17.3 C
Belo Horizonte
seg, 22 abril 24

Audição de Ballet com Diego López em BH

 Diego López, realiza audição em etapa única.

Diego López, que poderia estar em qualquer parte do mundo, escolheu Belo Horizonte como cidade, para a entrega de sua expertise. Bailarinos raramente acessam essa oportunidade fora da Europa. “O objetivo da Companhia Escola SÉC XXI é garimpar talentos que estão no Brasil e que podem fazer a diferença em carreira e história, mas, que ainda precisam se deslocar para o exterior para abrir possibilidades de ampliar horizontes e carreiras, por falta de expectativas no território nacional.
Captar talentos, principalmente, em Belo Horizonte, onde a escola se encontra. Gerar esse polo de oportunidades e captação de talentos para expandir, através dele, internacionalmente, cumprindo requisitos.
Trata-se de uma porta de entrada que credibiliza os valores locais, pela qualidade. Não é à toa que o respeitável diretor e coreógrafo, agora, com investimentos mais acessíveis ou até através das bolsas oriundas da seleção nesta audição, os alunos terão oportunidade de lapidar suas habilidades, mesmo antes da entrega internacional.”
(Margot Sales – diretora artística do Ballet e Classe)
No dia 13 de abril, sábado, às 9h na sede do Ballet e Classe (Teatro da Maçonaria – Av. Brasil, 478 – Santa Efigênia – BH – MG), o Diretor Artística e coreógrafo da Cia. SÉC XXI. No resultado proporcionará bolsas de até 100% em Ballet Clássico e Contemporâneo.
As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através de preenchimento de formulário disponível no Perfil Instagram @balleteclasse. Informações adicionais: 31 35881313.
DIEGO LÓPEZ
Diretor Artística e coreógrafo da Cia. SÉC XXI,  Diego López formou-se na Argentina, como Professor e Mestre Nacional de Danças e de Folclore, coreógrafo e diretor teatral.
Ex-primeiro bailarino do Staatheater am Gartnerplatz de Munique, Alemanha.
Premiado por Rudolf Nureyev e críticos de arte como “Melhor bailarino estrangeiro” (Alemanha, 1987).
Foi ‘maitre’ de Ballet do Gartnerplatz e ministrou aulas em grandes companhias como: Ópera de Tokio, Rambert Dance Company, Cia. Deborah Colker, entre outras.
Coreógrafo para o Victoria Australian Ballet e Ballarat Company, entre vários.
Duas obras de sua autoria: “Psicotango” e “Los cuatro jinetes del Apocalipsis” foram tombadas pela ONU – Organização das Nações Unidas, nos  EUA, como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, em memória do “Ano Internacional” pela Paz.

Posts Relacionados

Ambientes Instagramáveis: A tendência que está bombando

Fotógrafa explica mais sobre esse conceito que está chamando...

Raquel Mello convida WIllian Nascimento para dueto inédito

“A caminhada com Jesus exige comprometimento e ânimo”, ressalta...

A Chave do Tempo e os Segredos da Magia

Ramon Bertasi é professor de Física e natural da...

Arícia Ferigato, lança “Pequenas Voltas”

Sou Arícia Ferigato, harpista, improvisadora e compositora, nascida em...

Programa Vai leva para parques e praças o divertido espetáculo

“Sem condições Futebol Circo” é um espetáculo circense recheado...

Novidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui