Museu das Minas e do Metal reabre para atividades presenciais em dezembro

0
534
PORTO ALEGRE, BRASIL – 03/05/2020: Guilherme Santos (C), his wife Gabriela Thomaz (R) and their son Joaquin pose for a portrait at their home in Porto Alegre, Brazil, 03 May 2020. Guilherme is a freelance photographer and Gabriela a Yoga teacher. They all wait for the lockdown measures to end, so they can return to their normal routines. The series obs-cu-ra is organized by photographer Bruno Alencastro and the portraits were made by several photographers in different regions from Brazil. The series shows how people are dealing with the lockdown imposed. All images of the series are done with the 'camera obscura' concept: a box or a completely dark room with a small entrance of light projects, in the opposite part of this opening, an inverted image of the external scene.

Após cerca de 9 meses de intensa programação virtual, o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal anuncia a retomada das atividades presenciais a partir do dia 02 de dezembro. Destaque é a abertura da “Exposição CoMciência – Cristais do Tempo” que apresentará ao todo 9 obras inéditas sendo 3 três no espaço expográfico do museu e 6 em ambiente virtual.

Retomando as atividades presenciais em 2020, após o longo período fechado em que promoveu uma intensa programação cultural e científica virtualmente, O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal reabrirá para o público no dia 02 de dezembro (quarta-feira). O principal destaque é a exposição “CoMciência – Cristais do Tempo”, que será inaugurada no dia 08 de dezembro e segue até março de 2021. Desta vez, a ocupação dos espaços expositivos do MM Gerdau com arte, ciência e tecnologia teve como tema proposto aos artistas “Cristais do tempo: emergências nas fissuras do presente“. A definição de um futuro a partir de um presente demasiadamente complexo nos leva a refletir que é necessário pensar um presente mais propositivo, reconstruindo nossa proposta de humanidade e coletividade, sendo a arte e a tecnologia meios legítimos para isso.

Para isso, os curadores do edital Tadeus Mucelli e Alexandre Milagres selecionaram 09 (nove) obras inscritas no Edital “CoMciencia” que inspiram e refletem o momento que vivemos, modificam nossa relação com o tempo presente, mudam nossa percepção com os outros, com o planeta, com o visível e o invisível, e, sobretudo, com as memórias que construímos e compartilhamos. Dentre todos os trabalhos selecionados, 03 (três) deles ocuparão presencialmente o espaço expositivo do museu: “Reflexion: In Sync / Out of Sync”, da colombiana Claudia Robles-Angel; “Vegetal Reality Shelter (VRS)”, do brasileiro Guto Nóbrega; e “Emancipacíon Microbiana”, da mexicana Maro Pebo.

Já no espaço virtual wwwprogramacomciencia.org.br, o público poderá visitar mais 06 (seis) obras que integram a exposição, sendo três delas de artistas brasileiros – “Estrelas no Deserto”, de Felipe Carrelli;  “obs-cu-ra”, de Bruno Alencastro; “O Ceú na Terra”, de Luciana Ohira e Sérgio Bonilha – e outras três de artistas internacionais: “Untangling Noises of Matter”, do holandês Louise Braddock Clarke; “Silver Tree: the sounds of wind through the crystalline forest”, “Saturn’s Breath” e “Think Like a Mountain”, da australiana Penelope Cain; e “The universe according to Dan Buckley”, do canadense Roberto Santiaguida.

 

INSTALAÇÃO IN.FUSION – MM GERDAU E MUSEU DO AMANHÃ (RJ)

Outra notícia de destaque – que também reafirma o Museu como um importante espaço fomentador do debate sobre arte, tecnologia, cultura e ciência – é a inauguração da instalação In.Fusion, no dia 12 de dezembro, data em que se celebra o aniversário do Prédio Rosa e os 123 anos da cidade de Belo Horizonte. A instalação é um projeto artístico arrojado que faz parte de um circuito nacional, recém-chegada do Museu do Amanhã (RJ), em que o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal recebe a instalação até o dia 17 de janeiro de 2021, antes de ela seguir para exposição no Museu da Imagem e Som – MIS/SP.

A instalação consiste em uma experiência imersiva e interativa, que explora artisticamente a capacidade humana de interferir nos mais diversos sistemas, sejam eles físicos ou espirituais. Para isso, os visitantes serão convidados a adentrar uma estrutura que conta com um mix de projetores de diferentes formatos que imprimem imagens em movimento nas longas paredes e em todo o piso. Através de sensores instalados na sala, os visitantes interagem com o conteúdo projetado, ressignificando-o e transformando-o em algo novo. Assim, a instalação In.Fusion propõe uma fusão de natureza, misticismo, arte e tecnologia, em um processo livre e particular para cada visitante.

Outro destaque da programação são as visitas virtuais mediadas promovidas pelo Educativo do museuDe terça a quinta-feira, em dois horários (10h30 e 14h30), o público que sente saudade de ocupar o Museu poderá acompanhar dois roteiros por alguns dos espaços expográficos do MM Gerdau. O roteiro é inspirado nas exposições digitais do perfil do museu no Google Arts & Culture: “Diversidade Mineral”, que apresenta parte do acervo mineral do Museu, e “O Prédio Rosa: patrimônio, memória e arquitetura”, que irão revelar as belezas arquitetônicas de um edifício histórico de 1897.

