22.4 C
Belo Horizonte
dom, 16 junho 24

“Como desencalhar depois dos 30”, espetáculo de Chris Geburah

Com sessão única às 20h30, o espetáculo tem por objetivo trazer a inovação através do humor feminino, cenário ainda pouco explorado no mundo artístico, e valorizar a mulher, retratando a cultura atual da sociedade a partir do viés do “pós-mãe”.

O Teatro Francisco Nunes recebe, dia 14 de junho, o espetáculo de comédia “Como desencalhar depois dos 30”, interpretado pela atriz e autora Chris Geburah. Dirigido por Breno Gagliard, o monólogo retrata a vida cotidiana de uma mãe solteira e um encontro malsucedido realizado em um aplicativo de relacionamento. Este é o ponto de partida para os desabafos da protagonista. Além da desventura mais recente, a personagem reflete sobre as constantes ciladas apresentadas por esse tipo de aplicativo, além de relembrar situações engraçadas e comuns a boa parte das mulheres que são mães e estão em busca de alguns encontros. Com sessão única às 20h30, a peça está com ingressos disponíveis na plataforma Sympla. Os valores dos ingressos são R$ 52,00 (inteira), R$ 30,00 (promocional) e R$ 26,00 (meia-entrada). 0

Por meio de aplicativos de relacionamento, a atriz conta que se divertia ao máximo com muitas situações inusitadas e pessoas curiosas. Tantas foram essas histórias que Chris, a “encalhada de 30”, desenvolveu um texto contando cada uma delas, resultando na criação do roteiro do monólogo “Como desencalhar depois dos 30”. Com muito humor e risadas das suas próprias “tragédias”, a protagonista discursa sobre as falcatruas encontradas nesses aplicativos, as dificuldades de ser “mãe solteira” e a carência afetiva. Em cena, a atriz compartilha com o espectador seus encontros inusitados e dá dicas de como usar o aplicativo para encontrar seu “crush perfeito”.

De acordo com Chris, é preciso ter uma identificação real para a criação de um monólogo. Sendo assim, sua trajetória de vida trouxe experiências que culminaram nesta divertida peça, que também aborda questões complexas como divórcio, filhos, atritos familiares, dificuldade de voltar a trabalhar e ser independente e o desejo de reencontrar um relacionamento. “Depois de um processo difícil e repentino de divórcio, aos 33 anos, com um bebê de apenas um mês nos braços, voltei a morar com a minha mãe e com um desejo de (re) constituir uma relação amorosa estável. Foi aí que me vi ilhada e descobri o universo dos aplicativos de relacionamento, uma ferramenta que até então era desprezada e passou a ser a única forma de conhecer novas pessoas”, conta.

Dessa maneira, em “Como desencalhar depois dos 30”, a solidão é outra temática social abordada de forma humorada, multiplicando ideias de fortalecimento de mulheres que se identificam com a personagem. Apesar do texto ser baseado no universo feminino, atende a diferentes pessoas, tendo excelente adesão do público masculino, que também se identifica com as passagens que tratam dos relacionamentos frustrados da protagonista e passam a refletir sobre seus comportamentos em relação às mulheres.

Propostas do espetáculo

Uma das propostas do espetáculo é alcançar, principalmente, mulheres que passam ou passaram por situação semelhante e, hoje, desesperançosas, desempenham com maestria o papel de mãe, mas se esquecem de olhar para dentro de si mesmas e redescobrir sua feminilidade e sexualidade, trazendo de volta a harmonia entre ser mãe, profissional, filha e mulher.

Outro objetivo da peça é convidar o público a pensar sobre a desobjetificação da mulher, a igualdade comportamental entre homens e mulheres, discutir os padrões da educação sexual feminina, refletir sobre a importância do papel do pai na criação dos filhos e aumentar a autoestima feminina, desvinculando-a da dependência de um parceiro.

O espetáculo incita, ainda, a desmistificação do prazer sexual da mulher enquanto tabu, mostrando a elas que, mesmo (em alguns casos) sozinhas, são capazes de viverem bem e serem felizes.

Histórico do espetáculo

Estreado em 2019 com duas temporadas no Teatro Nossa Senhora das Dores, o espetáculo com temática feminina “Como desencalhar depois dos 30”, de Chris Geburah, busca abrir os horizontes das mulheres convidando-as a refletirem sobre a dependência da figura masculina e fortalecendo, assim, o feminino e suas várias funções enquanto mães, líderes, donas de casa ou esposas.

