Desemprego: Empreendedor dá dicas para ganhar renda extra pela internet

0
1018

O número de desempregados no Brasil voltou ao patamar de 14 milhões de pessoas. De acordo com o IBGE, a taxa foi de 14,1% entre setembro e novembro de 2020. Os dados são da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE.

Na comparação com os meses anteriores (junho a agosto), o cenário é de estabilidade (14,4%). Quando os dados são comparados com 2019, no entanto, a diferença é de quase três pontos percentuais (11,2%).

Mesmo com uma ligeira melhora nos indicadores, com a pandemia muitas pessoas que trabalhavam por conta própria perderam suas fontes de renda.

Por isso, conversamos com o especialista em tecnologia e fundador da plataforma de serviços Sem Patrão, Nelson Júnior, sobre como ganhar dinheiro mesmo no cenário de crise.

Confira.

Comece

Muitas pessoas fazem milhares de planos para empreender, mas a verdade é que de nada adianta se os projetos não forem colocados em prática. Não espere o momento perfeito para começar. Isso, porém, não significa que não é preciso ter planejamento. Procure se informar sobre os custos, tributos e aprenda a organizar as finanças da empresa.

“Muitos empresários começam com pouco dinheiro e isso prejudica o início do negócio, pois nem sempre é possível conseguir muitos clientes no início. Se possível, comece com uma reserva financeira ou crie uma ao longo do tempo”, explica Nelson.

Plataformas

Para vender na internet é necessário estar integrado a uma plataforma, seja ela rede social ou marketplace. Estude a linguagem utilizada em cada uma delas e ofereça seus produtos ou serviços transparecendo excelência. Neste sentido, criar um portfólio ou site com boa aparência pode fazer toda a diferença. De acordo com Nelson, também é preciso estar atento ao que o público quer e que nem sempre “viralização” significa muitas vendas.

“Isso acontece exatamente por conta do público-alvo. Não se preocupe em receber muitas visualizações. Você não está no Youtube produzindo conteúdo. Procure pensar com a cabeça do cliente e responder as perguntas que ele faria caso estivesse comprando algo da sua loja. Responda esses questionamentos em cada anúncio que fizer”.

Serviços

Na internet existem milhares de dicas para quem quer empreender com e-commerce, mas pouca coisa para prestadores de serviços. Neste caso, caso a pessoa já possua alguma habilidade como produção de textos, SEO, marketing digital ou até mesmo produção de artigos de madeira, é preciso procurar locais de divulgação.

Plataformas como as do Sem Patrão (que é gratuita) oferecem essa possibilidade. Existem outras semelhantes no mercado como Workana e GetNinjas, mas, em geral, cobram para dar destaque ao prestador de serviços.

Dupla jornada

Empreender pela internet permite fazer dupla jornada, ou seja, trabalhar e ter a empresa ao mesmo tempo. Claro que isso será possível somente no início do negócio, quando os pedidos e demandas ainda forem bem poucos. Com o tempo, você precisará se estruturar para crescer e atender os clientes com excelência.

“Neste sentido, o planejamento financeiro e de negócios é fundamental para que você saiba onde está e onde quer chegar. Não adianta começar no improviso sem se preocupar com a profissionalização da empresa”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here