que iniciativas como o Festival Abraça ajudam a comunidade das cidades afetadas a investirem na construção do futuro, por meio do exercício da cultura e das práticas de coletividade. “O Festival é de grande importância para todos nós familiares de vítimas. Será um encontro leve para promover a aproximação de familiares em dias festivos, com brincadeiras e acolhimento afetivo para que o familiar esqueça um pouco toda a tristeza que vivemos nesses cinco anos”, sublinha.

Neste sentido, a curadora do Festival Abraça, Juliana Sevaybricker, explica que a programação foi pensada como um convite à vivência artística, à socialização e à recriação dos sonhos. “O olhar da curadoria buscou trazer ações de acolhimento às comunidades, que pudessem gerar a sensação de resgate do convívio comunitário, do compartilhamento de experiências leves. A partir da cultura, é possível nos ressignificarmos, nos fortalecermos como indivíduos e como grupo, e assim fortalecer o sentimento de continuidade e resistência”, afirma.

Programação

 

Em Brumadinho, no dia 25 de maio, sábado, entre 14h e 20h, a Praça da Saudade recebe diversas atividades gratuitas de cultura e lazer. A programação inclui os espetáculos “Elefanteatro”, do grupo de teatro de bonecos Pigmaleão; “Circo de Família”, da trupe circense Cia Circunstância; e “Naquele Bairro Encantado – Ensaio Para uma Seresta”, do Grupo Teatro Público. Haverá, ainda, cortejos de congado; feira gastronômica e de produtos da economia solidária; oficina de suculentas, com Projeto Acamares; exposição de estandartes, com a artista plástica Chris Tigra; e atividades infantis. O encerramento fica com o concerto “Música de Cinema”, da Orquestra de Sarzedo, que mistura cinema mudo e música clássica.

No dia 26, domingo, o Festival Abraça chega a Sarzedo com uma programação cultural gratuita que ocupa a Praça do Mirante Santo Antônio das 9h às 15h. Além da feira gastronômica e de produtos locais, haverá atividades infantis, como oficina de bolhas e brincadeiras tradicionais, com o grupo Atrás do Pano, e duas apresentações musicais – da dupla sertaneja Erick e Rafael e da Banda MP4. O festival também contará com a exposição do “Hacklab Volante”, projeto do projeto do designer e artista visual Fred Paulino, que utiliza um micro-ônibus adaptado como galeria de arte e tecnologia, inspirado nos estudos de “gambiologia”, uma abordagem contemporânea de criação das populares gambiarras.

Encerrando o festival, o cantor, compositor, instrumentista e ator mineiro Sérgio Pererê apresenta o espetáculo musical “Canto Negro para Milton Nascimento” no Grande Teatro do Sesc Palladium, em Belo Horizonte, no dia 30 de maio, quinta-feira, às 20h. Focada no repertório de Bituca, a apresentação ressalta a africanidade da obra de um dos maiores cantores e compositores da música popular brasileira, com reinterpretações de clássicos como “Cravo e Canela”, “Canoa, Canoa” e “Cio da Terra”.

Para a apresentação do Festival Abraça, Sérgio Pererê terá como convidadas especiais a cantora baiana Luedji Luna e as cantoras e instrumentistas Nath Rodrigues e Thamiris Cunha. “A apresentação que traz uma série de elementos de reflexão e, ao mesmo tempo, faz a gente pensar na importância de ver Minas Gerais viva, sendo cuidada, através da arte e das políticas, incluindo as de consciência ambiental. É muito importante fazer este espetáculo no Festival Abraça, trazendo a Luedji Luna, que vem da Bahia, para somar com a gente. Será uma apresentação com um caráter de irmandade muito forte”, avalia Pererê.

 

SERVIÇO | FESTIVAL ABRAÇA

Brumadinho

Dia 25 de maio, sábado, das 14h às 20h

> Praça da Saudade

Gratuito e aberto ao público

Sarzedo

Dia 26 de maio, domingo, das 9h às 15h

> Praça do Mirante Santo Antônio

Gratuito e aberto ao público

Belo Horizonte

> Dia 30 de maio, quinta-feira, às 20h

> Grande Teatro do Sesc Palladium

Entrada franca, mediante retirada de ingressos no dia da apresentação, a partir das 12h, pela Sympla ou na bilheteria do Sesc Palladium

Posts Relacionados

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Começa o Festival do Queijo Artesanal de Minas

Teve início nesta quinta-feira (13/6), a 6ª edição do...

Fernando e Sorocaba levam o Churrasco On Fire para Betim

A dupla Fernando e Sorocaba desembarca na cidade de Betim,...

Inverno Mágico de Tiradentes começa em julho

Para quem gosta de passeios voltados ao tema religioso,...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui