4 Tendências de Criptomoedas Para 2022

0
387

Desde o surgimento do bitcoin, em 2009, muito se discute sobre as criptomoedas e o avanço tecnológico proporcionado por estes ativos digitais. Nos últimos anos, as criptomoedas atingiram marcos importantíssimos de capitalização de mercado, tecnologias e soluções desenvolvidas, superando a desconfiança de grande parte dos investidores e se fortalecendo ainda mais no cenário econômico mundial. Com base nisso, serão apresentadas a seguir 4 tendências que estão diretamente relacionadas com as criptomoedas para o ano de 2022, destacado a importância já adquirida por estas tendências e suas projeções para este ano.

NFTs: Sem dúvidas, um dos assuntos mais comentados em 2021 foram os NFTs. A sigla, utilizada para representar os tokens não fungíveis, certamente foi abordada por investidores e grandes portais do mundo durante o último ano. Usados para conferir propriedade às obras digitais, músicas e games, os NFTs podem crescer ainda mais durante 2022 e movimentar não só o setor de criptomoedas, mas também a arte e o desenvolvimento de games NFT, que podem utilizar a tecnologia disponível para aumentar a lucratividade do setor. Exemplos de movimentações envolvendo NFTs não faltam, como é o caso das obras da coleção Bored Ape Yacht Club, que foram adquiridas em transações milionárias por famosos como Neymar, Justin Bieber e Madonna.

Metaverso: Outra área que teve um crescimento expressivo e movimentou muito dinheiro durante o ano de 2021 foram os metaversos. Os metaversos podem ser entendidos como uma nova e inovadora camada da realidade, misturando o mundos real e virtual. Com um ambiente realista e imersivo, os metaversos estão diretamente relacionados com os NFTs e as criptomoedas em geral, sendo procuradas por investidores e empresas de nível mundial, como a Nike e o Facebook. Tamanha a relevância dos metaversos, em novembro de 2021 um terreno virtual no metaverso da Decentraland, um dos mais populares da atualidade, foi vendido pelo valor de US$ 2,4 milhões! Para 2022, a tendência de crescimento dos metaversos e seus ativos é ainda maior, com a entrada de novos grupos e empresas, como a Heineken, que será a primeira empresa a vender cerveja virtual no universo do Decentraland!

Aplicativos descentralizados: Mais uma tendência que está fortemente relacionada com as criptomoedas e suas tecnologias são os aplicativos descentralizados. Um dos pontos mais discutidos quando se trata de criptomoedas é a descentralização, que é vista por alguns investidores de maneira positiva e de forma negativa pela outra parte. Os aplicativos descentralizados, também conhecidos como dApps, são uma aplicação extremamente positiva da descentralização, uma vez que estes aplicativos permitem a solução de problemas do nosso cotidiano de uma forma prática e descentralizada, com o auxílio da tecnologia blockchain. Em função destes benefícios, os aplicativos descentralizados e as blockchains que permitem o desenvolvimentos destes apps possuem muita expectativa de crescimento para 2022, se consolidando na economia global e trazendo ainda mais importância para as criptomoedas.

Tokens de crédito de carbono: Há algumas décadas, a preservação ambiental é debatida em todo o planeta, visto que se trata de uma condição necessária para a nossa sobrevivência. Com isso, são discutidas alternativas e projetos para preservar o meio ambiente, e esta necessidade ganha ainda mais destaque no setor de criptomoedas, uma vez que a mineração de criptomoedas é um processo com altíssimo consumo energético e pode ser um dos responsáveis pela poluição quando a energia utilizada é oriunda de termoelétricas e fontes não renováveis. Os tokens de créditos de carbono, como a MOSS (MCO2), permite o investimento em tokens lastreados em créditos de carbono, que são utilizados para a compensação dos gases gerados pelo efeito estufa. Assim, ao adquirir estes tokens, o usuário estará investindo em projetos que possuem o objetivo de proteger o meio ambiente e as comunidades florestais. Dada a importância da diminuição da Pegada de Carbono e da facilidade de aquisição destes tokens, os créditos de carbono possuem um potencial de crescimento interessante para 2022.

Desta maneira, foram apresentadas 4 tendências muito interessantes que estão diretamente relacionadas com as criptomoedas para o ano de 2022. Obviamente, quando falamos de criptomoedas, existem ainda diversas outras tendências econômicas, políticas e tecnológicas que podem ser destacadas, mas as 4 selecionadas e destacadas possuem muita expectativa para o ano de 2022, podendo elevar o já consolidado mercado de criptomoedas a níveis ainda mais altos, ao mesmo tempo em que disponibiliza soluções descentralizadas e eficientes para diverso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here