14.7 C
Belo Horizonte
ter, 23 julho 24

“Arte Nas Estações” entra em sua terceira fase com novas estreias

Projeto conta com três mostras itinerantes em diferentes cidades mineiras.

Arte Nas Estações, mostra itinerante de arte naif com apoio da Sherwin-Williams, entra na sua terceira e última fase. A líder global na fabricação, distribuição e comercialização de tintas e vernizes é uma das apoiadoras do projeto que leva arte a três cidades mineiras, idealizado pelo colecionador e gestor cultural Fabio Szwarcwalde com a curadoria de Ulisses Carrilho. Em parceria com o Ministério da Cultura e o Instituto Cultural Vale, o projeto conta com três mostras temáticas de arte naif que se alternam entre as cidades.

A exposição “Sofrência” migrará para Conselheiro Lafaiete com estreia agendada para 5 de julho; no dia seguinte, a mostra “A Ferro e Fogo” começa em Congonhas; e no dia 7 de julho, “Entre o Céu e a Terra” estará disponível para a visitação em Ouro Preto.

A “Sofrência” aborda as relações afetivas, bem como as aproximações e as separações. Tem sua maior inspiração nas novelas brasileiras, um dos gêneros preferidos do País para acompanhar histórias de amor. A exposição “A Ferro e Fogo” é sobre relações sociais e políticas. Traz obras que representam manifestações e rebeliões. Já “Entre o Céu e a Terra” representa diversas fés presentes na cultura brasileira, com a representação de crenças, manifestações religiosas e superstições.

Todas as exposições já passaram pelas outras duas cidades nas fases anteriores. O objetivo do projeto é descentralizar o tradicional eixo geográfico das mostras de arte em grandes capitais, trazer as obras para locais diferentes de museus, cuja história se funde com as cidades e onde há circulação de pessoas.

Além disso, o projeto joga luz em produções relevantes de artistas pouco conhecidos, e diferentes visões de mundo. “A arte naif nos encanta por ser forte e resiliente, assim como o brasileiro, são obras resistentes que, ao contrário de outras peças de arte, conseguem manter sua integridade em ambientes mais variados, não necessitando de controle de temperatura, isolamento de vidro entre outros cuidados. Isso nos permite levá-las para perto das pessoas”, comenta Fabio Szwarcwalde.

“A arte naif e o projeto têm tudo a ver com o objetivo da Sherwin-Williams de cobrir o planeta de cores e colocar as tonalidades como protagonistas das nossas vidas. Esse tipo de arte é muito especial para a Sherwin-Williams porque coloca as cores em destaque, especialmente aquelas com tons mais vibrantes, quentes e saturados”, conclui Patrícia Fecci, gerente de Marketing para Serviços de Cor & Design da Sherwin-Williams.

SERVIÇO:

CONSELHEIRO LAFAIETE

SOFRÊNCIA

Datas: 5 de julho e 10 de setembro de 2023

Local: Estação Ferroviária

Rua Cel. Bento, 75 ou R. Mal. Floriano Peixoto, s/n, – Centro

Horário de funcionamento: quinta a domingo, de 9h às 17h

Entrada gratuita | Classificação livre

 

CONGONHAS

A FERRO E FOGO

Datas: 6 de julho e 10 de setembro de 2023

Local: Museu de Congonhas

Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77

Horário de funcionamento: terça, quinta a domingo de 9h às 17h, quartas de 13h às 21h.

Obs: O museu tem cobrança de ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), com gratuidade para todos os públicos às quartas.

 

OURO PRETO

ENTRE O CÉU E A TERRA

Datas: entre 7 de julho e 10 de setembro de 2023

Local: Paço da Misericórdia (antiga Santa Casa)

Rua Padre Rolim, 344

Horário de funcionamento: quinta a domingo, de 9h às 17h

Entrada gratuita | Classificação livre 

Sitewww.artenasestacoes.com.br

Instagram: @artenasestacoes

Posts Relacionados

Olimpíadas de Paris 2024: datas, modalidades e horários

Se você ainda não se organizou, a hora é...

Minas lidera ranking com cooperativas de crédito do Brasil

O crescimento exponencial do cooperativismo financeiro no Brasil e...

Hotmart FIRE 2024: festival dedicado ao mercado digital

O Hotmart FIRE se prepara para sua nona edição,...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui