Intraempreendedorismo: como inovar dentro das empresas

0
57

Especialista no assunto, Guilherme Miziara fala sobre o tema em palestra no Espaço Conceito BB RJ, nesta sexta-feira (19/11), às 17h

O conceito de empreendedorismo boa parte das pessoas conhece. É a capacidade de identificar problemas e oportunidades, propondo soluções positivas e criativas a partir de um negócio ou projeto pessoal. Mas, e o intraempreendedorismo? O termo, cada vez mais presente no mercado de trabalho, é o ato de empreender dentro de uma organização. Nesta sexta-feira, às 17h, o doutorando em educação e mestre em gestão, Guilherme Miziara, aprofunda o assunto em palestra no Espaço Conceito BB RJ, no CCBB RJ.

A inovação é a grande marca do intraempreendedorismo e acontece quando alguém propõe uma transformação dentro da própria empresa. “O intraempreendedor é aquele que utiliza os recursos da organização na qual trabalha para conseguir melhores resultados e facilitar a vida das pessoas.”, explica Miziara.

Para desenvolver este perfil é preciso mais que uma boa ideia. “De nada adianta pensar em algo genial se a pessoa não souber como colocar em prática”. Nesse sentido, o intraempreendedorismo facilita as coisas já que a própria empresa dispõe dos recursos necessários. “É diferente do empreendedor que precisa investir”, pontua o palestrante.

Na prática

As ideias de um intraempreendedor podem partir de um incômodo pessoal, da equipe de trabalho ou para melhorar a experiência dos clientes. “Um exemplo simples que costumo compartilhar é o das empresas de aplicativo de transporte individual. Quantas pessoas já não esqueceram a chave ou a carteira em casa?! Foi assim que elas pensaram: por quê não levar esses objetos esquecidos até as pessoas?”, conta Miziara.

Outro caso citado pelo especialista é o da fila virtual do Banco do Brasil. “As pessoas não gostam de ficar esperando por atendimento nas agências, então o Banco desenvolveu um aplicativo que permite ao cliente fazer tudo o que ele precisa, enquanto aguarda a sua vez. É uma solução simples e que faz diferença”.

 

Um ponto muito importante para quem deseja se tornar um intraempreendedor é o diálogo. Propor soluções sem investigar se elas serão benéficas para outras áreas da empresa pode ser um tiro no pé. “De repente o setor de vendas promete algo que o de relacionamentos não conseguirá cumprir. Então, o que pode ser bom para uns afeta outros negativamente”.

Para as empresas, os colaboradores com este perfil, são cada vez mais desejados, especialmente no segmento da tecnologia. “Tudo avança muito rápido neste setor e a empresa que não investe em atualização e inovação acaba deixando de existir”, pontua Miziara.

Os interessados em assistir a palestra “Intraempreendedorismo” podem reservar o ingresso no bit.ly/livesespacobb e assistir no canal youtube.com/bancodobrasil. O evento é gratuito.

 

O Espaço Conceito BB

Localizado no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro do Rio, o Espaço Conceito BB reúne a tradição da instituição bancária mais antiga do país com inovação em um modelo único de agência. Além disso, a área serve como ambiente de fomento à troca de conhecimento. O projeto completa um ano neste mês, somando mais de 40 ações, entre cursos, oficinas, palestras presenciais e com transmissão online.

O objetivo maior é inspirar espectadores e estimular que se coloque projetos pessoais e profissionais em prática. Os eventos podem ser acompanhados pela internet, ao vivo, no canal do YouTube do BB. As lives também ficam salvas e já alcançaram mais de 170 mil acessos na plataforma.

Serviço

19/11 (sexta-feira), 17h – BB Ignite: “Intraempreendedorismo”

Site oficial do Espaço Conceito: bb.com.br/espacoconceito

Canal do Youtube com transmissão ao vivo: youtube.com/bancodobrasil

Acesso às lives: http://bit.ly/livesexclusivasbb

Encontro será transmitido no canal youtube.com/bancodobrasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here