CÂMERAS TÉRMICAS PODEM SER ALIADAS NA IDENTIFICAÇÃO DE POSSÍVEIS CASOS DE COVID19

0
449

Aeroportos, hospitais e grandes redes atacadistas podem se

beneficiar da tecnologia

Atualmente, alguns grandes aeroportos do mundo como Dubai, Moscou, já utilizam câmeras térmicas na identificação de pessoas que possam estar com temperatura corporal acima de 37º e, com isso, possam ser possíveis portadoras da Covid19. Ou seja, passageiros que estejam com febre, um dos sintomas do novo coronavírus. “Com a pandemia, as câmeras térmicas ganharam um destaque, pois elas podem ser aliadas para locais de grande circulação como aeroportos e hospitais. Elas detectam de maneira eficaz e oportuna a temperatura corporal”, diz Marco Paulino, gerente de contas da Veolink.  

As câmeras térmicas são dispositivos que capturam as imagens em frequência infravermelha, gerando imagens coloridas em que cada cor representa uma determinada temperatura. Essas câmeras podem ser utilizadas na medição de temperatura de várias pessoas, ao mesmo tempo. Aqui no Brasil, algumas grandes empresas, como a Vale, implantaram as câmeras térmicas em prevenção contra o coronavírus.

Sendo usada há mais de 60 anos para projetos de construção, atividades industriais e civis, as câmeras termográficas tornaram-se mais ergonômicas com melhor qualidade de imagem e análises mais precisas. “A margem de erro é de 0,5 graus, ou seja, é muito eficaz para a segurança de fábricas, empresas e locais de alta circulação de pessoas, auxiliando na triagem e evitando possível contágio entre as pessoas”, relata Marco Paulino.

Além de buscar a utilização da tecnologia de câmera térmica na prevenção da propagação do COVID-19, podemos aplicá-la em diferentes segmentos: medicina, setor automotivo, defesa, industrial, marítimo, aeroportos, rodovias, cidades inteligentes, geração e distribuição de energia, usinas, dentre outros.

Com as câmeras térmicas, algumas detecções podem ser feitas como aquecimento de componentes elétricos defeituosos; aquecimentos de conexões em circuitos elétricos; fricção em motores ou máquinas; sobrecargas em circuitos; controle de qualidade em processos industriais; detecção de corpo humano em diferentes ambientes e aplicações; prevenção de incêndios; reações químicas; vazamento de gás; eficiência energética; vazamentos térmicos; detecção e estudo de umidades; falhas em isolamento; distribuição das temperaturas da climatização; detecção de lesões por aumento de fluxo sanguíneo; localização de seres vivos e análise de dados de trafego em sistemas inteligentes de transporte.

“Para a comercialização de alguns modelos específicos de câmeras térmicas toda a cadeia de fornecimento do distribuidor, integrador e cliente final, têm a obrigatoriedade de possuírem o Certificado de Registro – CR de Produtos Controlados pelo Exército Brasileiro. E para que esse certificado seja concedido, todas as empresas passam por rigorosas vistorias realizadas por fiscais militares, que verificam como serão aplicadas as câmeras térmicas”, informa Marco Paulino, gerente de contas da Veolink.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here