Hans Donner estreia no mercado imobiliário e realiza sonho da juventude

0
357

Após se consagrar como referência internacional do design, ele estreia no mercado imobiliário. Design de edifício de Goiânia terá sua participação

Em 1965, Hans Donner era um jovem morador de Viena, na Áustria, quando se viu diante da necessidade de decidir os rumos que iria traçar em seu futuro profissional. Nascido em Wuppertal, na Alemanha, o estudante cogitou a possibilidade de transformar a paixão pela arquitetura em seu ganha-pão, mas os caminhos da vida o apresentaram à oportunidade de adotar o design gráfico como ofício. A escolha se mostrou acertada nos anos seguintes, quando ele se mudou para o Brasil e logo se transformou em um dos nomes mais celebrados do design internacional, após criar a identidade visual de um dos maiores grupos de comunicação do mundo.
No entanto, a paixão pelas formas e fachadas inventivas de casas e prédios permaneceu viva ao longo de todo esse tempo. Agora, aos 72 anos, “mas com fôlego de 27”, como ele mesmo gosta de frisar, Hans Donner finalmente pode abraçar a arquitetura. Sua estreia acontecerá em Goiânia. Cidade detentora do título de Capital Verde do Brasil, Goiânia aparece em primeiro lugar no ranking das cidades mais arborizadas do país, com cerca de 1.200 árvores espalhadas pela cidade e cerca de 94 m² de área verde por habitante.
“Minha formação é designer gráfico, mas sempre fui apaixonado por arquitetura. Na realidade, eu queria ser arquiteto mesmo sendo designer. O que um arquiteto faz? Ele trabalha com luzes, volumes, formas. E todos os meus trabalhos de design são baseados nestes conceitos. Por isso, eu acredito que tudo o que fiz até hoje me trouxe a este momento, à oportunidade de criar ideias para moradias das pessoas. É o momento mais fantástico da minha vida. E eu não vou trabalhar apenas com formas, mas também com sentimentos. O sentimento em relação ao tempo, à vida e à necessidade de aproveitar o seu tempo”, conta o designer.
Hans foi convidado pela Séren Incorporadora para integrar a equipe que irá desenvolver uma série de cinco residenciais de alto padrão, projetados para se destacar tanto no design quanto na tecnologia. O designer está trabalhando ao lado das arquitetas goianas Ana Gabriela Lins e Iara Luiz Galvão, que estão à frente do escritório Lins Galvão & Arquitetos Associados e assinam o projeto.
A proposta ainda não pode ser revelada, mas ele adianta que, tanto na fachada quanto no interior do prédio, ele está trabalhando para desenvolver aspectos sensoriais e de percepção do tempo. “A minha mensagem será mostrar para as pessoas a importância do tempo. O tempo é muito poderoso e nos ensina a ter persistência e perseverança. Agora, aos 72 anos, o tempo finalmente me deu esta oportunidade de tocar no sentimento das pessoas por meio do lugar onde elas moram. Imagina a sensação de uma pessoa entrar neste edifício e se dar conta de que o tempo ali é diferente, que o ambiente te convida a essa reflexão, a desacelerar”, reflete o designer, que também é autor do notável relógio Onne, que se tornou outra marca de Hans.
Arquitetura sempre presente
Apesar de ter se consagrado como um dos principais nomes do design mundial, Hans nunca se esqueceu da paixão pela arquitetura. Em 1995, o profissional foi convidado a emprestar o seu nome a um empreendimento que seria lançado em São Paulo. No entanto, por não ter voz ativa e não poder participar da concepção do projeto, declinou. O convite acabou lhe instigando a exercitar sua criatividade e ele fez um esboço de um edifício totalmente autoral, com a ajuda da tecnologia de computação gráfica que tanto dominou ao longo da carreira (veja o desenho original produzido em 1995 nos anexos deste e-mail).
“Fiz para mim mesmo e guardei”, conta. Mas se surpreendeu ao constatar que, 25 anos depois, as linhas pensadas por ele nesse exercício privado antecipou uma proposta arquitetônica que se tornaria tendência mundial décadas depois: os prédios giratórios. Tem ele o dom de prever o futuro do design? Hans prefere falar de presente.
“Eu não quero planejar o amanhã. Eu não sou o cara que tem a visão do futuro. O que eu tenho é uma linguagem que remete ao futuro. Eu uso o design para colocar emoção nas formas. As coisas que criei há 20 ou 30 anos possuem, ainda hoje, uma linguagem do futuro, mas não me pergunte sobre o que vai acontecer daqui a 10 anos. As pessoas precisam começar a observar e a apreciar o tempo que elas possuem agora, porque a vida é muito curta”, aconselha Hans.
Novo conceito de empreendimentos de alto padrão
A presença de Hans Donner nos projetos da Séren Incorporadora vai trazer inventividade e elementos únicos para os empreendimentos de alto padrão que serão lançados em Goiânia. Mas a empresa também pretende redefinir o padrão de imóveis com tecnologia embarcada e apresentar soluções que vão elevar ainda mais a vocação de Goiânia para os edifícios de luxo.
A tecnologia faz parte do DNA da empresa, que nasce dentro do grupo goiano MTVK, atuante na indústria da construção há mais de 20 anos e presente em projetos do Centro-Oeste, São Paulo e em Atlanta, Estados Unidos. O primeiro de uma série de cinco lançamentos estará localizado no Setor Marista, um dos mais desejados da capital goiana.
De acordo com ranking da consultoria Urban Systems, Goiânia está entre as 10 melhores cidades brasileiras para se fazer investimentos no mercado imobiliário. O ranking, que analisa critérios como geração de empregos no setor e demanda por novos domicílios nas cidades com mais 100 mil habitantes, aponta Goiânia à frente de cidades como Florianópolis, Salvador e Guarulhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here