18.4 C
Belo Horizonte
seg, 15 julho 24

Isaddora combina sintetizadores, samples e loopings em novo EP

Artista estará no Clube de Jazz do Café com Letras, dia 13 de julho, trazendo as autorais e homenagem a Madeleine Peyroux

“Uma expressão das diversas cores do amor”, assim define Isaddora o seu novo EP “SOA”, disponível em todas as plataformas digitais a partir do dia 5 de julho. A cantora, compositora e multi-instrumentista traz nas quatro faixas versos sobre se apaixonar, sob sua pespectiva de mulher lésbica. Figura carimbada de casas de jazz de Belo Horizonte, no novo lançamento, mistura suas referências orgânicas do jazz e da MPB com o pop e o eletrônico. Para quem quiser conferir o novo trabalho ao vivo, a artista estará no Clube de Jazz do Café com Letras, no dia 13 de julho, com repertório autoral e em homenagem a Madeleine Peyroux.

Com direção musical de Hommie Granda e produção de Rudigo Calixto, o EP abraça os apaixonados, todos eles: “SOA é um arco-íris, ele é basicamente sobre as diversas cores do amor e formas de amar. É quando você se apaixona e se entrega. E foi exatamente isso que eu senti enquanto eu produzia, enquanto eu fazia os arranjos, as composições, sabe? É sobre quando a gente se entrega inteiramente por uma paixão e deixa ela fluir dentro da gente”, comenta a artista.

Isaddora mobiliza sua extensa formação artística no trabalho. Com graduação em Canto Lírico na UEMG e mais de sete anos de estudo em técnica vocal, com ícones como Eládio Perez-Gonzalez e Babaya de Morais, a artista sustenta uma voz firme, que passeia por áreas sensíveis e intensas. Entre os loopings, samples e sintetizadores, traz sua ligação com grandes cantoras da Música Popular Brasileira, como Elis Regina e Gal Costa, e com grandes nomes do jazz, como Ella Fitzgerald, Etta James e Madeleine Peyroux.

Isaddora é uma artista performática, sendo a presença nos palcos parte forte da sua identidade – algo que vem da sua própria história: “A minha jornada musical sempre foi de muita prática. Desde a minha adolescência, eu sempre toquei na rua. Passei por palcos e espaços públicos de BH, São Paulo, Rio, França… Eu sinto que o palco, pra mim, é um lugar de muita experimentação e de muita intuição. E também de muito estudo, por que não?”, comenta.

O estudo continua, na Escola Guignard, UEMG, onde prossegue com sua formação artística no curso de Artes Plásticas, com foco em performance e pintura. Além disso, a artista também dialoga com movimentos estilísticos, como o harajuku e o kawaii, do Japão. Tudo isso culmina em um trabalho original, não só na parte sonora, mas na visual. Cores vibrantes, visuais diferenciados e o maximalismo aparecem nos singles já lançados “Fio a Fio” e “E Sendo Amor”, que agora compõem “SOA”. As próximas faixas, ainda não lançadas, “Ciranda” e “SOA”, prometem explorar o minimalismo visual.

Como multiartista, no EP, além de assinar as composições e os vocais, Isaddora gravou tambor, guitarra e percussões. Ainda mobilizou seu trabalho nas Artes Plásticas nos clipes: criou o icônico casaco de pelúcia do figurino de “E Sendo Amor” e a maquiagem impactante de “Fio a Fio”, assinando a direção de arte de ambos, com colaboração de Thais Drumond. “SOA” vem como essa mistura colorida de habilidades e movimentos artísticos. Ou como definiu Isadora: como um grande “milkshake de referências”.

SOBRE ISADDORA

Natural de Manhuaçu (MG), Isaddora reside em Belo Horizonte há cerca de 12 anos. A compositora, cantora e multi-instrumentista começou na jornada musical cedo, ainda criança. De uma família bastante musical, aos cinco anos de idade, já estava em um curso de musicalização. Aos 10, começou aulas de canto e a se apresentar publicamente, em bares da sua cidade natal.

Em 2012, chegou em Belo Horizonte e fez cerca de sete anos de estudo com a preparadora vocal Babaya de Morais. Foi também aluna do barítono mundialmente conhecido Eládio Pérez González, que se dedicou por mais de meio século ao ensino musical na Fundação de Educação Artística (FEA), onde a cantora também estudou. Aperfeiçoando-se na formação artística, Isaddora passou pela UEMG, pelos cursos de Canto Erudito e Artes Plásticas, na Escola Guignard, com foco em performance e em pintura.

No ano de 2023, passou uma temporada na França, apresentando-se nos principais clubes de jazz de Paris, como o tradicional 38Riv e o Park Avenue. Em Belo Horizonte, está presente nos principais palcos do gênero na capital, como Clube de Jazz do Café com Letras, Café com letras, Mina Jazz, Baretto e Laço Cafeteria.

Instagram | YouTube

 

SERVIÇO

Lançamento “SOA”, de Isaddora

Dia 5 de julho

Em todas as plataformas digitais

Isaddora Quarteto

Domingo, dia 13 de julho

Horário: 21h

Local: Clube de Jazz Café com Letras

Rua Antônio de Albuquerque, 47

Funcionários – Belo Horizonte (MG)

ingressos: Sympla

Posts Relacionados

Quarteto com multi-instrumentista Raïssa Anastásia é atração do Zás desta semana

Acompanhada por três músicos, a também compositora faz sua...

Saúde recomenda atenção para casos de febre Oropouche no país

Uma recomendação aos estados e os municípios para que...

Anvisa atualiza informações sobre rotulagem nutricional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui