20.2 C
Belo Horizonte
sáb, 13 julho 24

Festival de Inverno de Diamantina une cultura e história

Localizada no coração do Vale do Jequitinhonha, no estado de Minas Gerais, Diamantina é um tesouro histórico do Brasil. Emoldurada pela imponente Serra do Espinhaço, esta cidade encanta visitantes com sua arquitetura colonial, igrejas e paisagens naturais de tirar o fôlego, ideal para servir de cenário para a famosa Caminhada Seresteira.

O Centro Histórico de Diamantina, com a majestosa Catedral Metropolitana como ponto focal, é o cenário perfeito para uma jornada no tempo. Entre suas principais igrejas, destacam-se Nossa Senhora do Carmo, São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, cada uma uma obra-prima de arte sacra.

E, entre 12 de julho a 10 de agosto, a cidade ganha ainda mais vida com o Festival de Inverno de Diamantina, promovido pela Pulsar Brasil,  Prefeitura de Diamantina por meio da Lei de Incentivo à Cultura e patrocínios da Tambasa Atacadista e Cateno, com a parceria SEBRAE, Conselho de Cultura e Patrimônio e Comtur. Este evento cultural oferece uma experiência única, combinando música de qualidade, arte e gastronomia local, potencializando o que Diamantina tem de melhor sua vocação musical.

Mas, além das apresentações da Orquestra Sinfônica de Diamantina, Concerto Mirim e da famosa Vesperata, o festival contará com  oficinas, saraus,  artesanato, feira do mercado, workshops e diversão para toda a família, com atividades para todas as idades. Artistas de rua e teatro de rua irão animar as ruas da cidade, e o Teatro Santa Isabel será palco de espetáculos inesquecíveis. Já entre os grandes nomes da música nacional que irão se apresentar no evento, destaque para Zeca Baleiro, João Ramalho, Rodrigo e Marilton Borges tocando o melhor do Clube da Esquina, Adriana Araújo, Mambo Jazz e Piano Rock.

O  festival também é  a oportunidade ideal para saborear fondue e pratos criados especialmente para a ocasião em um clima aconchegante. Já no dia 12 de julho, primeiro dia do evento, acontecerá a abertura oficial do Festival Gastronômico com a participação dos melhores bares e restaurantes da cidade. E, todas as noites, saideira no bar oficial do festival.

Aos mais aventureiros, a dica é explorar trilhas e se refrescar em cachoeiras cristalinas ou até mesmo fazer um passeio panorâmico de balão além de curtir mais uma etapa da ultramaratona de bike do Sertão Diamante.

Para os amantes de vinho, uma curiosidade: Diamantina abriga sete vinícolas onde é possível desfrutar de um brunch ou almoço harmonizado com  vinhos. A cidade também possui cinco cervejarias artesanais, oferecendo diversas opções para quem curte uma boa cerveja.

E para encerrar o Festival de Inverno de Diamantina, nos dias 9 e 10 de agosto, o Festival Artesanal de Diamantina: Cervejas, Queijos & Vinhos apresenta ao público local e regional, turistas e apreciadores, os principais produtos artesanais da região. O festival destaca a cerveja, com diversas marcas oferecendo uma grande variedade de rótulos; o queijo, com Diamantina recentemente reconhecida como a 9ª região produtora de Queijo Minas Artesanal do Estado; e o vinho, cuja produção foi retomada nas terras altas do Espinhaço. O evento inclui degustações, comercialização de produtos e shows musicais, proporcionando uma experiência rica e saborosa para todos os participantes.

Abaixo a programação completa do festival:

Dia 12/07

Abertura do festival no bares e restaurantes da cidade

Dia 19/07

* Caminhada Seresteira

* Concerto da Banda Mirim

* ⁠Sertão Diamante

Dia 20/07

* Sertão Diamante

* Orquestra Sinfônica de Diamantina

Dia 26/07

* Caminhada Seresteira

* Zeca Baleiro

* Mambo Jazz

Dia 27/07

* Vesperata

* Rodrigo e Marilton Borges tocam Clube da esquina

* ⁠João Ramalho ( filho do Zeca Ramalho e Amelinha )

Dia 02/08

* Caminhada Seresteira

* Piano Rock

* ⁠Vozes do Tijuco

Dia 03/08

* Vesperata

* Adriana Araújo

Dia 09 e 10/08

* Festival Artesanal de Diamantina: Cervejas, Queijos & Vinhos

Serviço:

Data: 12/07 a  10/08/24

Local: Centro Histórico de Diamantina – MG

Informações: @festivaldeinverno.diamantina

Evento aberto ao público.

Posts Relacionados

Planejamento patrimonial ou sucessório? Na verdade, os dois!

Preocupar-se com o presente, o agora, é algo inerente...

Viagens e pacientes em quimioterapia: combinação pode ser perigosa para a saúde

A temporada de férias está oficialmente aberta. Com a...

Hábitos saudáveis podem favorecer tratamento contra o câncer

 Cuidados com corpo, mente e alimentação durante período de...

Governo de Minas apresenta inovações tecnológicas para gestão de saúde

As inovações tecnológicas permitem ampliar a oferta de serviços,...

Novidades

1 COMENTÁRIO

  1. A Lei Paulo Gustavo de Diamantina distribuiu R$440 mil de recursos federais. Vários proponentes registraram denúncias ao comprovarem irregularidades e pediram investigação sobre os fatos, mas a prefeitura até o momento ainda não tomou nenhuma atitude, apesar de ter sido comunicado pelo TCU. As irregularidades envolvem 50 propostas pois a comissão de seleção foi composta por pessoas não nomeadas, pessoas nomeadas após a seleção incluindo o próprio atual secretario de cultura e por pessoas que se inscreveram e foram classificadas, tendo recebido recursos que pelo TCU devem ser devolvidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui