25.8 C
Belo Horizonte
ter, 18 junho 24

Leo Paixão e o curso para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Curso assinado pelo chef Léo Paixão tem duração de 1 ano e é uma oportunidade de qualificação profissional

Com intuito de formar novos cozinheiros e embaixadores da gastronomia de Minas, o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias – INHAC, escola de padrão internacional assinada pelo renomado chef mineiro Léo Paixão, abre processo seletivo para o Curso Técnico em Gastronomia. A oportunidade de qualificação profissional é destinada a jovens em situação de vulnerabilidade social em Belo Horizonte. Serão oferecidas 80 vagas gratuitas e as inscrições estão abertas até 15 de janeiro de 2024.

“Nosso foco é fomentar a inserção produtiva desses jovens no mercado. Vamos formar profissionais com excelência técnica para fortalecer toda a cadeia da gastronomia em Minas”, destacou o chef Léo Paixão, que está à frente do Glouton, dentre outros restaurantes. Além de transmitir toda sua experiência de mercado, o chef mineiro vai acompanhar de perto toda a metodologia e programa de ensino.

Reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação, o curso tem carga horária de 960 horas e será ministrado ao longo de 2024. O projeto didático inclui desde prática e técnicas de gastronomia internacional, passando pela história dos queijos e produtos de excelência de Minas, antropologia da alimentação, gestão de negócios, dentre outros temas.

Para se inscrever é preciso preencher o formulário disponível no Instagram @inhacbrasil e enviar um vídeo de 30 segundos se apresentando e falando o porquê gostaria de fazer o curso. O vídeo deve ser enviado para o WhatsApp (31) 98371-6452. Os requisitos para participar do processo seletivo são: idade a partir de 17 anos; jovens em situação de vulnerabilidade social; estar regularmente matriculado em instituição de ensino pública ou ter concluído o Ensino Médio em instituição de ensino pública, e ainda 5% das vagas serão destinadas a Pessoas com Deficiência – PCD. Além do curso gratuito, os alunos recebem ajuda de custo de meio salário mínimo por mês, vale-transporte, uniforme completo, material escolar e material didático, kit completo de higiene pessoal e lanche diário.

Referência em gastronomia e cultura

 

Integrado ao Centro de Referência do Queijo Artesanal – CRQA, o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias – INHAC é uma escola de gastronomia de padrão internacional que conta com duas cozinhas-laboratório didáticas, equipamentos e utensílios padrão de mercado, biblioteca de gastronomia, salas de aula completas, mezanino gourmet e área de convivência.

“A cultura é um grande produto e também ferramenta de promoção de Minas. E nosso objetivo, ao unir o binômio cultura e educação, é transformar a vida e o futuro dos nossos jovens formando grandes cozinheiros. Nossa metodologia é inovadora, pois trazemos as técnicas clássicas, como das escolas francesas e italianas, para a culinária mineira, promovendo ainda mais a excelência no desenvolvimento da nossa cozinha”, explica Sarah Rocha diretora Executiva e fundadora do CRQA e do INHAC.

O CRQA e INHAC contam com patrocínio da Gerdau, Aperam, Cedro Mineração, Claro, Cemig, Ventana Serra, EPO, Macom, Copasa, Gasmig, CBMM, Espaço 356, Suggar Eletrodomésticos, Delly’s Food Service, JAM Engenharia de Ar Condicionado, Cook Cozinhas & Ambientes, Infinito Vidros, Templuz, Cebrace, SDS Siderúrgica, Divinal Vidros. A realização é do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Serviço:

Processo Seletivo Curso Técnico em Gastronomia – INHAC

Inscrições: de 15 de novembro e 15 de janeiro de 2024

 

Critérios para seleção dos alunos do INHAC:

1.Idade a partir de 17 anos;

  1. Jovens em situação de vulnerabilidade social;
  2. Estar regularmente matriculado em instituição de ensino pública ou ter concluído o Ensino Médio em instituição de ensino pública;

(5% das vagas serão destinadas a Pessoas com Deficiência – PCD).

– Critérios prioritários para seleção de alunos:

  1. Renda máxima familiar de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 660);
  2. Ter renda mensal familiar total de até três salários mínimos;
  3. Residir em Casas de Acolhimento Social;
  4. Recorte prioritário para meninas e jovens LGBTQIAP+ e minorias étnicas sociovulneráveis (quilombolas, indígenas, de comunidades periféricas);
  5. Jovens a partir de 17 anos, filhos de pais em situação de rua;
  6. Jovens privados de convívio familiar;

– Perfil para as vagas excedentes do INHAC:

  1. Jovens acima de 18 oriundos de casas de acolhimento social;
  2. Jovens com 17 anos, em cumprimento de medidas socioeducativas;
  3. Mulheres vítimas de violência doméstica em situação socioeconômica frágil;
  4. Jovens e mulheres a partir de 17 anos refugiados.

 

Como se inscrever:

Preencher o formulário disponível no Instagram @inhacbrasil.

Enviar um vídeo de 30 segundos se apresentando e explicando o porquê do interesse pelo curso para o WhatsApp (31) 98371-6452.

 

Posts Relacionados

Betim abrirá nova unidade da Mundo Animal Lanchonete Temática

Uma nova unidade da franquia Mundo Animal Lanchonete Temática...

“Paco Pigalle: La Fiesta” chega à sua terceira edição em BH

“Paco Pigalle: La Fiesta” ganha sua terceira edição em...

Projeto social impulsiona futebol feminino e transforma vidas

Um projeto em Minas Gerais vem se destacando por...

João Ventura em Belo Horizonte no Clube de Jazs

O pianista, cantor e compositor João Ventura se apresentará...

Começa o Festival do Queijo Artesanal de Minas

Teve início nesta quinta-feira (13/6), a 6ª edição do...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui