TOQUINHO & IVAN LINS Juntos – Participação Especial da cantora Camilla Faustino

0
97

Depois do grande sucesso em março de 2019 no Palácio das Artes-BH com bilheteria esgotada, os artistas Toquinho & Ivan Lins sobem novamente ao palco do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes em única apresentação no dia 10 de março de 2022, quinta-feira às 21h.

Dois grandes nomes da música brasileira se uniram para levar ao público um show memorável. Musicalmente, ambos se completam pela herança melódica baseada na estrutura da Bossa Nova, e a junção de piano e violão que dá ao show uma atmosfera de uma simplicidade sofisticada.

“Depois de todos esses anos, ainda estamos lotando teatros e outros espaços e, apesar de termos estilos diferentes, não foi preciso fazer muitas mudanças para o projeto dar certo. A sintonia aconteceu”, comemora Ivan.

O show traz várias histórias dessa amizade antiga para o palco onde o encontro musical promete muita emoção. “O público vai cantar com a gente”. São mais de 50 anos de amizade e música – conheceram-se em 1971, durante o programa “Som Livre Exportação”, da Rede Globo. Desde então, tocando carreiras independentes, mas sempre mantendo a amizade e o contato.

A parceria para o show nasceu há três anos, depois que Ivan aceitou um convite de Toquinho para improvisarem uma canção em um show em Maceió. Daí para pintar a vontade de continuar e ampliar a parceria foi um pulo.

No setlist estão clássicos como “Tarde em Itapuã”, “Samba de Orly”, “Que Maravilha”, “Aquarela”, “Regra Três”, “Escravo da Alegria”, “O Caderno”, “Samba pra Vinicius”, “Quem Viver Verá”, “Madalena”, “Bandeira do Divino”, “Novo Tempo”, “Vitoriosa”, “Lembra de Mim”, “Começar de Novo”, “Aos Nossos Filhos”, “Desesperar Jamais” e “Cartomante”, além das homenagens a Vinicius de Moraes e Tom Jobim, que sempre fazem o público vibrar junto com os artistas.

Evento com segurança

A Fundação Clóvis Salgado estabeleceu uma série de normas para a volta das atividades de forma segura. Para evitar aglomerações, o teatro contará com sinalização nas áreas externas e internas. O uso de máscaras – tanto para visitantes quanto funcionários – será obrigatório do início ao fim do espetáculo.

De acordo com decreto da prefeitura de Belo Horizonte, publicado no dia 2 de novembro, as casas de espetáculo poderão voltar a receber público de até duas mil pessoas sem a necessidade de impor o distanciamento social. Este evento está flexibilizado para lotação máxima. 

Todos os ambientes do Palácio das Artes serão higienizados diariamente antes da abertura ao público. Também são disponibilizados tapetes para a limpeza de calçados, assim como álcool em gel 70% para desinfecção das mãos. Para garantir maior segurança dos visitantes, a entrada de sacolas, mochilas e afins não é permitida, para diminuir a contaminação dos espaços.

Os frequentadores também deverão seguir recomendações como evitar aglomerar e conversar, manusear telefone celular, ou tocar no rosto durante a permanência no interior do centro cultural; cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar; realizar a higienização das mãos ao entrar e sair do espaço; seguir sempre as instruções dos funcionários e não frequentar o teatro caso apresente qualquer sintoma de resfriado ou gripe.

