Neste fim de semana: entrega de materiais do projeto Arquitetura na Periferia em BH

0
53

 

CRH e Arquitetura na Periferia promovem bem-estar social

Parceria fomenta a construção e a reforma de residências em comunidades; mutirão para entrega de materiais será na Comunidade Dandara, em BH

Ser o elo entre o desenvolvimento, a sustentabilidade e a autoestima de mulheres que se capacitam em um novo fazer – o da autoconstrução – e adquirem a independência em reformar a própria casa. Essa é a proposta da CRH como parceira do Arquitetura na Periferia (anp), idealizado pela arquiteta mineira Carina Guedes. Nos dias 21 e 22 de julho, a cooperação entre CRH e anp chegará à Comunidade Dandara, na região da Pampulha. No sábado (21), acontecerá o primeiro mutirão do anp com a participação de uma das líderes globais de materiais de construção. Será oferecido um café da manhã especial, em uma loja de materiais de construção cliente da CRH, para a entrega de kits de ferramentas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Há cinco anos, o anp reúne e capacita mulheres para reformar e construir sua própria casa. Elas colocam a “mão na massa”, com assessoria técnica, cooperação e compartilhamento de informações. A CRH se tornou colaboradora da iniciativa este ano, a partir da doação de cimento, um dos insumos-base da construção civil, e dos kits. Até aqui, a CRH doou o equivalente a 2.400 quilos de cimento.

O cimento fornecido chega às obras do projeto por meio de clientes da CRH (lojas de material de construção), instalados na região da comunidade atendida. O produto é entregue ao lojista, que o repassa ao anp. Dessa maneira, a logística é facilitada e reduz-se o custo de transporte.

Atuação

A CRH entende que o anp está alinhado aos seus valores e princípios, pois a iniciativa está diretamente ligada ao universo da construção e do desenvolvimento social, trazendo a sustentabilidade à reboque. Por isso, a fabricante de cimentos pretende ampliar sua participação no projeto, aumentando o aporte cedido à iniciativa.

O objetivo é aumentar o número de mulheres e famílias impactadas pelo anp, expandindo a atuação do projeto para as regiões onde há plantas da CRH, como Santa Luzia e Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Neste momento, o Arquitetura na Periferia trabalha com mulheres em comunidades das regiões do Barreiro e da Pampulha, em Belo Horizonte. Serão cerca de 60 pessoas beneficiadas com as reformas e construções das casas, levando-se em conta o número de entes que compõem as famílias envolvidas nessa fase do projeto.

Comunidade Dandara

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) iniciou o Plano de Regularização Urbanística (PRU) para os trabalhos de urbanização da Comunidade Dandara. As obras de infraestrutura de água e esgoto estão sendo finalizadas pela Copasa. Em breve, as famílias de Dandara terão suas residências construídas e reformadas com o apoio do anp e da CRH.

A CRH e o Brasil

Com sede na Irlanda e líder global no mercado de materiais de construção, a CRH iniciou suas operações no Brasil no dia 1 de agosto de 2015, com a aquisição de cinco unidades: as fábricas de cimento de Cantagalo, no Rio de Janeiro; Matozinhos e Arcos, em Minas Gerais; e as estações de moagem nas cidades de Arcos e Santa Luzia, também em Minas Gerais. Atua hoje nas regiões Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo), Centro-Oeste (Goiás), Sul (Paraná) e Nordeste (Bahia).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here