29.4 C
Belo Horizonte
qua, 28 fevereiro 24

Artista Isa do Rosário expõe na Bienal de Liverpool

Representada pela Mitre Galeria, ela foi selecionada para o maior festival de arte contemporânea do Reino Unido que fica em cartaz até setembro

Isa do Rosário foi selecionada pela curadora Khaniyisile Mbongwa para integrar o time de artistas da 12ª edição da Liverpool Biennial of Contemporary Art, na Inglaterra: uMoya – The Sacred Return of Lost Things. A Bienal acontece entre junho e setembro, contando com 36 artistas de diversas partes do mundo.

Por lá, a artista expõe uma série de bordados que representam alguns dos principais Orixás, trabalhos em grande escala que contam com diversos materiais selecionados por ela em seu processo. “É sobre as crianças, ela borda rezando e pensando nas crianças. Ao pensar sua ancestralidade e toda violência que seus antepassados viveram, ela coloca todo seu amor e suas rezas para a proteção do nosso futuro. Pensa numa pessoa realizada e feliz com o que está vivendo neste momento!” conta o galerista Rodrigo Mitre, da Mitre Galeria.

Para a criação de suas obras têxteis, Isa do Rosário é guiada por uma conversa espiritual com os Orixás. De acordo com o Candomblé, religião de matriz africana que se desenvolveu no Brasil durante o século XIX, os Orixás são considerados ancestrais que foram divinizados e que representam as forças da natureza.

A peça abaixo, intitulada ‘Dança com a Morte no Mar Atlântico’ (2013-2023), representa a vida e a morte no fundo do mar. Em uma metade, vemos pequenas bonecas negras chamadas Abayomi. Significando ‘encontro precioso’ na língua iorubá, aqui a artista usa para representar pessoas negras e corpos, um memorial para todos aqueles que perderam suas vidas durante o Tráfico Transatlântico de Escravos. A obra cria um espaço de meditação que, através dos Orixás, espera oferecer uma passagem segura para as almas que permanecem nas profundezas do oceano.

Isa do Rosário

Isa do Rosário realiza contações de histórias e outras atividades, como palestras e exposições voltadas para a divulgação e preservação da cultura afro-brasileira há mais de 15 anos, tanto na cidade natal de Batatais (SP) como em algumas cidades da região.

Por dois anos, entre 2011 e 2012, realizou estágio no Museu Histórico e Pedagógico Dr. Washington Luís de Batatais, onde desenvolveu inúmeras atividades voltadas para monitoria de exposições e ações educativas. Seu trabalho já foi exposto nas escolas e espaços culturais de Batatais, Franca, Brodowski e outras cidades da região.

Isa do Rosário por ela mesma

“Eu nasci numa família católica, meu pai Sebastião Rafael e minha mãe Isabel das Dores Silva Rafael. Eu Isa do Rosário nasci católica, fui catequista durante 18 anos, amava ser catequista, levava as crianças para passear, as crianças para rezar, as crianças para brincar, casei tenho dois filhos, tem meu marido, e aí tive outro chamamento eu sonhei com meu avô, o pai da minha mãe abrindo a porta do céu e ele me chamando para benzer, aceitei né.

Outra vez foi com uma Senhorinha me ensinou a oração dela que ela benzia numa igreja onde era a igreja dos escravos e hoje é hoje é a Câmara Municipal de Batatais, foi um ritual lindo, maravilhoso, aí comecei a benzer, eu benzi muita gente, muita gente, porque eu não conto, eu perco a noção, Deus sabe quando mas foi muito. Eu estava em casa, aí comecei a escutar vozes, ‘desenha assim’, eu fiz o desenho, 1100, coloquei tudo numa sacola e pus em cima do guarda-roupa, não sabia porque tava aqui e o que tava acontecendo comigo.

E o tempo foi passando e as vozes aumentando, aí eu comecei a pintar obras contemporâneas, obras de tinta e pincel. Veio os bordados com muita intensidade, eu fiquei perdidinha, aí uma moça de Minas me ajudou a solucionar esse mistério dos bordados. Parisina é o seu nome, a professora. Aí eu escutava as canções, eu bordando escutando as canções da preta velha lá no Rio, escutava choro das crianças, porque foi na época Mais Cruel, a época da covid, com o presidente Bolsonaro e 600 mil mortos, que tristeza meu Deus.

Aí a uns 10 anos atrás eu comecei a jogar Búzios, mas da brincadeira já era a manifestação dos orixás em mim né, jogava para uma jogava para outra amiga minha, e dava tudo certo. E cada desenho que eu fiz é simbolizando uma santa católica com o orixá, então eu vou contar a história de como se manifestou a história de cada um deles.”

Bienal de Liverpool 

A Bienal de Liverpool é o maior festival de arte visual contemporânea do Reino Unido. A 12ª edição acontece de 10 de junho a 17 de setembro de 2023.

A organização tem transformado a cidade de Liverpool por meio de encomendas de arte pública, projetos comunitários e um legado de exposições bienais há mais de duas décadas. Desde sua fundação em 1998, já comissionamos 380 obras de arte, apresentamos trabalhos de mais de 560 artistas renomados, realizamos 34 projetos colaborativos em bairros e recebemos mais de 49 milhões de visitas.

https://www.biennial.com

Mitre Galeria

Há sete anos, a Mitre atua no mercado de arte brasileiro e internacional. Fundada em 2015 pelos sócios Alexandre Romanini, Altivo Duarte e Rodrigo Mitre, com o nome Periscópio, a galeria ganha novo nome com a intenção de marcar um período de consolidação e maturidade, e de abrir caminhos para continuar articulando proposições inventivas que ativam o cenário das artes contemporâneas.

Rua Tenente Brito Melo, 1217, Barro Preto

Belo Horizonte/MG

[email protected]

instagram.com/mitregaleria

Posts Relacionados

Temporada de pesca na Lagoa Silvana após o período de piracema

Depois da longa espera, chegou um dos momentos mais...

Santa Luzia sedia Fórum de Cidades Digitais e Inteligentes

A implantação das cidades inteligentes na Região Metropolitana de...

Natiruts faz tour de despedida “Leve com Você” em Minas

Basta dar um play em qualquer uma das músicas do Natiruts – ao...

Gustavo Tubarão lança livro em Belo Horizonte

Natural da cidade de Cana Verde, localizada na região...

Akatu se apresenta em BH nesta sexta-feira

O Akatu, grupo mineiro de samba e pagode, formado...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui