17.5 C
Belo Horizonte
qua, 19 junho 24

O universo das coleções cinematográficas no MIS BH

A nova mostra de longa duração do Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte - MIS BH se dedica a explorar o universo do colecionador, sujeito fundamental para o advento da indústria cinematográfica, para a história e para a memória do cinema.

Uma coleção pode ser constituída por elementos e objetos de naturezas parecidas, mas também pode operar aproximações muito diversas. No entanto, sempre há um desejo em comum: o impulso de organização dos colecionadores. A nova mostra de longa duração do Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte – MIS BH se dedica a explorar o universo do colecionador, sujeito fundamental para o advento da indústria cinematográfica, para a história e para a memória do cinema.

Com realização da Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, sob curadoria do MIS BH, a exposição de longa duração “Cinema: Coleções e Outras Sensações” tem o início de seu período expositivo no dia 8 de dezembro de 2023, de quarta-feira à sábado, das 10h às 18h. Na abertura da exposição, dia 7 de dezembro, às 19h, o Bloco Queimando o Filme fará uma apresentação ao som de famosas trilhas sonoras do cinema, representando o cenário audiovisual de Belo Horizonte.

“Cinema, coleções e outras sensações” convida o visitante a desvendar o universo das coleções cinematográficas por meio do colecionador, das instituições de guarda (museus, arquivos e cinematecas), dos estúdios e dos produtores de cinema. A mostra apresenta ainda o cineasta e colecionador mineiro Armando Sábato, cuja coleção dedicada ao gênero de cinema faroeste integra hoje o acervo do MIS BH. Essa coleção nos permite conhecer a produção cinematográfica mineira que explorou o gênero que se relaciona com itens icônicos de filmes do faroeste. Outros colecionadores cinematográficos também foram convidados a partilhar suas coleções, percorrendo outros gêneros do cinema, tais como terror, cinema de animação entre outros.

Para Eliane Parreiras, Secretária Municipal de Cultura, “celebrar a trajetória do colecionismo na história audiovisual é mais uma forma de valorizar o acervo do MIS BH, que conta com mais de 90 mil itens, preserva a história do cinema nacional e promove constantes debates sobre documentação, patrimônio e difusão desse conjunto de objetos. Esta exposição é uma celebração fascinante da diversidade e do poder transformador do cinema, e cada item exposto nos conecta de maneira íntima à evolução da linguagem cinematográfica e à sua influência em nossa cultura”, destaca.

Luciana Féres, Presidente da Fundação Municipal de Cultura, ressalta a importância da exposição. “As coleções apresentadas no MIS BH revelam a riqueza de histórias e memórias que permeiam cada objeto, destacando o papel vital dos colecionadores na preservação da magia da sétima arte. Ao explorar ‘Cinema: Coleções e outras Sensações, somos convidados a uma viagem única pelos bastidores do cinema, guiados pelas paixões dos colecionadores”, afirma.

 

Uma jornada cinematográfica além-tela

“Cinema: Coleções e Outras Sensações” mergulha no mundo das coleções cinematográficas, destacando a importância dos colecionadores na preservação da memória e história do cinema. A exposição destaca o papel crucial dos estúdios produtores, instituições de guarda e cineastas na construção e preservação dessas coleções, apresentando uma visão abrangente e multifacetada do impacto do cinema na cultura.

A exposição explora ainda a coleção dedicada ao gênero de cinema faroeste do cineasta e colecionador mineiro Armando Sábato. Sua coleção, que faz parte do acervo do MIS BH, é um dos núcleos que integram a exposição “Armando Sábato: O Colecionador Mineiro de Faroeste”, que revela itens icônicos dos filmes do gênero, incluindo as portas de entrada de um saloon do velho oeste norte-americano.

A mostra também reflete sobre o papel do colecionador na preservação do audiovisual, reafirmando como o colecionismo desempenha uma função vital na preservação da história do cinema – muitas vezes sem ter a preservação como objetivo consciente. As coleções se tornam testemunhos do passado, conectando-se ao presente e ao futuro. A diversidade de coleções e objetos colecionáveis também é destaque na mostra, que apresenta uma variedade de artefatos, desde cartazes de cinema até discos, bonequinhos, objetos de cena, documentos de pré e pós-produção, e muito mais. Cada item conta uma história única sobre a produção cinematográfica e sua influência na cultura.

“Cinema: Coleções e Outras Sensações” também explora como diferentes gêneros cinematográficos influenciam o desejo de colecionar e inspiram a produção de itens colecionáveis. A “Trilogia do Caos”, do cineasta mexicano Alejandro González Iñarritu, baseada no Expressionismo Alemão e na Teoria do Caos, é apresentada como um exemplo de produção cinematográfica que gerou objetos colecionáveis.

A exposição também aborda a importância da acessibilidade no audiovisual, destacando práticas como audiodescrição, libras, objetos de cinema táteis, entre outros, para garantir que a cultura cinematográfica seja acessível a todos. “Cinema: Coleções e Outras Sensações” explora a coleção a partir do cinema como um prazer, mas também como uma ação fundamental que contribui para a atuação dos museus e centros de memória na pesquisa e salvaguarda da história do cinema.

Museu da Imagem e do Som – MIS BH

O Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte – MIS BH – tem a missão primordial de garantir o acesso aos acervos audiovisuais representativos da produção local, trabalhando na perspectiva de sua preservação, englobando a catalogação, tratamento, guarda, pesquisa e divulgação. A instituição conjuga suas atividades de conservação com projetos destinados ao acesso e difusão do acervo, como ações de educação patrimonial, pesquisas agendadas, mostras de filmes, exposições e oficinas de preservação fílmica. Além disso, o MIS BH concilia o trabalho direcionado para a memória audiovisual da cidade com um olhar voltado para o presente, desenvolvendo iniciativas de apoio às novas produções e de formação na área.

O MIS BH mantém mais de 90 mil itens em reservas climatizadas com monitoramento 24 horas. Possui equipe multidisciplinar formada por técnicos em artes visuais, conservação, sociologia e cinema, que fazem o tratamento de registros nas mais diferentes tipologias: cartazes, documentos, fotografias, filmes, gravações sonoras e objetos tridimensionais. A atuação do Museu da Imagem e do Som estende-se a outras etapas da cadeia do audiovisual, tais como o apoio a novas produções, exibição e formação. O MIS BH contribui para o aperfeiçoamento de profissionais ligados ao tratamento de acervos audiovisuais, oferecendo oficinas de preservação de filmes. Visando a formação de público, oferece sessões comentadas de cinema, exibições ao ar livre, palestras e seminários. Essas iniciativas atendem às mais diferentes faixas etárias, do público infantil à terceira idade. Realizou, nos últimos anos, as mostras de longa duração “Cinejornais em Belo Horizonte” (2021/2022) e “TV Itacolomi – A Pioneira de Minas” (2018/2019), que também itinerou por dezessete centros culturais da cidade.

SERVIÇO | EXPOSIÇÃO “CINEMA: COLEÇÕES E OUTRAS SENSAÇÕES”

 

Local: Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte – MIS BH (Av. Álvares Cabral, 560 – Lourdes, Belo Horizonte)

Abertura: 07/12, às 19h | Apresentação do Bloco “Queimando o Filme”

Período expositivo: 08/12/23 até 08/12/25

Horário de visitação: de quarta-feira à sábado, das 10h às 18h

 

Entrada gratuita sem retirada de ingresso

Posts Relacionados

Quanto cada partido receberá do Fundo Eleitoral de campanha

Por Gustavo Rianni O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta...

Betim abrirá nova unidade da Mundo Animal Lanchonete Temática

Uma nova unidade da franquia Mundo Animal Lanchonete Temática...

“Paco Pigalle: La Fiesta” chega à sua terceira edição em BH

“Paco Pigalle: La Fiesta” ganha sua terceira edição em...

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui