Ronaldo Fraga no Tudo é Jazz em Ouro Preto

0
29

Oficina  e plaestra integram a programação do Tudo é Jazz, um dos melhores festivais do gênero do mundo, que em 2022 completa 20 anos e expande suas atividades para cidades do interior mineiro

O estilista Ronaldo Fraga é uma das atrações do Festival Internacional de Jazz de Ouro Preto – Tudo é Jazz. A programação inusitada faz parte da 20ª edição do evento que, para comemorar a data, expandiu suas atividades para outras cidades, levando oficinas formativas, rodas de conversa, palestras, além de shows, neste mês de junho e julho, para outros municípios e distritos mineiros, incluindo: São Gonçalo do Bação (distrito de Itabirito), Miguel Burnier (distrito de Ouro Preto), Ouro Branco, Moeda, Catas Altas, Congonhas, Belo Horizonte e Ouro Preto.

A participação do estilista, reconhecido por unir moda à responsabilidade social, se dá por meio de oficina para a criação de ecobags e produtos culturais, usando a música como estímulo para a produção do vestir e do artesanato, e de palestra sobre pessoas que fizeram música e são inspiração para a moda no Brasil. Ela já esteve em São Gonçalo do Bação e Miguel Burnier e as próximas paradas acontecerão nos dias 10, 16 e 30 de julho, nas cidades de Ouro Branco, Congonhas e Ouro Preto, respectivamente.

A oficina e a palestra são gratuitas e as inscrições devem ser feitas previamente pelo e-mail tudoejazzoficinas@gmail.com ou pelo Whatsapp: (31) 99793-5254.

O Tudo é Jazz é o festival de jazz mais antigo de Minas Gerais, um dos maiores do gênero no país e eleito entre os 10 melhores festivais do jazz do mundo pelo selo de qualidade da prestigiada revista norte-americana Down Beat. O evento reúne a tradição e a inovação, conectando artistas de gerações e nacionalidades distintas, levando ao público o que há de mais relevante na música produzida atualmente, não apenas no Brasil, mas também em outras partes do mundo. O urbano, o clássico e o contemporâneo se encontram neste espaço marcado pela pluralidade sonora onde o jazz é o fio condutor.

Este ano, Belo Horizonte também terá atrações musicais e discussões literárias no Tudo é Jazz entre os dias 12 e 30 de julho, no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, na Praça da Liberdade. Toda a programação é gratuita.

 

Essa 20ª edição do festival faz homenagem à sua idealizadora, Maria Alice Martins (agosto 1951 – novembro 2020) e tributo a Frank Sinatra. Assina a curadoria, o pianista e compositor Tulio Mourão e a direção geral é de Rud Carvalho.

O Tudo é Jazz é realizado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, apresentado pela Gerdau e conta também com o aporte do Instituto Cultural Vale. A Gerdau também é patrocinadora do festival por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. O Tudo é Jazz conta ainda com apoio das prefeituras de Ouro Preto, Ouro Branco, Congonhas e  Itabirito.

Programação

  • Ouro Branco  – oficina – Data: 10 de julho – Horário: 9h – Local: Instituto Vem Ser – Rua Santo Antonio sem numero Centro – Ginásio Poliesportivo.
  • Congonhas – palestra – Data: 16 de julho – Horário: 18h – Local: Museu de Congonhas – Alameda Cidade Matozinhos de Portugal n 77..
  • Ouro Preto – palestra – Data: 30 de julho – Horário: 18h – Local: Auditório Casa de Gonzaga – Rua Claudio Manuel n: 61.

Mais informações no site: www.tudoejazz.com

Instagram: @tudoejazz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here