Sesc Palladium em BH recebe o show “Morada dos Ventos” neste sábado (21)

0
53

Sábado, 21 de abril, será um dia intenso e muito marcante para o jovem cantor Artur Araújo, artista fruto das terras cearenses e que veio fazer morada em solo mineiro. Ele anuncia o show de lançamento do seu primeiro disco autoral, o álbum “Morada dos Ventos”, que tem a capital Belo Horizonte como a primeira cidade a receber a sua turnê, prevista para circular por cidades do eixo Rio – SP, além de Fortaleza, no Ceará, onde o artista iniciou a sua carreira.

O show tem como origem o disco que foi lançado em janeiro deste ano em todo o país e nas plataformas digitais, contando com dez faixas inéditas e participações especiais de Toninho Horta, Bárbara Barcellos, Mariana Nunes, Beto Lopes, dentre outros nomes do cenário musical mineiro. No entanto, para quem conferir o show de Artur Araújo, além das dez canções que integram o disco “Morada dos Ventos”, serão apresentadas também canções surpresas dentro do repertório.

“Guardei para mim este sonho de ter um disco, na certeza de que um dia iria colocá-lo em produção. É claro que levou-se um tempo, mas tão logo foi ganhando sentido, moldes e um resultado de primeiríssima qualidade. O Morada dos Ventos conta com o apoio de excelentes profissionais e convidados que tenho um imenso carinho”, declara Artur que ainda relata de uma forma emocionante: “Hoje, posso dizer que tenho o meu disco físico em mãos, algo não mais tão comum na atualidade, devido a digitalização do mercado fonográfico. Mas, é exatamente este motivo que faz o disco ganhar ainda mais valor para quem deseja ouvir, para quem deseja presentear, para quem simplesmente ama apreciar a arte de uma capa, do seu encarte e de toda essa magia por trás da informação do trabalho completo de um artista. O resultado ficou lindo, espero que ele continue abrindo portas, assim como tem sido desde que anunciei o lançamento”.

Artur ainda relata o significado de escolher a capital mineira para a primeira apresentação de sua turnê: “Esse show em Belo Horizonte representa para mim a conclusão de um ciclo que se iniciou há basicamente um ano atrás, e agora apresenta seu produto final para uma plateia num período de reerguimento do setor artístico e cultural’’.

Quer saber como é o som do Artur Araújo? Ouça agora “Morada dos Ventos”, clicando aqui!

A música que dá nome ao projeto, Morada dos Ventos, composição de Artur Araújo com participação do acordeonista Christiano Caldas é a “menina dos olhos” do cantor e compositor, por ter sido a faixa que mais exigiu durante o processo de edição e mixagem, pois foi gravada com takes “livres” de alguns instrumentos, tendo cada instrumento a sua perfeita sonorização. 

O artista pontua também que a faixa “Jangadas e Trens”, gravada em parceria com Thales Mendonça é o ponto de partida do disco, por ter sido a primeira canção composta em sua recém chegada a Minas Gerais, no ano de 2014. No disco, essa faixa contou com a participação especial da cantora mineira Bárbara Barcellos, o solo de trombone por João Machala, além de ter o arranjo para sopros feito pelo próprio Artur em parceria com o guitarrista do disco, Lucas de Mello. 

Canção ‘Belo Horizonte’ abriu horizontes para o cantor

No entanto, é a música “Belo Horizonte” que ganhou a projeção inicial de anúncio do disco com o lançamento prévio do single em outubro do ano passado. A música é uma composição de Artur Araújo com Edelson Pantera, e tem a direção artística e participação especial do cantor e guitarrista Toninho Horta. Tamanha aceitação do público originou em matérias pela imprensa nacional, além de resenhas dos mais renomados colunistas de música do país. 

A campanha do artista de pré-lançamento teve ainda a divulgação do single posterior “Nas Entrelinhas”, uma coprodução de Lucas de Moro e Lucas de Mello, com a participação da vibrafonista Natália Mitre.

Show de lançamento no Sesc Palladium

O show será realizado no dia 21 de maio, no Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro), em único horário às 19h30, com ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). E contará com as participações especiais de Beto Lopes, Pedro Morais, Thanya Canela e Laura Januzzi. Já na banda, apresentam-se ao lado de Artur Araújo, os integrantes: Cyrano Almeida (Bateria), André Siqueira (Flauta), Luadson Constancio (Teclado), Lucas de Mello (Guitarra) e Nathan Morais (Contrabaixo). 

“Pra ser sincero, não consigo escolher apenas uma música como a minha predileta desse álbum. Acho que “Jangadas e Trens” me marca profundamente, por se tratar da minha chegada aqui em Minas. Um jovem cheio de sonhos, com um vigor delicioso de se jogar e viver coisas novas em um lugar novo”, diz o compositor, orgulhoso.

E para quem estranhou o fato de Artur Araújo ser um artista cearense vivendo em Belo Horizonte, é que o jovem rapaz sempre foi um admirador do cancioneiro do Clube da Esquina, movimento musical que completa 50 anos neste ano. além de ter se apaixonado por Minas Gerais, do qual já residiu por três anos na cidade histórica de Ouro Preto, e hoje é radicado na capital mineira há cinco anos.

Das andanças que partem do cearense de Sobral até a ‘terra do pão de queijo’, Artur já se apresentou por palcos abençoados, como é o caso do Beco das Garrafas, na cidade do Rio de Janeiro, casa onde a icônica Elis Regina iniciou a sua carreira. Dos outros locais que já receberam as apresentações do cantor, estão o Teatro de Câmara do Cine Vallourec, Teatro Sesc Iracema, Teatro São João, localizado em sua terra natal Sobral/CE, além da Casa da Ópera, em Ouro Preto, espaço de singular valor artístico e patrimônio da cultura nacional. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here