Festival de Teatro vai popularizar a Casa da Ópera em Ouro Preto

0
59

Comédias para crianças e adultos e apresentações musicais ocupam o monumento histórico de sexta (27/5) a domingo (29/5)

O Festival de Popularização do Teatro de Ouro Preto realizará a sua segunda edição no último fim de semana de maio, entre os dias 27 (sexta) e 29 (domingo). O palco será a histórica Casa da Ópera, um dos monumentos mais visitados do patrimônio cultural de Ouro Preto. Desta vez, a imponência da construção deverá se abrir à popularização do público, com uma programação totalmente gratuita de comédias teatrais e apresentações musicais.

Com o apelo do humor e os cortejos ao ar livre, em frente ao teatro, o Festival convida espectadores de áreas periféricas da cidade e região a desfrutarem da programação – inclusive aqueles que nunca tenham entrado na Casa da Ópera até hoje.

“Há uma parte da população da cidade que nunca entrou na Casa da Ópera. A programação cultural não chega até eles, por motivos variados, como falta de informação, dificuldade de transporte, preço de ingresso, entre outros. Nós queremos popularizar a Casa da Ópera trazendo esse público, e para isso escolhemos as comédias”, comenta Leandro Borba, idealizador do Festival.

As charmosas jardineiras dos anos 1930 e 1970, que já circulam pela cidade histórica em linha de turismo, vão transportar cerca de 180 alunos da rede municipal de ensino de Ouro Preto. Ônibus também vão buscar crianças moradoras dos distritos de Santa Rita, Lavras Novas e Antônio Pereira, para ocuparem seus lugares na plateia. Tradução em libras e monitor para cegos garantem que a experiência seja acessível a um público mais plural.

Com patrocínio da J. Mendes, por meio do Ministério do Turismo, e coordenação do comediante Leandro Borba e do gestor cultural Gilson Fernandes, o Festival retorna à cidade mineira após uma primeira edição em 2019. A abertura será guiada pelo cortejo Barroco Jazz – nos dias seguintes, os cortejos Tambor de Sambapreto e Zé Pereira Club dos Lacaios assumem as festividades.

O 2º Festival de Popularização do Teatro de Ouro Preto oferece aos espectadores 7 comédias, escolhidas entre 381 espetáculos inscritos de diversas regiões do país. Entre as peças, “Maio, Antes que Você me Esqueça” e “Como Desencalhar Depois dos 30” abrem as portas da Casa da Ópera na sexta (27), às 19h e 21h, respectivamente. No sábado, o público encontra “Guara-pa-rir”, às 19h, e “Comi uma Galinha e Tô Pagando o Pato”, às 21h. E, para fechar, no domingo, as sessões começam mais cedo, às 16h, com o infantil “Os Três Porquinhos”, seguido por “Desculpe Qualquer Coisa”, às 18h, e “Irmã Selma”, às 20h. Confira a programação completa ao fim.

A Casa da Ópera

Primeiro teatro do Brasil, inaugurado em 1770, e o mais antigo em funcionamento de toda a América Latina, o Teatro Municipal Casa da Ópera, localizado no Circuito do Ouro, em frente à Igreja de Nossa Senhora do Carmo, é um dos espaços mais emblemáticos da cidade de Ouro Preto. A arquitetura barroca, construída por João de Souza Lisboa, tinha como característica uma teatralidade exacerbada, numa época em que as festas mineiras eram realizadas como grandes espetáculos.

Essa opulência barroca enche os olhos de quem visita o local até hoje e compõe um cenário suntuoso para apresentações cênicas e musicais desde a época em que as peças escritas pelo poeta e dramaturgo inconfidente Claudio Manoel da Costa faziam sucesso nos três pisos da plateia. Camarotes, frisas e galerias podem receber até 300 espectadores.

 

Quem faz o Festival de Popularização do Teatro de Ouro Preto?

Leandro Borba, ouro-pretano de 33 anos, é graduado em Ciências Econômicas pela UFOP e atua desde 2013 como produtor cultural, diretor, comediante e influencer. Idealizou e produz conteúdo para a rede social Enquanto isso em Ouro Preto, pela qual palestrou no Social Media Week São Paulo, em 2015, com o tema “Como criar uma rede social de humor para uma cidade”.

Personagem atuante no cotidiano da cidade de Ouro Preto, seus vídeos para internet já somaram mais de 5 milhões de visualizações. Pioneiro do humor para redes sociais locais, seus memes já se tornaram notícias em território nacional, como o da Lixeira Fantasma, entre outros.

Já produziu mais de 50 espetáculos de cunhos humorístico e infantil entre as cidades de Ouro Preto e Mariana com Pedro Bismarck, Saulo Laranjeira, Geraldo Magela, Diogo Portugal, Mauricio Manfrini, entre outros.

Idealizador e Coordenador Geral do Festival de Popularização do Teatro de Ouro Preto, que teve a sua primeira edição realizada em 2019 e agora acontecerá no mês de maio deste ano.

 

Gilson Fernandes, itabiritense de 37 anos, é mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com graduação em Jornalismo e Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Atuou como Secretário de Turismo, Indústria e Comércio na Prefeitura Municipal de Ouro Preto, em 2015 e 2016.

Gestor cultural e fundador da Holofote Cultural desde 2012, tendo produziu mais de 260 shows, dez discos, 15 festivais e outras produções artísticas. Entre algumas atividades desenvolvidas, destacam-se a elaboração do “Festival da Canção Todos os Sons” (2019), com patrocínio Oi; “Turnê Boleros – Uma História de Amor” (2017) com patrocínio da Cemig; “Festival da Canção Som Plural” (2017), com patrocínio da Oi; e, “Turnê do grupo São Gonçalo do Bação” (2016), pelo Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais.

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

Sexta, 27 de maio

18h30 – Cortejo Barroco Jazz

19h00 – “Maio, antes que você me esqueça”, de Ilvio Amaral e Maurício Canguçu

21h00 – “Como desencalhar despois dos 30”, de Breno Gagliardi, com Chris Geburah

 

Sábado, 28 de maio

18h30 – Cortejo Tambor de Sambapreto

19h00 – “Guara-pa-rir”, de Kayete e Guilherme Oliveira

20h30 – “Pocket show Geraldo Pessoa”

21h00 – “Comi uma Galinha e Tô Pagando o Pato”, de Carlos Nunes)

 

Domingo, 29 de maio

15h30 – Cortejo Zé Pereira Club dos Lacaios

16h00 – “Os Três Porquinhos”, da Associação Cultural Casa Laboratório

18h00 – Desculpa Qualquer Coisa

20h00 – “Irmã Selma”, de Octávio Mendes (ex-integrante da “Praça é Nossa”)

 

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

 

Link para o drive com fotos

Site do evento

http://festivaldeteatroop.com.br/

Nas redes:

@festivaldeteatroop

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here