20.8 C
Belo Horizonte
qui, 22 fevereiro 24

Casa Fiat de Cultura conta com exposições e atividades

Programação especial gratuita na Casa Fiat de Cultura conta com exposições, atividades lúdicas, piquenique e ateliê de carnaval

Até fevereiro, a Casa Fiat de Cultura oferece uma série de atividades gratuitas para toda a família. A programação traz desde jogos educativos a piquenique na Pampulha, visitação à exposição e ateliê  para confecção de adereços carnavalescos. A maior parte das  atividades especiais giram em torno da temática da exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura”, em cartaz até 4 de fevereiro de 2024, que apresenta uma coleção rara de cerca de 200 obras, nunca expostas em conjunto, que passa pelos mais importantes movimentos artísticos do país nos séculos 20 e 21.

Durante as férias escolares, o Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura convida o público infantojuvenil e suas famílias a participarem de uma caça aos tesouros escondidos por Okè, a Montanha, na exposição “Caça aos tesouros da arte brasileira”. A atividade tem caráter coletivo e vai promover estímulos lúdicos para o aprendizado sobre o acervo artístico do MAP. Desenvolvendo um trabalho em equipe, os participantes serão divididos em dois grupos que disputarão um troféu, desvendando pistas e interagindo com as obras presentes na galeria. A atividade acontece sempre aos domingos, dias 7, 14, 21 e 28 de janeiro, das 11h às 12h. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes de cada horário. Sujeito à lotação.

No sábado, dia 20 de janeiro, das 10h às 16h, o Passeio pela História – Piquenique na Pampulha oferece ao público uma oportunidade única de transitar pela memória de Belo Horizonte, apreciar alguns dos projetos arquitetônicos mais conhecidos da cidade, compartilhando momentos de alegria e imersão no patrimônio artístico e cultural da capital mineira.

O percurso terá início na Casa Fiat de Cultura na exposição “ARTE BRASILEIRA”: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura”, e continuará na Capela de Santana, que fica nos jardins da instituição. Logo após, os participantes farão uma parada no hall de entrada da instituição, onde poderão conhecer o painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari, maior quadro do artista em Minas Gerais. Em seguida, o grupo partirá em excursão para a orla da Lagoa da Pampulha, onde poderão apreciar a beleza das edificações que compõem o conjunto modernista assinado por Oscar Niemeyer e vivenciar momentos descontraídos em um piquenique na Pampulha. O transporte gratuito será feito de ônibus para os inscritos, saindo e retornando da Casa Fiat de Cultura.

CARNAVAL – Em janeiro, o “Ateliê Aberto de Carnaval: Criar e recriar adereços de Carnaval para o amanhã” apresenta uma proposta inovadora de criar adereços duradouros e personalizados, rompendo com a temporalidade efêmera do Carnaval. O objetivo é criar brincos, colares e braceletes que tragam alegria do carnaval o ano todo. Esse ateliê aberto colocará à disposição materiais especiais remanescentes para criação desses adereços “amor pra vida”, a partir de técnicas como cartonagem, tapeçaria, costura, colagem, entre outras, com a orientação de profissionais especialistas na área.. As atividades do ateliê vão ocorrer nas sextas, sábados e domingos, entre 5 de janeiro a 4 de fevereiro de 2023, das 10h30 às 12h e das 15h às 17h. A participação também é livre, sujeita a lotação do espaço.

Exposição ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura

Um verdadeiro encontro entre o utópico mundo do modernismo e o universo experienciado por quem vive Minas, promovendo um novo olhar sobre a arte brasileira. Esta é a proposta da exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura”. Realizada através da parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura e a Casa Fiat de Cultura, a mostra reúne a relevante coleção do Museu de Arte da Pampulha (MAP). São exibidas cerca de 200 obras – a maior montagem já feita fora do MAP – que atravessam a arte brasileira entre os séculos XX e XXI para reafirmar a importância de um acervo que passa pelos principais movimentos da arte contemporânea brasileira, com artistas e ações que reverberam para além do país. A curadoria é de Marcelo Campos, curador do Museu de Arte do Rio (MAR) e um dos mais atuantes na cena nacional, e de Priscila Freire, ex-diretora do MAP, cuja atuação é pioneira à frente dos museus do Brasil. A mostra ficará em cartaz até 4 de fevereiro de 2024, com entrada gratuita.

A exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura” é uma realização da Casa Fiat de Cultura, da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Conta com o patrocínio da Fiat e do Banco Safra, copatrocínio do Banco Stellantis e da Brose, apoio institucional do Circuito Liberdade e apoio do Governo de Minas e do Programa Amigos da Casa.

Bate-papos e visitas temáticas em janeiro – O “Diálogos MAP na Casa Fiat de Cultura” trará na quarta-feira, dia 17 de janeiro, das 19h30 às 21h, uma conversa com a poeta, ensaísta, dramaturga e professora Leda Maria Martins com entrada gratuita. A atividade integra o ciclo de palestras da exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura” que homenageia – por meio do núcleo “Novos Bustos” – grandes pensadores nacionais: Ailton Krenak, Leda Maria Martins e Conceição Evaristo. O bate-papo parte do conceito de Tempo Espiralar que atravessa a obra de Leda e inspira um dos módulos da exposição, intitulado “Pampulha Espiralar: Um Lar, Um Altar”. Neste núcleo a fundamental teoria de Leda Maria Martins conduz as reflexões sobre os gestos do corpo e os mecanismos identitários entre a África e o Brasil.  O evento é uma realização da Casa Fiat de Cultura, da Prefeitura de Belo Horizonte e do Instituto Lumiar e integra o programa “Museus Pampulha – Diálogos MAP” que promove encontros com artistas e pesquisadores de forma a incentivar e instigar o pensamento e a produção artística em Belo Horizonte.

No mês de janeiro também serão realizadas duas Visitas Temáticas à exposição. A primeira delas será no sábado, dia 13 de janeiro, das 10h às 11h, com o tema “Pelos Metais de Minas”. Das atividades desenvolvidas em Minas Gerais, os metais são uma das riquezas e estão presentes em diversas produções artísticas. Por isso, o percurso explora as obras em metal exibidas na exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura”. Serão apresentadas a partir desta temática as obras dos artistas Amilcar de Castro, Marilá Dardot, Luana Vitra, Renato Madureira, Iole Freitas e Paulo Nazareth. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes do horário de início da atividade. Sujeito à lotação.

20231009 – BELO HORIZONTE-MG – CASA FIAT DE CULTURA – Exposição ARTE BRASILEIRA – A Coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura .- Foto Leo Lara/Studio Cerri

No sábado, dia 27 de janeiro, das 10h às 11h, será realizada a visita temática “Lentes do mundo” em homenagem ao Dia Nacional da Fotografia (celebrado em 8 de janeiro). Para marcar a data, os programas educativos do Museu de Arte da Pampulha (MAP) e da Casa Fiat de Cultura farão um percurso que explora as fotografias da exposição debatendo as escolhas, enquadramentos e técnicas de revelação fotográfica adotados pelos artistas fotógrafos presentes na mostra. A partir desta temática, o percurso contemplará as obras de Marcel Gautherot, Italo Almeida, Froiid, Pedro Neves, Paulo Nazareth, Rosângela Rennó, Nydia Negromonte, Retratistas do Morro e Sara Ramo. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes do início da atividade. Sujeito à lotação.

