Vereador de BH lídera torneio de pôquer no Caribe

0
1175

O Brasil está cada vez mais próximo de retornar à decisão do Main Event do PCA. Único representante do país no torneio, o vereador de Belo Horizonte Léo Burguês (PSL) puxa a fila pelo terceiro dia consecutivo. Após a realização de mais cinco níveis de 90 minutos, o ex-presidente da Câmara possui 4.566.000 fichas, cerca de 187 bbs. Em caso de vitória, ele levará para casa US$ 833 mil.

Apesar da inexperiência em grandes MTTs ao vivo, Léo mostrou que não se desestabiliza com facilidade. No início do Dia 4, em uma mão contra o argentino Fabián Ortíz, o político chegou a perder mais de 1,5 milhão de fichas, o que lhe tirou da primeira posição. Apesar da queda, o mineiro continuou pressionando os seus oponentes, até que no último nível do dia, ele conseguiu puxar diversos potes grandes sem a necessidade de showdowns. Para o site PokerNews, responsável pela cobertura escrita do festival, o estilo de jogo do brasileiro pode ser descrito como “agressivo pouco convencional”. Segundo relatos, quando Léo se envolve em uma mão, sempre há emoção.

Chegar ao Dia 5 no topo não é uma novidade para o Brasil. No ano passado, Eugênio Mattar viveu essa mesma situação, porém ele se despediu do campeonato na mesa semifinal. Ao todo, a 12ª colocação rendeu ao proprietário da Localiza Rent a Car US$ 81.760.

A única ida do Brasil à FT do PCA aconteceu em 2009, quando o curitibano Alexandre Gomes ficou com a quarta posição e US$ 750 mil.

Entre os 18 competidores que Léo vai encontrar no Dia 5, destaque para os profissionais Fabián Ortiz (2.309.000), Stephen Chidwick (1.428.000), Toby Lewis (1.396.000), Tony Gregg (1.091.000), Mike Watson (952.000), Ami Barer (652.000) e Fedor Holz (453.000). Já o paulista Felipe Mojave foi eliminado na 45ª posição. Por seu terceiro ITM no evento, ele faturou US$ 14.900

O Dia 5 acontece na próxima quarta-feira, a partir das 15h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da PokerStars.TV. Os blinds retornam em 12.000/24.000 e antes de 3.000. Confira o chip count:

1. Léo Burguês 4.566.000

2. Randy Kritzer 2.385.000

3. Fabian Ortiz 2.309.000

4. Timothy Ulmer 2.200.000

5. Phillip McAllister 2.152.000

6. David Eldridge 2.100.000

Média do torneio 1.449.474

7. Stephen Chidwick 1.428.000

8. Toby Lewis 1.396.000

9. Ken Demlakian 1.394.000

10. Matt Waxman 1.228.000

11. Tony Gregg 1.091.000

12. Martin McCormick 1.012.000

13. Mike Watson 952.000

14. Paul Gooley 705.000

15. Ami Barer 679.000

16. Vladimir Troyanovskiy 612.000

17. Fabian Chauriye 513.000

18. Fedor Holz 453.000

19. Taylor Paur 400.000

A Cenário Minas entrou em contato com o Vereador Leo Burguês, que é um dos 19 finalistas do PokerStars Caribbean Adventure, um dos maiores campeonatos do mundo.

Por meio do aplicativo Whatsapp, Burguês comentou que nunca nenhum brasileiro ganhou esse campeonato, e que está lá como representante da Associação Mineira de Poker.

Além do aúdio, ele também informou que “Se eu ganhar, vai ser a primeira vez que um brasileiro ganha esse campeonato. Vai ser uma conquista também do Brasil, Minas Gerais e claro, pro Galo doido!!”. Ele também comentou que Ronaldo Fenômeno , Bruno Galhaço , Akari e vários outros profissionais foram o cumprimentar pelo feito inédito (três dias sem ser ultrapassado).

Amanhã ele irá começar o dia com 4.565.000 fichas, enquanto o segundo colocado tem 2.700.000, uma larga vantagem. Faltam apenas mais dois dias de competição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here