Como evitar a obesidade infantil durante a pandemia

0
132

Enquanto seguimos diante da pandemia do coronavírus, de quarentena, é preciso prestar atenção nos nossos filhos e netos em casa antes do retorno às escolas e a uma vida mais próxima do normal como antes.

Um dos grandes perigos com nossas crianças e adolescentes são os descuidos alimentares que podem alavancar a obesidade infantil com hábitos alimentares inadequados.

Um estudo elaborado pela Obesity Society (https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/oby.22861) observou 41 crianças na região de Verona, na Itália, por um mês durante o lockdown num dos países mais atingidos pela pandemia. Apesar do aumento do consumo de frutas, as batatas, carne vermelha e açúcares também foram ampliados no consumo da criançada assim como a prática de exercícios caíram. Tudo isso levou também a diminuição do período de sono.

“Não tem jeito. Tenho observado que os pais estão cada vez mais preocupados com a própria alimentação, com a rotina de treinos, do emagrecimento, mas estão esquecendo das crianças e dos adolescentes em casa”,contou a Dra. Izabela Freitas, nutricionista formada há 14 anos, que atende no Rio de Janeiro em consultórios em Botafogo e na E-Clinic, na Barra da Tijuca, além de fazer atendimentos via internet.

“Recentemente atendi uma adolescente que pediu muito a mãe agendar uma consulta comigo para regular a alimentação dela, pois com a quarentena mudou toda a rotina de treinamento e alimentação que ela tinha. As crianças e adolescentes precisam ter um controle alimentar, precisam ter alimentos saudáveis que sejam saborosos e atrativos para que essa rotina em casa se torne mais produtiva e leve.”

“Pelo que tenho conversado e visto nesse período diferente que vivemos, os pais, para distrair as crianças e adolescentes têm feito guloseimas em casa como brigadeiros, cachorro quente, batata frita, bolo, refrigerante, suco artificial (mais fácil do que fazer os sucos naturais, menos calóricos) além de comidas típicas de festa julina já que estamos na época. Ou seja, os pais estão favorecendo na má alimentação dos próprios filhos sem muitas vezes perceberem que isso está acontecendo. Com a rotina difícil em casa com trabalho, cuidar do lar, das crianças e ainda organizar as refeições, os industrializados se tornam mais cômodos aos pais com menor preocupação na estética, mas com a alimentação mais saborosa e de acordo com o paladar”, segue a nutricionista natural de Coronel Fabriciano (MG), radicada na capital carioca.

“Mas precisamos lembrar que essa fase de alimentação descontrolada também cria transtorno não só quando pequenos, mas também para a fase adulta e o restante, diminuindo a qualidade de vida e possibilitando a maior abertura para doenças”.

Uma delas é a COVID-19 que já matou mais de 80 mil pessoas no país: “Outros estudos segundo o Obesity (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/32227671) apontam que a obesidade infantil está diretamente ligada ao período que as crianças ficam em casa, fora do período letivo escolar e também diminuem a imunocompetência, ou seja, deixam as pessoas mais imunossuprimidas e suscestíveis a desenvolverem o coronavírus”.

“Você que está em casa com seus filhos ou família, não deixe de marcar um nutricionista para buscar uma melhor alimentação. Não adianta colocar frango grelhado, ovo o tempo todo ou fazer uma dieta mirabolante. Faça com que a criança/adolescente tenha intimidade com os alimentos e se alimente de forma saudável e também se exercitar”.

Dra. Izabela disponibilizou uma opção de cardápio saudável para a criançada e os adolescentes nesse período:

Café da Manhã

Vitamina de frutas, Suco naturais, Pãoi ntegral com ovo e queijo ou Panqueca de Banana: (1 banana amassada com 1 ovo e cacau em pó – levea frigideira em fogo baixo) ou Tapioca de queijo

Lanche da Manhã
Fruta ou iogurte

Almoço e Jantar
Arroz integral com feijão, Legumes e salada – Proteína: cogumelos, ovos, peixe, carne e frango

Lanche da Tarde
Fruta ou suco de fruta ou iogurte / Sanduíche de atum ou frango ou ovo ou carne moída
Faça sacolé de frutas
Hambúrguer saudável

Sobre Dra. Izabela Freitas

Izabela Freitas, CRN Nº 06101406, Nutricionista Esportiva, Formada na Unileste há 14 anos.

Izabela trabalhou por 12 anos com clubes de futebol do Brasil, trabalha com atletas do futebol, do tênis, corrida e triatlhon e esportes. É triatleta, faz provas de meia maratona, maratonas e triatlhon, em especial, provas Ironman 70.3 no Brasil e exterior.

Lançou no final do ano passado o E-Book “55 receitas saudaveis práticas e econômicas” com dicas providenciais de alimentação para pessoas comuns e atletas amadores.

Dra. Izabela Freitas atende presencialmente em seu consultório no Rio de Janeiro – Botafogo e Barra da Tijuca onde é social da Eclinic – clínica de emagrecimento e em Minas Gerais – Ipatinga.

Também atende de forma online pacientes do mundo inteiro, utilizando das mais modernas plataformas e protocolo de atendimentos para manter o padrão de excelência.

Instagram: @izanutriesportiva

Criadora do MEC 4.0 – Método Emagreça Comendo

Consultas pelo telefone (31) 98824-4445

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here