29.5 C
Belo Horizonte
qui, 29 fevereiro 24

Clube de Assinatura pretende democratizar mercado de viagens

São iniciativas como essa que fomentam o segmento de turismo no Brasil

*por Marcio Rogério Monti, diretor de Revenue da RDC Viagens

Já faz alguns anos que o modelo de assinaturas tem se popularizado no Brasil e no mundo. Muito por conta da comodidade de as pessoas poderem contar com produtos e serviços, efetuando pagamentos mensais fixos. Desde streaming de filmes e séries até carros em assinatura anual, passando por viagens. No geral, embora a categoria de produto de assinatura mais popular para os consumidores seja entretenimento, com 75% dos compradores assinando serviços de streaming como Netflix e Amazon Prime, apenas 29% planejam aumentar seus níveis de assinatura para este segmento, em comparação com 47% que estariam dispostos a procurar assinaturas de viagens.

O modelo de assinatura tem como objetivo facilitar a vida das pessoas e, ao mesmo tempo, oferecer para as empresas a possibilidade de ter uma recorrência de faturamento. No caso específico das viagens, existe o detalhe do planejamento necessário para uma família ou grupo de amigos que quer curtir um novo destino. Volta e meia me deparo com pessoas que se privam de conhecer ou revisitar lugares, culturas e pessoas pela correria da rotina, por não se planejarem ou pelos processos confusos de reservas e comparação de preços, entre tantos outros motivos.

Fico pensando que, se as pessoas fossem mais estimuladas a encarar viagens com amigos e família como uma estratégia para viver melhor, não só elas seriam beneficiadas como também toda cadeia de turismo, acredito que até com menos impactos financeiros nos períodos de sazonalidade. Nesse mundo ideal, a previsão de que as atividades turísticas movimentem US$ 9,5 trilhões na economia mundial 2023, de acordo com dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) divulgados pelo site do Ministério do Turismo, poderia ser ainda maior.

Como eu acredito fortemente que conhecer novos destinos, culturas, encontrar pessoas com diferentes histórias é tão importante quanto a vida cotidiana que todos precisam levar, lamento quando vejo que alguém é privado de curtir férias adequadamente, em um ambiente de lazer, diversão e bem-estar. Assim, penso que devemos continuar trabalhando constantemente em prol dessa conscientização sobre os benefícios das viagens, sejam nacionais ou internacionais, que podem abrir novos horizontes na vida das pessoas.

Uma das possibilidades desse movimento de conscientização pode ser o estímulo à adesão de viagens por assinatura. É um serviço em que o assinante se compromete a pagar um valor mensal a uma empresa especializada que lhe permita reverter os créditos acumulados, no momento desejado, em hospedagens, passagens aéreas, aluguel de carro, transfer, cruzeiros, passeios turísticos ou ingressos para shows e eventos.

Entre os diversos segmentos que oferecem o modelo de assinatura, o de viagens é o que tem maior probabilidade de ver o crescimento de clientes em um futuro próximo. De acordo com um estudo da eDreams ODIGEO e OnePoll, que entrevistou mais de 10 mil compradores em oito mercados na América do Norte e na Europa, 90% dos atuais assinantes de viagens dizem que manteriam ou aumentariam os gastos com esses serviços nos próximos 12 meses. Dos assinantes existentes, 47% dizem que aumentariam os gastos com assinaturas de viagens, apesar dos desafios econômicos atuais, enquanto apenas 9% dizem que podem considerar diminuir seus gastos.

Entre as vantagens que a assinatura de viagens pode trazer para o segmento está o aumento da receita do turismo, principalmente na baixa temporada. O modelo pode incentivar as pessoas a viajar para um determinado destino com mais frequência, e não somente na alta temporada, o que pode levar ao aumento da receita do turismo, principalmente provendo ganhos lineares durante todo o ano. Essa receita pode apoiar empresas locais, criar empregos e gerar receita tributária para o governo local.

FOMENTANDO O TURISMO NACIONAL

São iniciativas como essa que fomentam o segmento de turismo no Brasil, enquanto garantem que as pessoas usufruam das férias com qualidade. Trata-se de um serviço que vem ganhando espaço no mercado principalmente por conta da nova geração de consumidores, um grupo cada vez mais interessado em garantir a própria qualidade de vida, a própria saúde e o próprio bem-estar. A assinatura consegue atingir os mais diversos públicos, desde quem quer se hospedar em uma pequena pousada familiar, até aquela família que prefere ficar em um resort all inclusive.

Para as pessoas, ter a possibilidade de realizar uma viagem significa curtir um momento de recarregar energia. Para o turismo de um país, esse período de descanso dos viajantes tende a significar o fortalecimento da economia. Acredito muito seriamente que a democratização das viagens, em suas mais diversas formas e destinos, pode trazer benefícios para todos os stakeholders envolvidos. Cada vez mais as pessoas estão se conscientizando que podem realizar viagens com propósitos diversos. Seja para descansar, curtir um novo destino ou mesmo trabalhar um tempo em um lugar diferente, existem muitas possibilidades. Quando essas ideias forem verdadeiramente levadas a sério, as pessoas não vão apenas planejar uma viagem, mas sim viajar mais. E todo mundo ganhará!

Posts Relacionados

Temporada de pesca na Lagoa Silvana após o período de piracema

Depois da longa espera, chegou um dos momentos mais...

Santa Luzia sedia Fórum de Cidades Digitais e Inteligentes

A implantação das cidades inteligentes na Região Metropolitana de...

Natiruts faz tour de despedida “Leve com Você” em Minas

Basta dar um play em qualquer uma das músicas do Natiruts – ao...

Gustavo Tubarão lança livro em Belo Horizonte

Natural da cidade de Cana Verde, localizada na região...

Akatu se apresenta em BH nesta sexta-feira

O Akatu, grupo mineiro de samba e pagode, formado...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui