29.2 C
Belo Horizonte
sex, 01 março 24

Festival de Verão Salvador tem mudança na grade de programação

Encontro de MC Cabelinho com TZ da Coronel é transferido para sábado, enquanto o show de Teto e Matuê passa para domingo

O Festival de Verão Salvador teve uma pequena modificação na grade de programação. A sensibilidade para perceber se haverá uma conexão profunda entre os artistas é um dos fatores chaves para a construção de um line up criativo, segundo Zé Ricardo, diretor artístico do Festival desde o ano passado.

Poucos dias após anunciar todas as atrações de sua vigésima terceira edição, que acontece nos dias 27 e 28 de janeiro, no Parque de Exposições.

O show em que MC Cabelinho convida TZ da Coronel agora será realizado no sábado, enquanto o encontro de Teto com Matuê passa para domingo. O evento idealizado e organizado pela Bahia Eventos repete o formato de sucesso implementado por Zé Ricardo, diretor artístico desde o ano passado, com a realização de 15 encontros singulares e shows criados especialmente para a ocasião.

A programação foi anunciada no dia 24 de outubro pelas apresentadoras da TV Globo Kenya Sade e Rita Batista em festa no Auditório Ibirapuera, em São Paulo, que contou com pocket shows de Luísa Sonza, Baco Exu do Blues, Daniela Mercury, Teto, MC Cabelinho e Ilê Aiyê, todos nomes confirmados no line up da próxima edição. O Multishow e o Globoplay transmitem o evento, enquanto a TV Globo exibe os melhores momentos. Os ingressos para o maior festival do verão brasileiro, cujo mote desta edição é “Viva de novo esses encontros”, já estão à venda no site da Sympla.

“É um prazer enorme apresentar ao Brasil um festival com tamanha qualidade artística e com encontros desta proporção. É uma oportunidade única para o público viver experiências musicais inéditas. Isso só contribui com o propósito do festival de ser cada vez mais diverso, plural e inovador. Queremos fazer do FV um evento único que surpreenda a cada edição”, celebra Rogério Bruxellas, diretor-presidente da Rede Bahia, o maior grupo de comunicação do Nordeste do país e detentora da Bahia Eventos, que criou e realiza o Festival de Verão desde 1999.

A programação

A sensibilidade para perceber se haverá uma conexão profunda entre os artistas é, segundo Zé Ricardo, um dos fatores chaves para a construção de um line up criativo, um processo no qual o curador acaba servindo mais como um elo.

“Os encontros que funcionam nunca podem ser superficiais. Eles transcendem a afinidade musical e o talento, têm muito mais a ver com a conexão entre as pessoas envolvidas. O meu papel é apresentar, conversar, sugerir e abrir possibilidades, mas principalmente transmitir confiança. A profundidade do encontro dos artistas é fundamental. Aí quando vai para o palco, sempre vira uma coisa mais potente”, afirma o diretor artístico, um dos mais prestigiados do país.

Tal premissa permite que o conceito curatorial do festival traga as mais variadas convergências musicais. Os artistas da Bahia representam novamente a maioria entre as atrações. Os ícones da música baiana Bell Marques e Claudia Leitte irão cantar juntos pela primeira vez, enquanto Ivete Sangalo apresentará um show preparado exclusivamente para o festival e Daniela Mercury recebe as participações de Margareth Menezes e o grupo Ilê Aiyê.

Ainda dentro da seara local, o evento promove a confluência do rap com o pagode baiano, no encontro de Baco Exu do Blues com o grupo Psírico, a união dos tambores hipnóticos de Carlinhos Brown com o som pesado e eletrizante do Baiana System, além de uma apresentação solo do grupo Àttooxxá. No intercâmbio entre a Bahia e outros estados, o cantor Leo Santana recebe a cantora gaúcha Luísa Sonza enquanto o trapper Teto convida ao palco o amigo cearense Matuê.

A nova edição contará ainda com o show do cantor norte-americano CeeLo Green, autor dos sucessos “Crazy” e “Fuck You”, um dos destaques da programação. Depois da parceria bem-sucedida nas músicas “Cachimbo da Paz”, de 1999, e, mais recentemente, “Cachimbo da Paz 2”, o cantor Lulu Santos, um dos maiores hitmakers do Brasil, recebe no festival as batidas e rimas de Gabriel o Pensador.

