Veterinário PHD em Biologia da reprodução estreia na literatura

0
49

“A vida é a eterna busca do equilíbrio e, nessa busca, percebemos que sempre podemos ser melhores do que nós mesmos”, afirma  o goiano Luiz Renato de França. O veterinário que é doutor em biologia celular e reprodução traduz sua essência e conduz o leitor a uma reflexão profunda sobre o viver e o existir em “Cores do Universo – Cinquenta anos de poesia”, livro poético e autobiográfico.

O título marca a estreia dele no universo literário. A obra foi publicada pela Às Editorial com comentários, apresentação, prefácio e mais de cem poesias escritas em meio século de uma jornada plena de livre arbítrio e, não raro, solitária, resiliente, destemida, emocionante e inspiradora, cujo pano de fundo envolve, na busca pela espiritualidade, diálogos com o universo e passagem por diversos países, idiomas e culturas.

O autor aproveita as 256 páginas para dissertar com astúcia sobre elementos inerentes ao cosmos e à vida, como o amor, a paixão, a empatia, a democracia, a ciência, a natureza, o tempo e as idiossincrasias do ser humano, entre outros aspectos. Com muita transparência e emoção, ele se mostra em cada verso. “Comecei meus diálogos com o universo ainda na infância e a escrever aos 15 anos. Desde então, percebi que a escrita pode se tornar uma forma de autoanálise e terapia, assim como uma maneira de deixar meu legado e vivências em memórias, uma vida que considero de muito amor a ciência e de grande dedicação, determinação, trabalho, ética e altruísmo”, conta.

Segundo  França, um dos especialistas em biologia da reprodução mais reconhecido e citado no Brasil e no mundo, é possível ser bem sucedido, fora do que é considerado convencional, respeitando a própria essência. “A minha vida profissional se funde à pessoal e, na busca pelo conhecimento, sempre fui capaz, com muita intuição, de ver padrão na desordem, luz na escuridão e a alma do ser humano. Ao sintonizar com nossa essência cósmica, nossa capacidade se torna ilimitada”, afirma.

Sobre o autor

Luiz Renato de França nasceu em Jataí, Goiás, em 1956 e,  se graduou em medicina veterinária pela Universidade Federal de Goiás (UFG), em 1978, assumindo como professor, em 1979. Ele concluiu o mestrado (1987) e o doutorado (1991), em biologia celular pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), atuando como professor na UFMG, a partir de 1989. De 1992 a 1994, se tornou pós-doutor em fisiologia da reprodução pela Universidade do Sul de Illinois, EUA. Orientou quase cem alunos (graduação e pós-graduação) e tem cerca de 200 publicações científicas. Foi diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), de 2014 a 2018 e, atualmente, é professor titular aposentado da UFMG.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here