22.5 C
Belo Horizonte
sáb, 20 abril 24

A Mulher da Coluna Torta”: Escritora relata sua jornada à idade adulta com escoliose.

E a menina da coluna torta virou mulher. Dessa forma, a escritora Julia Barroso narra, em sua segunda autobiografia, “A Mulher da Coluna Torta”, as dores e as superações de quem, como ela, cresceu com uma grave deformidade na coluna. “Da mesma forma que no meu primeiro livro – “A Menina da Coluna Torta” – não quis que essa segunda parte fosse só feita de lágrimas. Decidi também narrar com bom-humor as minhas conquistas e os momentos de descoberta com as minhas amigas já na idade adulta”, comenta a autora. No texto, Julia, que hoje tem 42 anos, traz ainda depoimentos de médicos e de outros profissionais da saúde, bem como relatos de pacientes com o mesmo problema que ela.

Em sua primeira autobiografia, “A Menina da Coluna Torta”, a autora expôs os desafios de ser uma adolescente com escoliose, que acontece quando a coluna vertebral apresenta uma deformidade tridimensional formando um “C” ou um ‘S”, podendo gerar diversas complicações para a saúde, incluindo graves impactos no pulmão. Julia teve que viver por quatro anos com o colete ortopédico de Milwaukee, durante 23 horas por dia e, por isso, precisou adaptar sua adolescência para não deixar de ser uma jovem como outra qualquer. Depois disso, ainda precisou passar por uma cirurgia complexa de alto risco para corrigir a escoliose. No livro, a escritora chegou a dar dicas de moda para as meninas que também sofriam da mesma deformidade e falou abertamente sobre variados temas, como primeiro beijo, relação com os pais e abortos espontâneos.

Agora, em “A Mulher da Coluna Torta”, os assuntos e os problemas chegam a outro patamar: a fase adulta. “Logo no início, o livro traz emocionantes passagens não só das minhas histórias, mas também de pessoas muito importantes que fazem parte da minha trajetória”, revela a escritora. Dessa vez, Julia traz à tona questões importantes para as mulheres de uma forma geral e que impactaram demais a vida de alguém como ela, que tem uma deformidade grave na coluna. A autora dedica algumas páginas do livro para falar da baixa autoestima causada pela escoliose na infância, da superação de um câncer de pele, de uma separação com filho ainda pequeno, da virada de chave na carreira e da descoberta do seu grande amor.

Ela, no entanto, faz questão de salientar, em seu depoimento, a importância da amizade verdadeira como apoio para toda uma vida. “Esse é um livro de superação e de força de uma menina, agora mulher, com todos os altos e baixos que trago na bagagem. Minha intenção é que, com a história da minha vida, eu consiga ajudar outras pessoas, especialmente mulheres, que estejam, nesse exato instante, passando pelos mesmos problemas que eu passei”, afirma Julia. A autobiografia “A Mulher da Coluna Torta”, publicada pela Editora Viseu, estará disponível a partir do próximo dia 12 de janeiro de 2024

Onde encontrar

A Mulher da Coluna Torta  

O livro impresso poderá ser adquirido nos sites da Amazon, Americanas, Magazine Luiza, Shoptime, Submarino e da Editora Viseu.

O e-book estará disponível na Amazon, Apple, Barnes & Noble (EUA), Google, Kobo, Livraria Cultura e Wook (Portugal).

A Menina da Coluna Torta

O livro em português está disponível em e-book na Amazon Brasil e em versão impressa na Amazon EUA.

O livro em inglês está disponível em e-book na Amazon de diversos países, como EUA, Reino Unido, França, Itália, Japão e México, entre outros.

Sobre a autora

Julia Barroso nasceu no Rio de Janeiro, mas cresceu entre o Brasil e a Europa. Com mãe modelo e pai fotógrafo, morou em Atenas (Grécia), Madri (Espanha), Londres (Inglaterra) e São Paulo. Aos 11 anos, descobriu a escoliose, uma severa deformidade na coluna, o que a obrigou a passar por uma grande cirurgia de alto risco. Foram muitos os desafios que teve que enfrentar ao longo da juventude e também já como adulta. Por isso, decidiu se tornar escritora e contar sua história em duas autobiografias. Formou-se em Marketing e trabalhou como jornalista durante boa parte de sua carreira. Mora na cidade de São Paulo com a família e tem se dedicado à conscientização da escoliose, por meio de palestras, livros, do blog www.ameninadacolunatorta.com e do Instagram @ameninadacolunatorta. Julia também é membro da Sociedade Brasileira de Escoliose (SBE), em reconhecimento pelo trabalho que tem realizado.

Sobre a escoliose

A escoliose é uma curvatura anormal da coluna vertebral para um dos lados do tronco, ou para os dois (no caso de duas curvas), com rotação das vértebras. Para quem vê de costas e nos exames, ela pode ter a aparência de um “C”, quando é somente uma curva, ou de “S”, quando se tem duas curvaturas. Segundo a OMS, a escoliose idiopática – sem causa definida – é a mais comum, representando 80% dos casos. Ela pode surgir na infância (antes dos 3 anos de idade), na juventude (entre 4 e 10 anos) ou na adolescência (depois dos 10), quando inicia o pico do crescimento. Esse tipo de escoliose costuma ter uma progressão bem rápida e acomete sete vezes mais as meninas que os meninos.

Siga. Compartilhe. Ouça.

www.podlereescrever.com.br

Conversamos com escritores, produtores de conteúdos, profissionais do mercado do livro e quem mais ama os livros. Encontros semanais disponibilizados nas principais  plataformas.

Posts Relacionados

Ambientes Instagramáveis: A tendência que está bombando

Fotógrafa explica mais sobre esse conceito que está chamando...

Raquel Mello convida WIllian Nascimento para dueto inédito

“A caminhada com Jesus exige comprometimento e ânimo”, ressalta...

A Chave do Tempo e os Segredos da Magia

Ramon Bertasi é professor de Física e natural da...

Arícia Ferigato, lança “Pequenas Voltas”

Sou Arícia Ferigato, harpista, improvisadora e compositora, nascida em...

Programa Vai leva para parques e praças o divertido espetáculo

“Sem condições Futebol Circo” é um espetáculo circense recheado...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui