Novo empreendimento imobiliário de Nova Lima inova na integração de serviços e prioriza a sustentabilidade

0
54

Empreendimento que tem como premissas principais a sustentabilidade e a integração de serviços, o Himalaya Town Center reúne no mesmo espaço torres residenciais e corporativas, studio de apartamentos, hospital (do grupo Oncoclínicas), shopping center, centro de convenções, teatro de arena, praça com 20 mil m2 de jardins e pista de corrida de 1 km de extensão, além de um estacionamento para 2.500 veículos.

Localizado na Alameda Oscar Niemeyer, no bairro Vila da Serra (Nova Lima), o empreendimento, planejado pela Everest Empreendimentos, receberá aportes da ordem de R$ 1 bilhão e conta com os seguintes investidores: Cedro Participações, Makalu Participações, Somar 4 e Fumec, além da própria Everest.

Um dos destaques do Himalaya Town Center é o conceito mixed use, orientado para pedestres e que lança mão da arquitetura como elemento de expressão do complexo, que contará com várias opções dedicadas ao lazer e à atividade física, uma carência atual do Vila da Serra e entorno. Outro destaque do empreendimento será a sustentabilidade. “O Himalaya terá uma estação de tratamento de esgoto própria com reuso do efluente tratado e mecanismos para redução de consumo de água e energia”, explica o presidente da Everest, Eduardo Gribel.

Durante as obras, a previsão é que sejam gerados cerca de 2.500 empregos diretos. Em termos de impostos, a estimativa é de um recolhimento de R$ 3 milhões para o município e R$ 10 milhões para os governos estadual e federal, anuais.

O projeto foi apresentado, em março passado, para autoridades do município de Nova Lima, Belo Horizonte e do Governo do Estado, que incluiu o prefeito de Nova Lima, João Marcelo Dieguez Pereira; o presidente da Câmara dos Vereadores de Nova Lima, Anísio Clemente Filho; e o secretário-adjunto do Governo de Minas Gerais, Gustavo Corrêa, entre outras lideranças e empresários.

Mobilidade urbana

Para mitigar os impactos que o empreendimento causará no trânsito da região, Eduardo Gribel apresentou propostas que promovem melhoria substancial das condições operacionais de trânsito na região, considerando reserva de capacidade viária que poderá absorver parte do crescimento vegetativo da região. Estas propostas independem e não interferem a qualquer tipo de solução que seja dado para o leito da linha férrea localizado na divisa entre Nova Lima e Belo Horizonte.

Uma delas é o alargamento da MG-030 abaixo da linha férrea, que contará também com um viaduto ligando a rodovia estadual à BR-356. Dessa forma, quem quiser ir para a rodovia federal em direção ao bairro Jardim Canadá, Anel Rodoviário ou Rio de Janeiro não vai mais precisar fazer o retorno no trevo do BH Shopping, reduzindo, de forma considerável, o grande fluxo de veículos que hoje é registrado no trevo em boa parte do dia.

No momento, o empreendimento vem trabalhando na obtenção das licenças e aprovações necessárias à implantação e operação do complexo, com parte dos processos já concluídos. A previsão é que as demais autorizações legais sejam obtidas nos próximos meses, com a primeira fase das obras sendo iniciadas no segundo semestre deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here