25.8 C
Belo Horizonte
dom, 16 junho 24

Casa Calixto chega à cena gastronômica de BH

Novo restaurante, localizado em imóvel tombado na rua Padre Odorico, é um dos poucos na cidade que irá oferecer o equipamento que oferece pratos com toque incomparável da defumação

Um novo restaurante despontará na cena gastronômica de Belo Horizonte a partir de de junho. Especializada em pratos com ingredientes mineiros, feitos com técnicas da chamada fusion cuisine (cozinha de fusão), a Casa Calixto vai ocupar um casarão de 400m², tombado pelo patrimônio histórico, na rua Padre Odorico, 81, São Pedro, região Centro-Sul da capital. O estabelecimento, com capacidade para até 280 clientes sentados, será comandado pelo empresário Reginaldo Calixto. A expectativa é que, com a inauguração, sejam gerados 40 empregos diretos e indiretos.

O executivo revela que a decisão de abrir o espaço se dá não apenas para oferecer aos belo-horizontinos mais uma opção de estabelecimento com atendimento e menu de qualidade, em um ambiente agradável, como também aproveitar o potencial gastronômico da região, que após a retomada da economia no pós-pandemia, vem se tornando um cenário promissor para novos bares, restaurantes e points noturnos na cidade.

Um dos diferenciais da Casa Calixto é a presença do moderno forno a carvão braseiro, uma das tendências da gastronomia contemporânea. O equipamento permite preparar uma variedade de alimentos como carnes, peixes, frutos do mar, legumes, verduras e sobremesas com o sabor incomparável da defumação. “Nosso braseiro será construído em aço inox, com capacidade para múltiplas grelhas e termômetro, de modo que possamos servir os pratos sempre na temperatura ideal”, destaca Reginaldo.

Ainda segundo o empresário, a razão por trazer esse tipo de equipamento para a casa é, justamente, oferecer um atrativo que ainda pode ser considerado incomum nos restaurantes de alta gastronomia de Belo Horizonte. “Em um mercado gastronômico cada vez mais competitivo e exigente, precisamos ter utensílios que viabilizem uma gastronomia especial para os paladares mais exigentes, além de experiências singulares. Temos certeza que o braseiro vai proporcionar alimentos com mais sabor e qualidade. Isso sem falar do processo de preparação, bem mais rápido e eficiente”.

Fusion cuisine

A Casa Calixto vai mergulhar no vasto universo da cozinha de fusão, cuja origem remonta ao final do século XX, em razão da globalização e dos grandes deslocamentos migratórios. O modelo gastronômico consiste em combinar diferentes técnicas, culturas e ingredientes culinários.

Responsável pelo menu, o chef Gustavo Melo, que teve passagens por restaurantes renomados de Belo Horizonte, como Trindade, Villa Roberti, Glouton e Gomez, promete uma miscelânea de sabores. “Haverá pratos, por exemplo, com técnicas indianas, asiáticas, entre outras. Os nossos molhos são feitos seguindo parâmetros da culinária francesa. Temos ainda opções veganas que levam técnica indiana, entre elas o risoto de quinoa com abóbora ao curry e cebola bajhi”, cita acrescentando que o cardápio oferecerá petiscos frios/quentes, pratos executivos, disponíveis no almoço, pratos principais para jantar e sobremesas.

Entre os petiscos frios, destaque para o ceviche de cogumelos Paris frescos laminados, camarão rosa e frutos do mar temperados com limão siciliano, azeite, salsinha e flor de sal; coxinha de leitão com geleia de pimenta biquinho e um delicioso queijo Minas, envolto em massa filo, assado e servido com mel fazem parte das opções de petiscos quentes.

O cardápio de entradas vai desde salada de beterraba a filé mignon serenado. No casting de pratos executivos, por sua vez, o cliente encontrará variedades como filé de tilápia, linguini, ossobuco e massa do dia. Já no time de estrelas do jantar, chama atenção o entrecôte ao bourguignon e molho roti com legumes grelhados e purê de cenoura, posta de bacalhau e barriga de porco prensada com purê de alecrim, repolho roxo, cogumelos shitake e molho roti, além do tornedor de filé mignon em crosta de ervas, purê de batata e legumes da estação.

Drinkeria será destaque

A carta de coquetéis da Casa Calixto contará com os produtos de excelência da Lamas Destilaria, multipremiados internacionalmente. “Teremos desde bebidas clássicas às autorais”, destaca Reginaldo Calixto. Entre as clássicas, Old Fashioned, Penicillin, Clericot e Spritz.

No time de exclusivas da casa, os clientes poderão saborear o Lamas Cocktail, feito com figo fresco, Bourbon, cachaça envelhecida em carvalho, avelã, limão taiti e Bitter Peychaud’s; Afogatto Mineiro, um delicioso picolé artesanal de goiaba com espresso, whisky e licor 43 com amêndoas; e Luís XIV, composto de gin, caramelo salgado, soda artesanal de maracujá, monin de flor de sabugueiro e bitter aromático, entre outras criações. O mixologista da casa é o paulistano Diego Cruz, que durante o processo de preparação da carta fez visitas à Lamas para entender o conceito da família.

Casarão histórico

O novo restaurante contemplará quatro tipos de ambientes principais – amplo espaço externo para mesas nos jardins/afastamentos frontais, salões nos cômodos internos, áreas externas nos pátios localizados na porção interior da edificação, além de setor operacional e serviço. Reginaldo explica que no projeto original, a casa possuía o setor íntimo com seis quartos, o social com três salas, pátios internos, varanda e setor de serviço, com copa, cozinha e área de serviço. “A readequação para a Casa Calixto promoveu a integração entre os cômodos e ambientes da edificação, de modo que os clientes tenham a experiência de vivenciar espaços coletivos e voltados para a sociabilidade, característica muito comum das construções modernistas”. O projeto arquitetônico é assinado por Cláudio e Marina Bahia, arquitetos especialistas em conservação do patrimônio histórico.

Ainda de acordo com Reginaldo, o projeto de restauração e intervenção no imóvel tombado foi concebido com a principal estratégia de valorizar a edificação, que se destaca como um exemplar singular da arquitetura modernista de Belo Horizonte. As intervenções propostas, segundo o empresário, visam não somente proteger e preservar a integridade do local, mas também seus traços e elementos únicos que o elevam ao status de uma construção simbólica na paisagem urbana. “A nossa preocupação foi criar ambientes que permitam a contemplação dos elementos arquitetônicos originais da edificação, como o piso de taco de madeira e as esquadrias em tons claros, que trazem uma atmosfera de lar, de se sentir em casa.”, pontua. Já a paleta de cores escolhida, composta por tons de bege, rosa e cinza, foi pensada para criar um ambiente aconchegante, porém de maneira elegante e contemporânea. “Para complementar, optou-se por integrar elementos naturais, como a palha, madeira e paisagismo”, finaliza Calixto.

Serviço

Casa Calixto

@casacalixtobh

Rua Padre Odorico, 81 – São Pedro

Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 17h às 0h

Sábados e domingos, das 11h30 às 0h

Posts Relacionados

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Começa o Festival do Queijo Artesanal de Minas

Teve início nesta quinta-feira (13/6), a 6ª edição do...

Fernando e Sorocaba levam o Churrasco On Fire para Betim

A dupla Fernando e Sorocaba desembarca na cidade de Betim,...

Inverno Mágico de Tiradentes começa em julho

Para quem gosta de passeios voltados ao tema religioso,...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui