Pense prega o amor próprio como caminho para ser seguido em novo clipe

0
152

A busca por sua verdade sem se importar com o que pensam é o mote do novo clipe da banda mineira Pense. Um dos principais nomes do novo rock nacional no país, o grupo une diversas pessoas em um grito por amor próprio no vídeo “Eu Não Posso Mais”. A faixa faz parte do último álbum, “Realidade, Vida e Fé”.

Veja o clipe de “Eu Não Posso Mais”:

A busca por sua verdade sem se importar com o que pensam é o mote do novo clipe da banda mineira Pense. Um dos principais nomes do novo rock nacional no país, o grupo une diversas pessoas em um grito por amor próprio no vídeo “Eu Não Posso Mais”. A faixa faz parte do último álbum, “Realidade, Vida e Fé”.

Com mais de 10 anos de estrada, a Pense ficou conhecida por unir o peso do som com mensagens profundas em suas letras. Com três álbuns de estúdio, a banda é formada por Lucas Guerra (vocal), Judá Ramos (baixo), Charles Taylo (bateria), Cristiano Souza (guitarra) e Ítalo Nonato (guitarra). Foi Nonato quem compôs a faixa que ganhou clipe.

“Essa música surgiu depois de levar uns tapas da vida, estava cansado fisicamente e mentalmente, insatisfeito profissionalmente, um acúmulo de coisas. Estava tomando decisões a partir de opiniões dos outros e ignorando o que eu tinha realmente vontade de fazer, deixando de ser quem eu era, para ser bem vindo com as pessoas com quem eu convivia. O clipe surgiu meio que junto com a música. À medida que ia escrevendo, olhava em volta e via várias pessoas em situações similares à minha, amigos próximos, parentes precisando se aceitar, acreditar mais em si mesmo, ter mais autoconfiança”, conta Ítalo.

Essa preocupação marca o álbum “Realidade, Vida e Fé”, lançado no último ano. Nesse trabalho, o grupo reforça suas ideias de abordar questões pessoais, acreditando que a mudança primeiro precisa ser interna, antes de ser externa. Para isso, no vídeo eles reuniram diferentes corpos, raças e sexualidades.

“Demorou tanto para gente chegar no século XXI e conseguir quebrar paradigmas, reafirmar a importância e o direito de se expressar, direito de amar, ser feliz da forma que quiser, independente de opção sexual, ou da sua aparência, ou da quantidade de grana que tem, ou de onde mora. Essa mensagem da música é mais uma afirmação de que se curvar diante do preconceito, e de vários pensamentos ultrapassados como o machismo, homofobia, sexismo não vai nos levar a evolução nenhuma”, reflete Nonato.

O clipe foi dirigido por Alexandre Lima e Fábio Roque. O álbum “Realidade, Vida e Fé” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Veja o clipe: https://youtu.be/4fRjM2ISZ0o

Ouça o álbum: https://spoti.fi/2S7ByAT

  • Audio gravado no Estúdio Guerra ( http://www.estudioguerrabh.com )
  • Mixagem e masterização por Lucas Guerra
  • Arranjo: Italo Nonato
  • Letra e Vocal: Ítalo Nonato
  • Produção musical: Italo Nonato , Lucas Guerra.

Músicos:

  • Bateria – Charles Taylo
  • Baixo – Judá Ramos
  • Guitarra – Cristiano Souza
  • Guitarra/Backing vocals – Ítalo Nonato
  • Voz – Lucas Guerra

Letra:

Qual o sentido de seguir com isso

Arrastando para o que me mata

Pense comigo

Faz tanto tempo que estou perdido

E a vida passa batido e eu sigo insistindo mesmo assim

Preso sem coragem pra admitir

Que errei em aceitar quando não fui aceito

Logo tentei me adaptar

Pra tornar mais fácil o que nunca ia ser

Deixei de me escutar quando tive certeza quis duvidar

Das verdades que eu sempre carreguei

E eu sei

Podem me tirar do chão

Eu não posso mais

Ignorar que eu

Sigo me sabotando ao acordar

Fingindo estar tão bem

Criando falsos motivos pra suportar

Quando eu deveria estar

Bem longe daqui

Opiniões que me prendem aqui

Por bem ou por mal vão ter que cair

Chegou a hora de só escutar o que o coração quer gritar

Começar do zero se for preciso

De cabeça erguida

Se sentir vivo

Protegido contra os julgamentos que virão

Retomando a rota de evolução

Eu sigo em frente

E eu não posso mais

Ignorar que eu

Sigo me sabotando ao acordar

Fingindo estar tão bem

E eu não vou mais renunciar os meus

Verdadeiros motivos pra acordar pra agradar ninguém

Eu faço meu compromisso primeiro comigo

Então vou recomeçar

Bem longe daqui

Com mais de 10 anos de estrada, a Pense ficou conhecida por unir o peso do som com mensagens profundas em suas letras. Com três álbuns de estúdio, a banda é formada por Lucas Guerra (vocal), Judá Ramos (baixo), Charles Taylo (bateria), Cristiano Souza (guitarra) e Ítalo Nonato (guitarra). Foi Nonato quem compôs a faixa que ganhou clipe.

“Essa música surgiu depois de levar uns tapas da vida, estava cansado fisicamente e mentalmente, insatisfeito profissionalmente, um acúmulo de coisas. Estava tomando decisões a partir de opiniões dos outros e ignorando o que eu tinha realmente vontade de fazer, deixando de ser quem eu era, para ser bem vindo com as pessoas com quem eu convivia. O clipe surgiu meio que junto com a música. À medida que ia escrevendo, olhava em volta e via várias pessoas em situações similares à minha, amigos próximos, parentes precisando se aceitar, acreditar mais em si mesmo, ter mais autoconfiança”, conta Ítalo.

Essa preocupação marca o álbum “Realidade, Vida e Fé”, lançado no último ano. Nesse trabalho, o grupo reforça suas ideias de abordar questões pessoais, acreditando que a mudança primeiro precisa ser interna, antes de ser externa. Para isso, no vídeo eles reuniram diferentes corpos, raças e sexualidades.

“Demorou tanto para gente chegar no século XXI e conseguir quebrar paradigmas, reafirmar a importância e o direito de se expressar, direito de amar, ser feliz da forma que quiser, independente de opção sexual, ou da sua aparência, ou da quantidade de grana que tem, ou de onde mora. Essa mensagem da música é mais uma afirmação de que se curvar diante do preconceito, e de vários pensamentos ultrapassados como o machismo, homofobia, sexismo não vai nos levar a evolução nenhuma”, reflete Nonato.

O clipe foi dirigido por Alexandre Lima e Fábio Roque. O álbum “Realidade, Vida e Fé” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Veja o clipe: https://youtu.be/4fRjM2ISZ0o

Ouça o álbum: https://spoti.fi/2S7ByAT

  • Música – Eu não posso mais
  • Disco – Realidade, Vida e Fé
  • Audio gravado no Estúdio Guerra ( http://www.estudioguerrabh.com )
  • Mixagem e masterização por Lucas Guerra
  • Arranjo: Italo Nonato
  • Letra e Vocal: Ítalo Nonato
  • Produção musical: Italo Nonato , Lucas Guerra.

Músicos:

  • Bateria – Charles Taylo
  • Baixo – Judá Ramos
  • Guitarra – Cristiano Souza
  • Guitarra/Backing vocals – Ítalo Nonato
  • Voz – Lucas Guerra

Letra:

Qual o sentido de seguir com isso

Arrastando para o que me mata

Pense comigo

Faz tanto tempo que estou perdido

E a vida passa batido e eu sigo insistindo mesmo assim

Preso sem coragem pra admitir

Que errei em aceitar quando não fui aceito

Logo tentei me adaptar

Pra tornar mais fácil o que nunca ia ser

Deixei de me escutar quando tive certeza quis duvidar

Das verdades que eu sempre carreguei

E eu sei

Podem me tirar do chão

 

Eu não posso mais

Ignorar que eu

Sigo me sabotando ao acordar

Fingindo estar tão bem

Criando falsos motivos pra suportar

Quando eu deveria estar

Bem longe daqui

 

Opiniões que me prendem aqui

Por bem ou por mal vão ter que cair

Chegou a hora de só escutar o que o coração quer gritar

Começar do zero se for preciso

De cabeça erguida

Se sentir vivo

Protegido contra os julgamentos que virão

Retomando a rota de evolução

Eu sigo em frente

 

E eu não posso mais

Ignorar que eu

Sigo me sabotando ao acordar

Fingindo estar tão bem

E eu não vou mais renunciar os meus

Verdadeiros motivos pra acordar pra agradar ninguém

Eu faço meu compromisso primeiro comigo

Então vou recomeçar

Bem longe daqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here