Sobre Toquinho:

Compositor, intérprete e violonista, Toquinho é conhecido por unir técnicas do erudito e do popular. Já compôs mais de 450 músicas, sendo 120 delas ao lado de Vinícius de Moraes – de quem foi parceiro – e outras tantas com Chico Buarque e Jorge Ben Jor. É considerado internacionalmente um dos grandes nomes da música brasileira.
Antônio Pecci Filho nasceu em São Paulo, em julho de 1946. Gravou cerca de 80 discos, compôs mais de 450 músicas e fez mais de 8 mil shows pelo Brasil e exterior. “Construir acordes e harmonias, fazer música e poesia” é a profissão de Toquinho, que sabe harmonizar também a vida no compasso do prazer, no contraponto entre a paixão e a amizade, a família e os amigos. Dotado de uma natureza lúdica e leve, divertir-se foi sempre seu prato predileto em torno de mesas de bar, restaurante, sinuca. Teve o privilégio de ainda jovem conviver e trabalhar durante dez anos com Vinicius de Moraes, de fazer a trilha sonora da primeira novela de TV a cores (“O bem-amado”) e de fazer o primeiro CD-ROM e o primeiro DVD autorais no Brasil. Além da música, sua paixão é o futebol. Em 2011, Toquinho lançou “Quem viver, verá” (Biscoito Fino), depois de um recesso de oito anos sem gravar canções inéditas. Completou em 2015 cinquenta anos de carreira.

Sobre Ivan Lins
Compositor e músico de primeira linha, Ivan Lins pode se orgulhar não apenas de ter constantemente registrado sua importância na história da música popular brasileira, mas também de ter contribuído para levar a cultura do nosso país para o resto do mundo. Com mais de 35 discos e 400 canções, é um dos compositores mais gravados e conhecidos fora do Brasil. Entre os admiradores e intérpretes de suas músicas, estão as musas do jazz Ella Fitzgerald e Sarah Vaughan, Jane Monheit, Sting e Barbra Streisand. No Brasil, o primeiro sucesso do artista foi “Madalena”, sucesso na voz de Elis Regina. Agraciado com um Grammy de “Melhor Álbum de MPB” em 2009, repetiu o feito em 2015. Suas composições marcam presença nas trilhas sonoras das telenovelas e minisséries brasileiras.

Sobre Camilla Faustino

Camilla Faustino nasceu em Goiânia/GO e canta desde os 4 anos de idade. Aos 8 anos sua mãe passou a inscrevê-la em festivais de música. No primeiro festival que ela participou conquistou o 2º lugar e nos anos subsequentes continuou participando, sempre se classificando em 1º e 2º lugares. Aos 12 anos participou do Programa Gente Inocente da Rede Globo, que lhe rendeu contrato de um ano na emissora. Foi a partir desse primeiro contato com a televisão que Camilla decidiu que seria cantora. Aos 13 anos cantou pela primeira vez em um casamento, aos 15 conheceu um grupo de chorinho e samba e passou a cantar em eventos fechados e bares. Neste momento definiu sua preferência pela MPB. Ganhou notoriedade no estado de Goiás.

Morou em Salvador em 2011, e neste mesmo ano foi convidada para cantar em uma das mais renomadas micaretas da Bahia.

Em 2016, sem muitas expectativas, inscreveu-se no quadro Quem Sabe Canta, do Programa Raul Gil. Levou o prêmio e o título de campeã da primeira temporada.

No SBT conheceu Toquinho, que a convidou para participar em um show dele na Colômbia. O sucesso foi tanto, que continua até hoje cantando e acompanhando Toquinho e seus shows pelo Brasil, América Latina e Europa.

SERVIÇO:

Show: TOQUINHO & IVAN LINS juntos – Participação Especial da cantora Camilla Faustino

Data: 10 de março de 2022 (quinta-feira)

Local: Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro – BH)

Horário: 21h00 – Classificação: Livre

Informações: (31) 3236-7400

Valores: . Plateia I –  R$ 280,00 (inteira) e R$ 140,00 (meia-entrada)
. Plateia II – R$ 250,00 (inteira) e R$ 125,00 (meia-entrada)
. Plateia Superior – R$ 220,00 (inteira) e R$ 110,00 (meia-entrada)
Vendas:  Na bilheteria do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro) e pelo site eventim.com.br

 

Realização: Lana Art´s Produções (Cacau Lana)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here