18.4 C
Belo Horizonte
seg, 15 julho 24

Cruvinel agita o Alpendre, com o Groove do Cruv

Desenvolvido em parceria com o Música aos Montes, show é marcado por participações especiais

A atmosfera solar que compõe o álbum “Absorvendo Tudo”, de Cruvinel, invade pela primeira vez o Alpendre, em Belo Horizonte, no dia 12 de julho. Em parceria com o Música aos Montes, selo que o artista faz parte, o show traz as canções do disco e releituras de clássicos do samba e da MPB, que inspiram Cruvinel. O público pode esperar surpresas e convidados especiais, inclusive participação de todos os artistas que compõem o Música aos Montes, que refresca a cena musical mineira.

O Groove do Cruv é um show itinerante, já passou pelo palco do Festival Só Amor e ocupa regularmente o Buteco D’Avenidinha. No palco: Cebola, no baixo; Lucas Godoy, na bateria; Dan Oliveira, na guitarra; Nanni, na percussão; Bernardo Moreira, no teclado; e Cruvinel, na voz e no violão.

O projeto é marcado pelo caráter coletivo, aberto e descontraído. O show é sempre dinâmico, com convidados subindo ao palco para agregar na levada dançante e alegre que contagia o público. Nesta edição, participam Flor Grassi, Davi Leão, Túlio Dayrell e Dan Gentil, do selo; além de Pedro Morais, Augusta Barna e Barbara Leão. Também já participaram nomes como Samuel Rosa, Juliano Rosa, Wilson Lopes (diretor musical de Milton Nascimento), Beto Lopes e Juarez Moreira.

“Muitos artistas abraçaram o projeto, desde o início. As pessoas chegam de forma descontraída, a gente teve até o Samuel Rosa, que foi e quis fazer música com a gente… O rolê caminhou para esse lado de uma confraternização de pessoas que trabalham na mesma profissão, que é a música. A galera chega para conversar com a gente, trocar, dar uma canja… Então o show é uma parada que não é um rolê só meu, sabe? É um rolê da galera que está cantando ali comigo, da banda, do Música aos Montes, de geral”, comenta Cruvinel.

O conceito do projeto partiu da própria personalidade de Cruvinel, um artista carismático, que conquista o público facilmente, assim como conquista parceiros musicais por onde anda. E por isso, também o match aconteceu de forma tão certeira com o Música aos Montes, um projeto baseado nas trocas entre os integrantes que o compõem. Os trabalhos do selo, inclusive “Absorvendo Tudo”, são fruto de encontros, conversas, campings de composição, que resultam em criações em que aparecem, de alguma forma, o dedo de todos do MaM.

SOBRE O MÚSICA AOS MONTES

O MaM é liderado por dois músicos residentes da capital mineira: Carol Figueiredo e Dan Oliveira, que unem as expertises em produção executiva e musical, respectivamente. O Música aos Montes foi criado em 2015, como estúdio e produtora. Em 2021, a dupla constituiu o selo musical. Desde o início, o trabalho do Música aos Montes, acumula mais de 42 milhões de plays, entre produções e distribuições.

Localizado entre os mares de morros da cidade de Belo Horizonte, mais que um selo, o MaM é um espaço de trocas musicais, em que os artistas colaboram entre si, compõem juntos, participando do trabalho um dos outros, como uma rede artística. Além do apoio técnico, faz um acompanhamento cuidadoso, que auxilia os músicos a encontrarem o que possuem de mais precioso e a consolidarem uma identidade forte e única.

SOBRE CRUVINEL

Nascido no triângulo mineiro, na cidade de Ituiutaba, Cruvinel mudou-se para Belo Horizonte muito cedo em sua vida e desenvolveu uma relação íntima com a capital. Cria do circuito boêmio da cidade, cultiva fortes trocas com a cultura local.

O violão de nylon na primeira cena, muito bem tocado, junto ao timbre suave e marcante da voz ritmada, conquistaram o público belorizontino. Tocou em grandes palcos como os festivais A Ilha e Summertimes e, mesmo com poucos lançamentos, já possui grande base de fãs.

Em 2020, quando a trajetória do artista se uniu ao selo Música aos Montes, juntos, lançaram o single “Ainda Espero”, que já na primeira semana atingiu o primeiro lugar no Viral BH, e hoje ultrapassa 500 mil plays. Atualmente, o artista possui mais de 1 milhão de streams no Spotify e cerca de 30 mil ouvintes mensais. Em 2023, lançou o álbum “Absorvendo Tudo”. O carisma do compositor está no groove dançante, que tem influências do samba ao rap, além de uma grande reverência ao Brasil 70.

SOBRE ABSORVENDO TUDO

O álbum é, entre rupturas e continuidades, um divisor de águas na carreira de Cruvinel. No nome já antecipa: traz o que o compositor absorveu até aqui, em um percurso de amadurecimento artístico e pessoal. As tradicionais referências da MPB do compositor estão em cena, mas a voz suave arrisca novos lugares e os arranjos ganham mais peso.

O lançamento vem após um longo processo de estudo e trabalho no Música aos Montes. O objetivo que guiou todas as etapas foi apresentar a identidade do artista de forma consistente. “O Cruvinel já é um artista com alguns singles, várias parcerias e experiências, porém faltava uma coisa que unisse tudo que ele é de forma coesa. A gente conversou muito, compôs junto e escutou muita música, buscando solidificar o estilo dele, entendendo o mercado atual”, comenta Dan Oliveira, produtor musical do álbum e do selo.

O disco, assim, conseguiu concentrar os elementos que fazem Cruvinel ser Cruvinel. O carisma do compositor está no groove dançante, que tem influências do samba ao rap. Nas sonoridades, destaca sua reverência pelo Brasil 70, assim como sua ligação com o atual e com a juventude. O som de fita cassete, por vez, invade a produção, que também traz elementos eletrônicos, como beats e sintetizadores – misturando com maestria nostalgia e modernidade.

As músicas falam sobre amor, frustrações, temas comuns da experiência humana, mas também sobre a vivência particular de ser brasileiro e povoar as ruas entre montanhas de Minas Gerais: as noites em botecos, os bares do bairro Santa Tereza e a beleza de viver em Belo Horizonte.

SERVIÇO

Groove do Cruv

Data: sexta, 12 de julho

Horário: 18h

Local: Alpendre

Rua Mármore, 70

Santa Tereza – Belo Horizonte (MG)

 

Ingressos: Sympla 

A partir de R$ 20,00

Posts Relacionados

Quarteto com multi-instrumentista Raïssa Anastásia é atração do Zás desta semana

Acompanhada por três músicos, a também compositora faz sua...

Saúde recomenda atenção para casos de febre Oropouche no país

Uma recomendação aos estados e os municípios para que...

Anvisa atualiza informações sobre rotulagem nutricional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui