21.4 C
Belo Horizonte
qui, 22 fevereiro 24

Além do vinho quente: como harmonizar vinhos com delícias juninas

Confira dicas para harmonizar canjica, pamonha e até pastel

Com as baixas temperaturas em algumas regiões do Brasil, o vinho quente e o quentão são as bebidas mais famosas da festa junina. Contudo, para uma celebração junina mais requintada, é possível harmonizar pratos comidinhas típicas com vinho tradicional.

De acordo com Karene Vilela, CEO da Portus Cale, importadora de vinhos com mais de 30 anos no mercado, é possível sair do óbvio e fazer combinações deliciosas.

Segue algumas dicas para harmonizar pratos  típicos:

Canjica Doce

O inverno com as festas juninas e julinas, também é o tempo da canjica de milho. Essa iguaria costuma ser consumida no Brasil todo, levando nomes diferentes em cada região. Para acompanhar o doce, que costuma vir carregado de leite condensado, a sugestão é apostar em um vinho fortificado. Com alto teor alcoólico e alto residual de açúcar, esse tipo de vinho possui o corpo e a acidez ideal para degustar com as sobremesas.

Indicação de vinho: Moscatel de Setúbal 5 anos. Este vinho possui aroma intenso e apresenta notas florais de flor de laranjeira e rosas, passas, amêndoas e mel.

Espetos de carne – Bacalhôa terra boa

Os espetos de carne também costumam ser comuns nas festas juninas do Sul e Sudeste. Para harmonizar carne, a dica é apostar em um vinho tinto “gastronômico”, que é chamado assim por determinadas características que fazem com que ele seja mais completo em harmonização do que sozinho. Nesse caso, um tinto gastronômico geralmente tem bom potencial de taninos e boa acidez. Também tem pouco a médio corpo.

Indicação de vinho: Terra Boa Bacalhôa, feito com as uvas Aragonez, Tinta Roriz, Touriga Nacional.

Pamonha –  Carrau chardonnay

Famosa em todo Brasil, esse quitute de origem índigena à base de milho também pode ser degustado com um bom vinho. Para esse casamento totalmente inusitado, a sugestão é uma uva branca coringa como a Chardonnay, de preferência envelhecida em carvalho para trazer mais intensidade.

Sugestão de vinho: O Juan Carrau Chardonnay 2019 traz aromas frutados com notas de melão e abacaxi, e ligeiras reminiscências de frutas cítricas.

Pastel – Casal Mendes Tinto

Por fim, o famoso pastelzinho não fica de fora. Para harmonizar com fritura, o mais indicado são vinhos ácidos, que por sua acidez e adstringência, removem a gordura do paladar. No caso de pastéis recheados, a sugestão é apostar em um vinho tinto de corpo médio.

Indicação de vinho: o Casal Mendes Tinto, feito com as uvas Tinta Roriz, Touriga Nacional, equilibra bem a acidez com a paleta gustativa frutada, sendo uma ótima opção.

Posts Relacionados

Apostas Virtuais: um mergulho no universo dos simuladores e jogos online

As apostas virtuais vêm ganhando cada vez mais espaço...

Mitos comuns sobre Cassinos Online desmistificados

Os cassinos online têm crescido em popularidade nos últimos...

Atriz e cordelista Bianca Freire estreia “3 Contos de Amor”

“Um espetáculo que vem sendo construído desde que eu...

Programação cultural enriquece Carnaval da PBH

Após 23 dias de celebração intensa em todos os...

Projeto Jardim Musical recebe a cantora Lívia Itaborahy

“Soy Sosa – um Tributo à Mercedes Sosa” com...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui