Vinícola Aurora aposta em produtos premium e crescimento nas vendas chega a 65% desde 2019

0
28

Líder de mercado de vinhos finos brasileiros no país dobrou a elaboração e comercialização de rótulos de maior valor agregado na última década. Investimentos que iniciam no vinhedo incluem pesquisas e reposicionamento de marca

Desde que lançou o seu primeiro vinho premium, em 1991, a Vinícola Aurora tem apostado cada vez mais em produtos de valor agregado. Foi com o Millésime, um Cabernet Sauvignon, que a maior cooperativa vinícola do país abriu as portas para a elaboração de rótulos que traduzem a evolução e a versatilidade do vinho fino brasileiro, seja em tintos, brancos, rosés ou espumantes.

O resultado é que nos últimos três anos a empresa registrou um crescimento de 65% nas comercializações de vinhos premium e super premium. A lista de rótulos inclui desde os últimos lançamentos, como as linhas Gioia e Gran Reserva, passa pelo ícone Millésime até os vinhos com Indicação de Procedência (IP) Pinto Bandeira e a série Pequenas Partilhas. Por último, mas não menos especiais, a empresa ainda apresentou produtos de Edição Única, o Riesling Safra 2014 e o Viognier 2020.

O diretor superintendente da Vinícola Aurora, Hermínio Ficagna, afirma que a pandemia acelerou ainda mais o mercado dos vinhos de faixas de preço mais elevadas. Segundo ele, durante o período de restrições de circulação e de eventos sociais, os consumidores deixaram de ir a restaurantes e passaram a consumir produtos de maior valor agregado em casa.

 

“O público passou a ter acesso mais facilitado em supermercados, e-commerces e lojas especializadas. Com o mesmo valor que ele poderia adquirir uma garrafa no restaurante, ele comprava duas nestes pontos de venda. Isso ajudou a ampliar o consumo deste tipo de produto no país”, acredita o dirigente.

Ficagna destaca que a Aurora dobrou a elaboração destes tipos de bebidas na última década, reforçando ainda mais a liderança no segmento de vinhos finos brasileiros no país. Hoje, os vinhos e espumantes premium e super premium representam cerca de 10% do total de vinhos finos da empresa, percentual que deverá aumentar nos próximos anos.

 

“Teremos muitas novidades em breve. Novas safras de vinhos ícones, edições únicas, outras de apenas 300 garrafas de um determinado vinho e novas origens para vinhos premium. Além disso, passamos a ter um canal de e-commerce próprio que também vai ajudar no atendimento deste consumidor”, adianta Ficagna.

Os produtos premium e super premium da Vinícola Aurora também são vendidos em alguns supermercados, em lojas especializadas, e-commerces parceiros e no varejo da cooperativa, na Matriz e no Vale do Vinhedos, em Bento Gonçalves, e na unidade de Pinto Bandeira. O Edição Única Viognier 2020 – único exemplar da linha ainda disponível – tem venda exclusiva nas lojas da Aurora.

Mercado de vinhos em expansão           

Segundo dados da Ideal Consulting, o mercado de vinhos no Brasil ampliou 27% de 2019 até 2021. Somente no ano passado foram 489,2 milhões de litros de vendidos entre rótulos brasileiros e importados, o que fez com que o consumo per capita passasse de 2 para 2,8 litros no país.

Nos últimos 5 anos, entre 2017 e 2021, o mercado premium teve um crescimento médio de 5% e o de super premium de 20% ao ano. Em 2021, o incremento foi de 27% nos vinhos premium e de 48% nos super premium, em relação a 2020.

Outro levantamento que chama a atenção é que, de acordo com informações compiladas pela Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul (ABS/RS), de 2020 a 2021, o número de apreciadores corriqueiros de vinhos saltou de 39 milhões para 51 milhões de pessoas no país.

“É muito importante este aumento na base de consumo, pois o que percebemos é uma evolução na exigência de quem inicia como um apreciador de vinhos de mesa ou de entrada e vai aos poucos passando a consumir produtos de maior valor agregado. Com a melhora dos processos, investimento pesado em tecnologia e inovação enológica. A tendência é que toda a categoria de vinhos finos cresça ainda mais em qualidade e padrão. A linha premium é um norte a ser buscado dia após dia. Sempre tem melhorias a serem alcançadas, e ao alcançar buscamos mais evolução”, opina o enólogo-chefe da Aurora, Flavio Zilio.

 

Cuidado que começa no vinhedo

Na busca por ampliar a participação neste mercado, a Vinícola Aurora tem investido em novas variedades, áreas de produção e na continuidade do acompanhamento aos mais de 1,1 mil pequenos produtores associados.

Zilio explica que o trabalho começa com o acompanhamento da matéria-prima, em todos os ciclos da videira, passa pelo agendamento do recebimento da uva até o momento em que iniciam os processos de elaboração.

“É quando é feita a remontagem, a delestagem, controle de temperatura com maceração prolongada, até chegar às barricas de carvalho, em especial para os vinhos tintos, onde ficam de oito a 12 meses antes de irem ao mercado. Chamamos de uma elaboração de precisão para chegarmos ao padrão de qualidade exigido para os vinhos das linhas premium e super premium”, esmiúça o enólogo.

E todo esse cuidado tem resultado em premiações e pontuações expressivas em concursos e publicações mundiais. O vinho ícone da Aurora, o Millésime conquistou 11 medalhas internacionais e já foi reconhecido como o melhor Cabernet Sauvignon brasileiro por revistas especializadas. Outros destaques vêm dos espumantes, com o Gioia Sur Lie e o Extra Brut, ambos com IP Pinto Bandeira, recebendo, respectivamente, 92 e 91 pontos da Guia Descorchados.

 

“São mostras de que, tanto em vinhos tranquilos como espumantes, a Aurora tem se posicionado de uma forma firme entre os produtores que elaboram, sim, grandes volumes, mas que também obtém resultados excelentes em vinhos de maior valor agregado. São rótulos para uma parcela de consumidor que está disposta a uma experiência com vinhos de alta gama”, conclui o enólogo-chefe Flavio Zilio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here