Exposição “o lugar na palavra”

Uma reflexão sobre o cotidiano e a percepção dos lugares, por meio da escrita e do desenho. A artista gaúcha Fernanda Fedrizzi apresenta, na Casa Fiat de Cultura, a mostra “o lugar na palavra”. As obras, compostas por cartazes e publicações, poderão ser manuseadas e lidas pelo público. Escolhida no 6º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura, a exposição ficará em cartaz até 21 de janeiro de 2024. Nela, apresenta-se a produção poética da artista, que questiona os sentidos e significados que podem ser empregados às palavras e expressões, assim como a possibilidade de compreensão do lugar como trânsito, percurso ou deslocamento do pensar.

Todos os trabalhos apresentados pensam o lugar através da palavra, a partir de pesquisas que a artista iniciou em 2018. Antes disso, ela atuava como arquiteta urbanista, realizando, ocasionalmente, pequenas intervenções urbanas. A partir daí, por meio de cartazes, publicações e da colagem de adesivos pelas cidades por onde passava, juntamente ao ingresso na pós-graduação, decidiu dedicar-se às artes visuais, de forma a unir seus trabalhos poéticos aos estudos teóricos.

Férias na Casa Fiat de Cultura

Exposições

Exposição “Arte Brasileira: a coleção do MAP na Casa Fiat de Cultura”

Até 4 de fevereiro de 2024

Curadoria: Marcelo Campos e Priscila Freire

Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Entrada gratuita

Diálogos MAP na Casa Fiat de Cultura com Leda Maria Martins

Dia 17 de janeiro

Horário: das 19h30 às 21h

Entrada Gratuita mediante retirada de ingressos na Sympla

Visita Temática –  Pelos Metais de Minas

Dia 13 de janeiro

Horário: das 10h às 11h

Entrada gratuita. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes do horário de início da atividade. Sujeito à lotação.

Visita Temática – Lentes do mundo
Dia 27 de janeiro

Horário: das 10h às 11h

Entrada gratuita. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes do horário de início da atividade. Sujeito à lotação.

Exposição “o lugar na palavra”, da artista Fernanda Fedrizzi

Até 21 de janeiro de 2024

Curadoria: 6º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura

Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Entrada gratuita

Atividades do Programa Educativo

Caça aos tesouros da arte brasileira

Dias 7, 14, 21 e 28 de janeiro

Horários: das 11h às 12h

Entrada gratuita. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada da galeria até 10 minutos antes de cada horário. Sujeito à lotação.

Ateliê Aberto de Carnaval – “Ateliê Aberto de Carnaval: Criar e recriar adereços de Carnaval para o amanhã”

De 5 a 7, 12 a 14, 19 a 21, 26 a 28 de janeiro e de 2 a 4 de fevereiro, sempre nas sextas, sábados e domingos.

Horários: Das 10h30 às 12h e das 15h às 17h

Participação livre, sujeita a lotação do espaço

Observação: nas atividades de Ateliê, crianças até 10 anos deverão estar acompanhadas por seus responsáveis; crianças até 5 anos deverão ser auxiliadas por seus acompanhantes durante as atividades; todos deverão usar roupas confortáveis e apropriadas ao uso de tintas, colas e outros materiais.

Passeio pela História

Dia 20 de janeiro

Horário: a partir de 10h às 16h

Inscrições: Sympla

Local: Casa Fiat de Cultura

Casa Fiat de Cultura
Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG

 Horário de Funcionamento
Terça-feira a sexta-feira, das 10h às 21h
Sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h

Posts Relacionados

Atriz e cordelista Bianca Freire estreia “3 Contos de Amor”

“Um espetáculo que vem sendo construído desde que eu...

Programação cultural enriquece Carnaval da PBH

Após 23 dias de celebração intensa em todos os...

Projeto Jardim Musical recebe a cantora Lívia Itaborahy

“Soy Sosa – um Tributo à Mercedes Sosa” com...

Escola Livre de Artes Arena da Cultura abre inscrições

Dando continuidade no propósito de ensino da arte como...

Literíssima lança antologia feminina, Elas, a saudade, o amanhã

A Editora Literíssima realiza noite de autógrafos e lançamento da nova...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui