20.8 C
Belo Horizonte
qui, 22 fevereiro 24

Baile Miss Beleza Universal com a pernambucana Doralyce

Festa promove a pluralidade musical e comemora os quatro anos da existência do Espaço Yanã, na sexta-feira, 3/11

A Festa Revival destaca novos nomes da música brasileira e marca o aniversário de quatro anos do Espaço Yanã. Entre as atrações da noite, a cantora e compositora pernambucana Doralyce promove o Baile da Miss Beleza Universal, com participação da mineira Mac Júlia, expoente do rap e funk no estado.

A pista também vai ferver ao som da soteropolitana DJ Libre Ana e de DJ Gana. Os ingressos estão disponíveis para venda no site da Sympla, a partir de R$ 30, e o evento acontece no espaço Aquilombar, local inédito no bairro Lagoinha.

A Revival une pluralidade musical e celebra a existência do Yanã, referência para mulheres e pessoas LGBTQIAPN+ da cidade. Para as sócias do Espaço Yanã, Carol Pacheco e Ana Luiza Gonçalves, o evento é um momento único de celebrar conexões a partir da cultura. “Revival é uma homenagem à força, beleza e resistência da cultura produzida pelos artistas independentes. Em um dia, trazemos os novos sons do momento e da cena cultural do país, explorando universos da música brasileira com liberdade e qualidade sonora, celebrando a arte produzida por mulheres e pessoas LGBTQIAP+”, ressalta Carol Pacheco.

Programação

A atração principal da noite é a cantora e compositora Doralyce, que apresenta o Baile da Miss Beleza Universal. Feminista, bissexual e artivista, Doralyce é fruto dos movimentos musicais manguebeat e Olinda Original Style, pensadora da Primavera Solar (Movimento de Emancipação Feminista) e personalidade da MAB – Música Afrofuturista Brasileira. Em 2018, a artista foi convidada para uma residência artística em Northwestern, Chicago (EUA), na qual foi estudada para tese de doutorado e apresentada como expoente do afrofuturismo nas Américas. Em 2021, a cantora criou o selo Colmeia 22, fruto do coletivo com o mesmo nome, e lançou projetos de Bia Ferreira, Bixarte, Luana Flores, Pacha Ana, Júlia Tizumba, entre outras artistas. Doralyce traz em suas canções temas como o afrofuturismo, afeto, mulher, ancestralidade, liberdade dos corpos, autoconhecimento e emancipação.

Segundo a artista, o Baile da Miss Beleza Universal é um espaço seguro e de acolhimento para pessoas LGBTQIAPN+, pretas e mulheres, um lugar para se amar, se querer, que não tolera assédio ou opressão. “O repertório vem com canções do primeiro ao meu último disco Dassalu, com enfoque em músicas como Festa Boa, Saborzinho do Verão, Miss Beleza Universal, alguns covers com interpretações de Rita Lee, Ludmilla e Cassiano. Várias canções para dançar! Um baile transante e dançante pra mexer a mente e o corpo junto, é sobre isso a festa”, revela Doralyce.

A Revival promove o encontro da artista pernambucana com um dos maiores nomes femininos na cena do rap brasileiro, a cantora e compositora Mac Júlia. Cria das batalhas de rima, Mac Júlia é mineira natural de Betim. Em toda a extensão de seu trabalho, a artista mostra intensidade e ressalta a importância do empoderamento feminino. Nos últimos anos, Mac Júlia se dedicou a lançar trabalhos voltados para os ritmos de trap, funk e pop. Ela é autora de hits como “Sofá, Breja e Netflix”, canção com mais de 100 milhões de streams nas plataformas digitais, e “Se Tá Solteira”, parceria com FBC.

E para comandar as pick-ups ao longo da noite, DJs trazem muita personalidade para a pista, unindo ritmos brasileiros aos clássicos da MPB e do POP, tanto nacional como internacional, com muita música para cantar e dançar. A baiana DJ Libre Ana desembarca em BH para agitar o público ao som da Música Popular Rebolativa, e DJ Gana leva para pista toda a potência não-binárie.

Celebração dos 4 anos de Yanã

Inaugurado em junho de 2019, o Yanã foi criado com a proposta de ser um fomentador do feminismo de forma prática: sendo todo conduzido por mulheres. O escopo de apresentações artísticas do local é amplo, o espaço abraça a cena cultural de Belo Horizonte. A casa já recebeu mais de 150 apresentações musicais e de dança, mostras de arte visuais e poesia, lançamentos de livros e feiras culturais.

Localizado em um novo espaço, no bairro Floresta, o Yanã mantém vivo o acolhimento e a visibilidade de corpos e identidades diversas. A equipe é composta por mulheres pretas, lésbicas, pansexuais, travestis, pessoas não-binárias e transmasculinas. O local é hoje uma referência na promoção e valorização de artistas LGBTQIAPN+, sendo um importante ponto de encontro na cidade.

Em junho deste ano, o Yanã completou quatro anos de existência. Para marcar a data e comemorar a existência do espaço trazemos a proposta da segunda edição da Revival, com atrações de Belo Horizonte e de outras cidades. Segundo Ana Luiza Gonçalves, o Yanã busca ser um espaço inclusivo, onde pessoas de todas as identidades podem se expressar livremente. “Essa festa é uma extensão desse compromisso. É uma oportunidade de unir as comunidades e de celebrar a música, a arte e a individualidade de cada pessoa. Espero que todos se divirtam e sejam inspirados por essa experiência”, reforça.

Festa REVIVAL | Yanã 4 anos
Data: Sexta-feira, dia 3 de novembro, a partir das 21h.
Atrações: Doralyce, Mac Júlia, DJs Libre Ana e Gana
Local: Aquilombar (Rua Itapecerica, 865, Lagoinha, Belo Horizonte, MG)
Ingressos: A partir de R$ 30,00 | Vendas: Sympla

Posts Relacionados

Atriz e cordelista Bianca Freire estreia “3 Contos de Amor”

“Um espetáculo que vem sendo construído desde que eu...

Programação cultural enriquece Carnaval da PBH

Após 23 dias de celebração intensa em todos os...

Projeto Jardim Musical recebe a cantora Lívia Itaborahy

“Soy Sosa – um Tributo à Mercedes Sosa” com...

Escola Livre de Artes Arena da Cultura abre inscrições

Dando continuidade no propósito de ensino da arte como...

Literíssima lança antologia feminina, Elas, a saudade, o amanhã

A Editora Literíssima realiza noite de autógrafos e lançamento da nova...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui