21.4 C
Belo Horizonte
sex, 23 fevereiro 24

Embaixada apresenta logotipo dos 150 anos da imigração italiana

Mineiro Joshua Azze Distel, de Nova Lima, de 17 anos, teve seu trabalho escolhido como o vencedor

A celebração dos 150 anos da Imigração Italiana no Brasil foi marcada por um concurso criativo e educativo. Promovido pela Embaixada da Itália em Brasília, em colaboração com o Consulado Geral da Itália em São Paulo e o Consulado da Itália em Belo Horizonte, o concurso desafiou jovens estudantes a criar um logotipo comemorativo que encapsulasse esse marco histórico.

O concurso contou com a participação das escolas paritárias Eugenio Montale e Dante Alighieri, de São Paulo, e a Fundação Torino, Escola Internacional de Nova Lima, MG. A iniciativa representou uma colaboração enriquecedora entre as instituições educacionais e as representações diplomáticas italianas no Brasil, enfatizando a importância da educação e da cultura na preservação da história ítalo-brasileira.

Os alunos participantes adotaram uma abordagem que refletisse uma compreensão profunda da imigração italiana. Eles realizaram pesquisas teóricas detalhadas sobre a imigração, explorando as condições na Itália e no Brasil na época, bem como o impacto significativo dos imigrantes italianos na sociedade brasileira. “Essa pesquisa informou a criação de logos que não apenas celebravam um evento histórico, mas também contavam uma história rica e multifacetada”, explica Umberto Casarotti, diretor pedagógico italiano da Fundação Torino.

Joshua Azze Distel, aluno de 17 anos do 4º ano da Fundação Torino, foi o vencedor do concurso. Seu logotipo, representando um navio que simboliza a jornada dos imigrantes italianos ao Brasil, integra de maneira inovadora o número “150”. O design utiliza linhas minimalistas, onde o “zero” forma um semicírculo, evocando um horizonte e unindo as cores das bandeiras da Itália e do Brasil, simbolizando a conexão histórica e cultural entre os dois países.

“Participar e vencer o concurso foi uma experiência incrível para mim”, reflete Joshua. “O processo começou com uma análise detalhada do documento do Ministério e das imagens de referência, seguido de uma pesquisa aprofundada sobre a imigração italiana, abrangendo desde vestimentas até a vida cotidiana nos navios. Este estudo me inspirou a criar um design que incorporasse o ‘150’, simbolizando a união das culturas italiana e brasileira. Ganhar o concurso foi especialmente significativo para mim, pois tenho raízes familiares na Itália. Então, saber que as pessoas viram e se identificaram, entenderam o significado e gostaram da estética é muito bacana”.

“Este concurso demonstra a força da colaboração cultural e educacional na celebração de eventos históricos significativos. Através de iniciativas como essa, reforçamos os laços entre Itália e Brasil, promovendo o entendimento mútuo e a apreciação de nossas ricas heranças culturais”, comenta Umberto Casarotti.

 https://www.fundacaotorino.com.br

Posts Relacionados

Apostas Virtuais: um mergulho no universo dos simuladores e jogos online

As apostas virtuais vêm ganhando cada vez mais espaço...

Mitos comuns sobre Cassinos Online desmistificados

Os cassinos online têm crescido em popularidade nos últimos...

Atriz e cordelista Bianca Freire estreia “3 Contos de Amor”

“Um espetáculo que vem sendo construído desde que eu...

Programação cultural enriquece Carnaval da PBH

Após 23 dias de celebração intensa em todos os...

Projeto Jardim Musical recebe a cantora Lívia Itaborahy

“Soy Sosa – um Tributo à Mercedes Sosa” com...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui