Espírito motoqueiro chega às passarelas de Paris

0
942

Botas e jaquetas de couro: o espírito motoqueiro “Easy Rider” reinou nesta quinta-feira nas passarelas parisienses do prêt-à-porter feminino para o próximo outono-inverno

Botas e jaquetas de couro: o espírito motoqueiro “Easy Rider” reinou nesta quinta-feira nas passarelas parisienses do prêt-à-porter feminino para o próximo outono-inverno.

No desfile da Chloé, o espírito sempre boêmio que caracteriza a diretora artística Clare Waight Keller volta para essa coleção com profusão de babados e efeitos de transparência.

A leveza contrasta com os grandes pulôveres e calças pantacourt (na altura da panturrilha) de couro com costura aparente dos conjuntos de motociclista.

A estilista britânica se inspirou na jornalista e escritora francesa Anne-France Dautheville, que mergulhou no mundo do motociclismo nos anos 1970.

A passarela se transformou em estrada em um convite para viajar. Mulheres com grandes ponchos indianos, capas e túnicas hippy com mangas amplas percorriam o lugar com suas botas sem salto.

A tendência motoqueira, vista em Anthony Vaccarello na terça-feira passada, também apareceu no desfile de Paco Rabanne, com chamas desenhadas nos ombros de uma jaqueta acetinada ou sobre uma camiseta.

Quatro looks dessa coleção do diretor artístico Julien Dossena foram colocados imediatamente à venda.

Fechos, cintos e suspensórios de inspiração esportiva apareceram na coleção da Carven. As saias são curtas, de cintura alta e usadas com botas de cadarço.

Amplos coletes com gola de pele são usados sobre jaquetas curtas. Uma alternativa é se envolver em um xale de franjas. A calça chega muito acima dos tornozelos e a blusa de gola alta é obrigatória.

Os casulos de Rick Owens

Calças jeans diretamente desembarcadas do oeste americano chegaram ao colorido desfile de Manish Arora, que contou com a participação de amigas alternando com modelos profissionais. A estilista Chantal Thomass, a artista plástica Sophie Calle e a fotógrafa Ellen von Unwerth desfilaram na coleção chamada de “Hell’s Belles”.

“O tema era o folclore norte-americano, com um toque de inspiração africana”, disse Arora após o desfile.

Os conjuntos com estampas étnicas, os pompons e babados apareceram combinados com botas de vaqueiro.”É mais louco que de costume. Me propus fazer uma coleção louca”, disse o estilista.

O próximo inverno será rude segundo Rick Owens, que apresentou seu desfile em um cenário de estacionamento cimentado no porão do Palais de Tokyo, em Paris.

Para enfrentar esse entorno hostil, o estilista americano mostrou casacos com pregas de materiais variados em uma coleção em que reinou a malha de lã mohair.

Os penteados cobrem por completo o rosto da mulher, como uma cápsula protetora que lembra os casulos de seda.

Branco, cinza perolado e chocolate dominam a paleta de cores dessa coleção pós-apocalíptica, com toques de verde água. Botas de couro de cano acima dos joelhos aparecem com solas grossas e amplas de inspiração japonesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here