Silas Velozo lança o livro “A Duração das Avelãs”

0
54

Memórias de autor belo-horizontino combinam poesia e humor

O diário que Silas Velozo escreveu entre os 21 e 29 anos, iniciado na segunda metade dos anos 1970, foi a essência e o suporte na produção de seus dois livros de prosa, cada um com perspectiva distinta. O primeiro, “Olhos Jins”, lançado em 2015, é um romance em forma de diário no qual o autor e compositor mineiro relata suas experiências da juventude e início da idade adulta: as aventuras, viagens, amores, delírios, ensaios sobre política, sexo e filosofia e a relação familiar.

“A Duração das Avelãs”, que está sendo lançado agora, privilegia os atributos da memória: em suas páginas, Silas e sua irmã Vanessa narram, em forma de breves crônicas, a formação de sua família, sua trajetória e sua relação com parentes e amigos. O diário que Silas produziu entre 1977 e 1985 serviu como base para a escrita de “A Duração das Avelãs”, mas as reminiscências do autor ultrapassam as anotações, avançam no tempo e chegam ao século XXI, abarcando meio século da história de sua família belo-horizontina.

O foco de “A Duração das Avelãs” é a evolução da família de Silas Velozo a partir dos anos 1960. No entanto, para compor um retrato amplo deste grupo familiar, Silas resgata também momentos de seus antepassados. “Cante a sua aldeia e cantarás o mundo”, escreveu o autor russo Leon Tolstói. Ao contar sobre sua família, Silas retrata também de alguma forma a vida em Belo Horizonte nos anos de 1960: sua geografia, seu clima, bairros, ruas e pontos obrigatórios e turísticos, como o Mineirão.

“A Duração das Avelãs” é dividido em cinco capítulos: “Infanciaral”, Meninícias”, “Adolescênion”, “Juventúti” e “Epílogrão”. Assim mesmo, pois o jogo de palavras e o abrasileiramento de termos estrangeiros são modos integrantes da escrita de Silas Velozo. O livro traz, ainda, farto material iconográfico, composto por fotografias do acervo da família de Silas e ilustrações (em nanquim e aquarela) feitas por Vanessa, que assina a coautoria do livro. Além das ilustrações, Vanessa escreveu várias passagens dos primeiros capítulos e contribuiu com ideias e palpites na elaboração geral do livro.

Sobre essa participação da irmã, Silas não poupa elogios: “Ela me surpreendeu com sua escrita. Porque Vanessa sempre foi a desenhista da família, nunca se ocupou muito em escrever”, diz o autor. Silas conta que Vanessa sempre atuou como “a guardiã” da ‘memorabilia’ familiar. “Além de se lembrar dos acontecimentos, ela guardou a maioria dos álbuns de fotos dos nossos pais”, explica.

Segundo Silas, a produção de “A Duração das Avelãs” foi um processo muito prazeroso, com mais momentos divertidos que angustiantes. “Tudo aconteceu de maneira fluida, criativa, com lágrimas no meio do caminho, claro. Vanessa escolheu as passagens que preferia contar e me ajudou nos outros textos, confirmando nomes, situações e locais”.

Em uma perspectiva pessoal, “A Duração das Avelãs” é homenagem de ambos aos seus pais, uma consideração, dado que nem sempre, em nossa adolescência e juventude, percebemos a importância deles em nossas vidas. “Eu aprontei muito antes de entender de fato o quanto eles se sacrificaram e cuidaram de nós”, conta o autor. O livro foi esboçado há muito tempo, mas só recentemente Silas conseguiu levá-lo adiante. “Eu havia começado o livro há mais de 20 anos, mas até foi bom retomar a escrita agora, pois ganhei a colaboração da Vanessa”, comemora.

Por isso, o título, “A Duração das Avelãs”, que remete a congraçamento familiar, harmonia. Este nome já existia desde as primeiras anotações, diz o autor: “Nossos pais sempre gostaram de nos apresentar sabores diferentes, e as avelãs têm um gosto especial e marcaram as festas de Natal em nossa casa”, justifica.

Belo-horizontino e pai de dois filhos adultos, Silas Velozo é também compositor, cantor e instrumentista. Tem dois CDs autorais e agora lança nas plataformas digitais “Silão e Tribo Amorosa”, trabalho que reúne composições de seus filhos Amara Veloso e Pedro Veloso quando crianças.

Lançamento online do livro “A Duração das Avelãs”

07 de março – 17 horas

 

Youtube Silas Velozo:

https://www.youtube.com/user/silasvelozo?app=desktop

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here