Ainda no quesito “fábrica de sucessos”, Seu Jorge se reúne com o rapper Mano Brown, Iza divide os microfones com Liniker, o pagode romântico de Thiaguinho dialoga com o samba vibrante de Maria Rita e o pop de Gloria Groove faz uma interseção com a música de Péricles, outro representante do pagode. Por fim, em um encontro de vozes do rap carioca, MC Cabelinho sobe ao palco com a participação do cabofriense TZ da Coronel.

“Estou muito feliz com essa programação, é um line up muito forte. Convidei alguns nomes que participaram da última edição para apresentarem shows completamente diferentes agora. Alguns deles vieram como artista convidado e nesta edição virão com seus próprios shows. É o caso da Gloria Groove, que na última fez foi convidada do show da Ludmilla, e volta nesta edição convidando Péricles. Quase todos os encontros são inéditos e acredito que nenhum deles tenha sido apresentado antes em Salvador”, afirma Zé Ricardo.

Os patrocinadores

O evento cria laços ainda mais fortes a cada edição com as marcas parceiras. Neste ano, a Elo apresenta o Festival de Verão Salvador 2024, assina o Palco Cais e a nova área all inclusive: o FV Lounge VIP by Elo. Além disso, os clientes Elo terão uma série de vantagens exclusivas.

Pelo segundo ano consecutivo, a Devassa e a TIM contribuem para fazer um Festival de Verão ainda mais inesquecível. A Devassa assina o Palco Ponte e a TIM assinará a roda gigante do evento. A Coca-Cola assina o Palco Rua, a Diageo, o Camarote Vip e a Avatim, os banheiros dos camarotes.

O Festival Verão é uma realização da Bahia Eventos, empresa de entretenimento da Rede Bahia, em parceria com a Salvador Produções.

Comprometimento com iniciativas sociais e ambientais

Além da programação diversa, multigeracional e repleta de gêneros musicais diferentes, o Festival de Verão dá continuidade às causas sociais e ambientais que reforçam o compromisso do evento com a comunidade local e o meio ambiente. Idealizado pelo multi-instrumentista, compositor, produtor e performer Marivaldo dos Santos, o projeto Quabales já atendeu mais de 6 mil crianças, jovens, adultos e terceira idade em oficinas culturais, ao longo de mais de dez anos de trajetória, no bairro Nordeste de Amaralina. Diante da sua relevância no cenário soteropolitano, o festival renova por mais um ano a parceria com a iniciativa – cuja banda foi ainda uma das atrações da edição de 2023 – com um programa de investimentos de recursos na ONG.

Nas pautas ESG, o #FV terá – pelo segundo ano consecutivo – iniciativas de gestão de resíduos, através da estação de reciclagem ao vivo e a compostagem dos resíduos orgânicos. Teremos também ações de mitigação e neutralização das emissões de gases de efeito estufa através de ações ambientais compensatórias, garantindo as certificações de evento neutro e resíduo zero.

Na última edição, cerca de 60 catadores de materiais recicláveis deram um verdadeiro show de sustentabilidade e gerenciamento de resíduos em uma tenda instalada no evento. Os trabalhadores fizeram a triagem e prensaram mais de duas toneladas de resíduos sólidos produzidos durante o evento.

Posts Relacionados

Evento inédito que reúne música ao vivo na sala de cinema

Os amantes do choro podem comemorar: no sábado, 02 de...

Nota de esclarecimento – BH Stock Festival (Stock Car em BH)

As empresas Speed Seven e DM Corporate, organizadoras do...

Amepi e Movimento Pró-Vidas conseguem avanços para a duplicação da BR-381

Nesta semana, comitiva de prefeitos da Associação dos Municípios...

Temporada de pesca na Lagoa Silvana após o período de piracema

Depois da longa espera, chegou um dos momentos mais...

Santa Luzia sedia Fórum de Cidades Digitais e Inteligentes

A implantação das cidades inteligentes na Região Metropolitana de...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui