Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

266
0
Compartilhar

O humorista Paulo Silvino morreu aos 78 anos, nesta quinta-feira, em sua casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, vítima de câncer. O anúncio foi feito por seu filho João Paulo Silvino em rede social nesta manhã. “Que Deus te receba de braços abertos, meu pai amado”, escreveu. No ano passado, ele passou por cirurgia para retirada de um tumor no estômago, mas o câncer se espalhou e a família optou pelo tratamento em casa.

Paulo Silvino morreu aos 78 anos, vítima de câncerDivulgação

Trajetória

Filho do comediante Silvério Silvino Neto e da professora e pianista Noêmia Campos Silvino, Paulo Silvino nasceu no Rio de Janeiro, em 1939. Aos 20 anos, usando o nome Silvino Júnior, lançou o LP “Nova Geração em Ritmo de Samba” ao lado de nomes como Altamiro Carrilho, Durval Ferreira e Eumir Deodato.

Em 1966, estreou na TV Globo no programa “Canal 0”, que era uma sátira da programação das emissoras de TV. A partir daí, foi destaque em vários programas da emissora, como “Faça Humor, Não Faça Guerra”, “Satiricom”, “Planeta dos Homens”, “Balança Mas Não Cai”, “Viva o Gordo” e “Brasil Pandeiro”.

Paulo Silvino em cena no ‘Zorra Total’Divulgação

Em 1988, substituiu o Velho Guerreiro e comandou o “Cassino do Chacrinha” várias vezes. Além da Globo, Paulo Silvino também passou pelas extintas TV Tupi, TV Continental, TV Rio e TV Excelsior. No SBT, onde esteve entre 1989 e 1992, atuou na “Praça É Nossa” e na “Escolinha do Golias”.

Passou também pela Record, na “Escolinha do Barulho”, em 1999. De volta à Globo, interpretou vários personagens no “Zorra Total”.

No cinema, participou de “Um Edifício Chamado 200”, “Com a Cama na Cabeça”, “O Rei da Pilantragem”, “Minha Sogra É da Polícia” e “Sherlock de Araque”.

Deixe sua opinião!

LEAVE A REPLY