As visitas têm duração média de 50 minutos e serão traduzidas em LIBRAS, reafirmando o compromisso do museu com a inclusão em suas atividades. A classificação etária é livre e a plataforma utilizada será o Google Meet ou Zoom. Caso a escola ou grupo desejar usar outra plataforma, basta disponibilizar o link.

ÚLTIMOS DIAS DE URUMADO UR – até 16/12

Até o dia 16 de dezembro, o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal participa do Novembro Digital (Novembre Numérique), um festival internacional de culturas digitais organizado pelo Institut Français e pela rede de Alianças Francesas em diversos países. Voltada para o público de todas as idades, o festival apresenta a criação digital nas mais variadas formas: shows, performances, exposições, palestras e debates. Em Belo Horizonte, a Aliança Francesa BH, em parceria com o Serviço de Cooperação e Ação Cultural para o Estado de MG da Embaixada da França, são os responsáveis pela organização do evento, que acontece anualmente.

O Museu participa de um circuito em realidade aumentada (Uramado AR), interligando os equipamentos culturais integrantes do Circuito Liberdade, com o prédio da AFBH, e os equipamentos da UFMG. O MM Gerdau – Museu das Minas participará com a plotagem no vidro lateral do Elevador Panorâmico a partir de 16/11. Ao todo, são 24 figuras. O público será convidado a interagir ao passar pelos prédios por meio de um aplicativo gratuito, que pode ser baixado em todos os aparelhos celulares.

Uramado AR é uma jornada de realidade aumentada criada por Julie Stephen Chheng, que conta a história dos Tanukis (personagens do folclore japonês), os espíritos da floresta que acordam na cidade. Os animais/adesivos são colocados em diferentes lugares, exteriores, mais ou menos ocultos e de tamanhos muito diferentes. Os espectadores são convidados a fazer o download gratuito do Uramado AR, o aplicativo de despertar de Tanukis (no iOS e Android) para iniciar a caça ao tesouro. À medida que os adesivos são descobertos, os espíritos ganham vida, ficam surpresos e questionam o espectador.

Todas as atividades listadas acima são gratuitas. A programação completa do MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal está disponível no Instagram do MM Gerdau (@mmgerdau). As ações têm como proposta dar sequência as atividades promovidas pelo Educativo do Museu, que estabelecem uma sinergia contínua entre os campos das artes, ciência e tecnologia, por meio de atividades que reflitam temas atuais e reverberem iniciativas que evidenciem a valorização da diversidade de expressões culturais e educativas.

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA PARA A RETOMA DO MM GERDAU – MUSEU DAS MINAS E DO METAL:

– Usar a máscara cobrindo nariz e boca;

– Fazer sua medição de temperatura ao entrar;

– Pessoas com temperaturas acima de 37,8C não poderão entrar no prédio;

– Higienizar as mãos ao entrar e ao longo da visita;

– Respeitar a distância de 2 metros entre pessoas;

– Circular respeitando o percurso definido para visita;

– Respeitar a capacidade de pessoas em cada ambiente;

– Não tocar nas exposições;

– Não consumir alimentos e bebidas;

– Trazer apenas o necessário para a visita, o guarda-volumes não estará disponível;

– O elevador estará disponível apenas para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Use as escadas.

:: SOBRE O MM GERDAU O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal ::

|@mmgerdau | 

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrante do Circuito Liberdade desde 2010, é um museu de ciência e tecnologia que apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e da metalurgia. Em 20 áreas expositivas, estão 44 exposições que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências.

O Prédio Rosa da Praça da Liberdade, sede do Museu, foi inaugurado em 1897, juntamente com Belo Horizonte. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA), o edifício passou por meticuloso trabalho de restauro, que constatou que a decoração interna seguiu o gosto afrancesado da época, com vocabulário neoclássico e art nouveau.  O projeto arquitetônico para a nova finalidade do Prédio Rosa, que já foi Secretaria do Interior e da Educação, foi feito por Paulo Mendes da Rocha e a expografia, que usa a tecnologia como aliada da memória e da experiência, é de Marcello Dantas.

O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal é patrocinado pela Gerdau, via lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

 

PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO MM GERDAU – MUSEU DAS MINAS E DO METAL

PROGRAMAÇÃO COMPLETA: @mmgerdau no Instagram

REABERTURA DO MUSEU NO DIA 02/12:

– 02, 03 e 04/12; 16h às 20h;

– 05 e 06/12; 13h às 17h;

– A partir de 10/12: quinta e sexta, das 16h às 20h; sábado, domingos e feriados, das 13h às 17h;

 

Exposição “CoMciência – a partir de 08/12:

Horário de visitação presencial:

– Quinta e sexta, das 16h às 20h;

– sábado, domingos e feriados, das 13h às 17h;

Tradução em LIBRAS disponível para as obras virtuais que compõe a exposição;

 

A partir de 12/12: Instalação “In.Fusion”

Horário de visitação presencial: quinta e sexta, das 16h às 20h; sábado, domingos e feriados, das 13h às 17h;

 

Visitas Mediadas Virtuais:

Quando: às terças e quintas, sempre às 10h30 e 14h30

Duração: aprox. 50 minutos.

Tradução em LIBRAS

Inscrições individuais: abertas até 1 hora antes da visita pelo formulário no link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfdSZ-ZgVVYxN9HC_mDmO2TRUrz66aAa0gMf6UbRDufFh32Jg/viewform

Inscrições para grupos pelo e-mail: educativomm@mmgerdau.org.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here