Em 2020, a peça foi apresentada na 46ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança de Belo Horizonte, com apresentações no SESC Palladium (com sessões esgotadas, inclusive a sessão extra), Partage Shopping Betim, Shopping Estação, Shopping Pátio Savassi e Hotel Dayrell, atingindo mais de mil espectadores no primeiro ano de atuação, quando recebeu a indicação de melhor espetáculo de humor e de melhor atriz de comédia pelo 6º Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas.

O espetáculo “Como desencalhar depois dos 30” já foi assistido por pessoas de diferentes faixas de renda, gêneros e idades. O título, chamativo ao público, é um convite à reflexão de tabus. Afinal, “(…) qual o problema de ser solteira? Nenhum! Isso é coisa que a sociedade coloca na cabeça das mulheres. Mulher solteira não é igual a mulher sozinha. Sou solteira, sozinha? Nunca! (…)”, ressalta a artista.

Sinopse

Para sair da rotina, Chris, a encalhada de 30, resolve se aventurar em um aplicativo de relacionamento. A cena se inicia com um primeiro encontro malsucedido e, a partir de então, a “solteirona” discursa sobre as falcatruas desses aplicativos, as dificuldades de ser mãe e a carência afetiva em que o ser humano é capaz de se encontrar. Nessa divertida comédia, a protagonista compartilha com o espectador seus encontros inusitados e dá dicas de como usar o aplicativo para encontrar seu “crush perfeito”.

Além de convidar a pensar sobre a desobjetificação da mulher, a igualdade comportamental entre homens e mulheres, discutir os padrões da educação sexual feminina, refletir sobre a importância do papel do pai na criação dos filhos e aumentar a autoestima feminina, desvinculando-a da dependência de um parceiro.

Sobre a atriz

Chris Geburah, semifinalista do 3º Prêmio Multishow de humor, ganhadora do prêmio de melhor atriz pelo FETO 2001, melhor atriz coadjuvante pelo Prêmio Copasa/SINPARC 2015 e indicada ao prêmio de melhor atriz pelo SESC SATED 2008 e pelo SIMPARC 2013. Iniciou os estudos teatrais em 1998 no SESC, profissionalizando-se em 2001, e também cursou o CAMA (Teatro Musical), TU (Teatro Universitário UFMG).

Tem curso superior incompleto em Artes Cênicas (UFMG), além de diversos cursos/oficinas livres como “Exílio em Cena”, da Cia. Clowns de Shakespeare; “Mimése Corpórea”, do Lume Teatro; “Os Caminhos do Palhaço”, com Rodrigo Robleño (Cirque Du Soleil); entre outros. Desde então, participou de nove companhias/produtoras de teatro e realizou mais de 30 espetáculos e esquetes, sendo eles adultos, infantis, infanto-juvenis, musicais, de rua e palco. Tem cursos de maquiagem vênica, televisão, cinema, modelo e também tem experiência em contrarregragem, sonoplastia, intervenção, locução, dublagem, TV (comercial, webssérie e curta-metragem), teatro de bonecos e canto.

Cenografia

Um quarto, onde temos um banco sobre um tapete, arara de roupas com adaptação para prateleiras e espelho, caixa com brinquedos infantis, tábua de passar roupa e uma mesa para computador.

SERVIÇO

“Como desencalhar depois dos 30”, espetáculo de comédia de Chris Geburah

Data: 14 de junho (sessão única)

Horário: 20h30

Local: Teatro Francisco Nunes – Av. Afonso Pena, 1321 – Centro, Belo Horizonte

Classificação indicativa: 18 anos

Ingressos: R$ 52,00 (inteira), R$ 30 (promocional) e R$ 26,00 (meia-entrada)

*Mais informações em https://bileto.sympla.com.br/event/94289

Posts Relacionados

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Começa o Festival do Queijo Artesanal de Minas

Teve início nesta quinta-feira (13/6), a 6ª edição do...

Fernando e Sorocaba levam o Churrasco On Fire para Betim

A dupla Fernando e Sorocaba desembarca na cidade de Betim,...

Inverno Mágico de Tiradentes começa em julho

Para quem gosta de passeios voltados ao tema religioso,...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui