Crowdfunding: Plataforma mineira é pioneira

0
395

Evoé mescla apoio por lei de incentivo e independente

O financiamento coletivo é uma prática antiga e muito atual. Nos últimos anos, devido à crise econômica e à emergência da economia criativa, essa forma de financiamento tem se popularizado entre aqueles indivíduos e empresas que precisam transformar um projeto em realidade, mas não tem os recursos necessários para isso. Nesse sentido, com o advento tecnológico, o custeamento passou a ser virtual. Surgiram plataformas de financiamento coletivo que intermediam o financiamento, entre criadores e apoiadores, conhecidas por Crowdfunding.

A Evoé é uma dessa plataformas, que atua para promover o desenvolvimento, a sustentabilidade, a criação de comunidade e a difusão da economia criativa e compartilhada junto com os projetos, indo além da arrecadação. Um dos seus diferenciais é ser a única empresa a aceitar projetos aprovados pela Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet.

Em 2018, cerca de R$1,5 bilhões de reais foram captados pela lei. Levando em consideração que 84% dos brasileiros que fazem a declaração completa não sabem que podem destinar parte do imposto para doação e que apenas 1/4 dos projetos aprovados em Leis de Incentivo conseguem financiamento, a Evoé além de instruir com tutoriais de como declarar o apoio ao criador e como realizar a destinação dos impostos para doação de projetos que participam da plataforma e disponibiliza conteúdos relevantes para o apoiador.

A empresária e idealizadora da Evoé, Bruna Kassab, atenta a necessidade de mercado explica como surgiu a ideia de criar a plataforma: ”Falta de recursos, equipe e inexperiência nos impediam de desvendar o incerto caminho da produção cultural e empreendedorismo criativo. Por meio de cursos e pesquisas na internet descobrimos as possibilidades de leis de incentivo, a potência do crowdfunding e o poder das conexões. Resolvemos misturar tudo isso em uma proposta: a Evoé. Assim, escolhemos trabalhar nela porque ela oferece soluções para nossas próprias dificuldades. ” Comenta Bruna.

Tipos de financiamentos dentro da plataforma 

Cada plataforma trabalha com um determinado formato de arrecadação e destinação do dinheiro. A Evoé trabalha com três opções: flexível, recorrente e tudo ou nada, escolha a que mais faz sentido para seu projeto.

O recorrente é a melhor opção se o seu projeto possui atuação contínua, todos os meses o apoiador contribui para que a iniciativa continue a existir. O tudo ou nada é para quando seu projeto não alcançar os 100% da meta, neste caso é devolvido o dinheiro integralmente para cada apoiador. Já o flexível, independente de alcançar a meta ou não, seu projeto receberá o valor arrecadado e você será responsável pela distribuição das recompensas. É fundamental entender como cada um desses formatos funcionam antes de começar uma campanha online.

Quem pode investir?

Todo cidadão que faz declaração completa de I.R. pode destinar até 6% de seu imposto devido para projetos culturais, pessoas jurídicas que declaram Lucro Real podem até 4%.

Para conhecer um pouco mais da Evoé, colaborar com um projeto ou apresentar uma ideia, acesse https://evoe.cc

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here