Isabella Bretz retrata um rio que deságua em um oceano no novo clipe “O Rio e o Medo”

0
216

Assumindo as rédeas do aspecto visual de seu trabalho na música, a cantora e compositora Isabella Bretz revela “O Rio e o Medo”, clipe para faixa que antecipa seu próximo álbum. “Retalho de Mundo” será lançado em breve após um longo processo de produção e maturação, e o primeiro vídeo revela não apenas o lado musical de Bretz, como também seu trabalho visual que assina a direção, roteiro e edição da obra. O clipe está disponível no canal de YouTube da artista.

Assista a “O Rio e o Medo”: https://youtu.be/7MWxrdUCOKs

Isabella já não se lembra se o ano era 2014 ou 2015, mas a sensação permanece intacta. Leu um parágrafo na internet que trouxe arrepios. Era a história de um rio que tremia de medo ao se aproximar da morte, no seu final encontro com o oceano. Aquelas palavras permaneceram em sua mente e geraram uma série de reflexões. O impacto foi grande, fazendo com que ela desejasse que outras pessoas o sentissem também. Decidiu que escreveria uma música inspirada naquela mensagem.

O tempo passou, certo dia pegou o violão e começou a dedilhar. Os primeiros quatro acordes apareceram e ela não conseguia sair deles. Percebeu que o ciclo deveria permanecer, dando a sensação de uma corrida. A letra e a melodia foram aparecendo juntas, reconstruindo a narrativa com mais detalhes, momentos, sensações. A música recebeu o nome de “O Rio e o Medo”, e Isabella começou a tocá-la nos seus shows.

Em preparação para o disco “Retalho de Mundo”, iniciado em 2015, Isabella e o produtor musical, Fernando Braga, convidaram Felipe José para fazer o arranjo. Fernando, que também gravou e mixou o disco, privilegiou a percepção dos elementos do arranjo e trouxe um aspecto mais sombrio à canção, fortalecendo a mensagem. “Eu queria que fosse uma mistura de confusão, intensidade e beleza. E foi exatamente o que o Felipe fez! Gosto da forma criativa como ele manuseia os sons”, diz a compositora.

Mesmo depois de o arranjo ter sido escrito, a produção ainda tomava outros contornos. “Estava ouvindo o ensaio para a gravação e teve um momento em que a baqueta do Yuri Vellasco caiu no chão, gerando um espaço breve sem bateria . Eu achei sensacional e pensei imediatamente que isso deveria ser parte do arranjo. O produtor concordou, falamos com o Yuri e assim ele fez! No clipe, essa diferença foi fundamental”, revela Isabella.

A Operação Escambo, projeto inédito criado por Isabella para levantar recursos para seu disco através da doação de serviços, foi imprescindível para que a música contasse com esses instrumentos. Piano, violão, baixo, bateria, viola, violoncelo, dois saxofones, trompete, trombone, clarinete e baixo acústico, numa dança instigante, são o cenário para essa corrida sem volta do rio.

As cenas do vídeo são de vários lugares, principalmente Brasil e Portugal. Isabella incorporou em “O Rio e o Medo” a faixa de abertura, “Retalho de Mundo”, como se fossem uma só. Para ela, essas mensagens se complementam. Foram pensadas para soarem juntas, sem um ponto de interrupção. Assim, o clipe representa as duas.

“Eu já tinha todo o roteiro em mente e já havia editado alguns vídeos antes. Conversei com minha irmã e meu cunhado, Danielle Bretz e Ricardo Rodrigues, para ver se me ajudavam. A ideia era apenas tentar, se ficasse ruim não usaríamos. Sem ter feito nada parecido antes, mergulhamos no desafio. O resultado me surpreendeu”, revela. Por se tratar do encontro das águas, não poderia faltar uma potente menção à Pororoca.

O clipe de “O Rio e o Medo” já está disponível. O disco “Retalho de Mundo” será lançado em breve e é possível acompanhar as novidades do projeto através do Instagram @bellabretz.

Assista a “O Rio e o Medo”: https://youtu.be/7MWxrdUCOKs

Ficha técnica

Áudio:

Retalho de Mundo

Composição: Isabella Bretz

Produção musical, gravação e mixagem: Fernando Braga

Produção executiva e coprodução musical: Isabella Bretz

Master: Sturla Mio Þórisson

Músicos: Isabella Bretz (voz), Felipe José (mbira), Rodrigo Lana (piano e instrumentos digitais)

O Rio e o Medo

Composição: Isabella Bretz (inspirada em Osho)

Produção musical, gravação e mixagem: Fernando Braga

Produção executiva e coprodução musical: Isabella Bretz

Master: Sturla Mio Þórisson

Arranjo: Felipe José

Músicos: Isabella Bretz (voz e violão), Cinara Motta (baixo elétrico), Yuri Vellasco (bateria),  Rodrigo Lana (piano), Vitor Abreu (viola), Rodrigo Garcia (violoncelo), Elton Brandi (saxofones), Juventino Dias (trompete), Alaécio Martins (trombone), Alexandre Martins (clarinete), Evaristo Bergamini (baixo acústico).

Vídeo:

Direção, roteiro e edição: Isabella Bretz

Imagens: Danielle Bretz, Ricardo Rodrigues, Kelly Lacy, SNS Produções, Taryn Eliott, Stefano Rinaldo

Colorização: Arthur Senra

Letra

O rio e o medo

Isabella Bretz (inspirada em Osho)

Eu corria sem olhar pra trás

Só porque era assim que eu sabia ir

Passava por gente, adulto, criança

Deixava bicho, aldeia, lembrança pra trás

Já não dava mais pra desistir

E eu pensava em tudo que eu carregava

O desalento se impregnava em mim

Eu vivia sem imaginar que amanhã

eu não estaria mais aqui

Eu contorcia, tentava voltar

mas não podia, não, ninguém pode voltar

E sempre que a chuva leve tocava a minha pele

eu desfrutava da paz de ser água também

Eu percebia que o momento chegava

O desalento então grudava em mim

Eu era um rio

envolto em desengano

fadado a desaparecer

Eu era um rio

com um destino insano

fadado a desaparecer no oceano

Vislumbrei à minha frente o que eu temia

fui em frente pois não seria diferente

não podia parar                         

Não pensava mais em nada

atravessava a madrugada

e tudo o que eu carregava

ia desaguar

Eu era um rio

E cometi um engano

Pois na verdade eu me tornei o oceano

Amanheceu

Amanheceu

E o oceano era eu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here