Projetos Sociais do Grupo Meninas de Sinhá que fazem a diferença

0
41

O Grupo Meninas de Sinhá, grupo cultural formado exclusivamente por mulheres da terceira idade, com média de 75 anos, que em dezembro completa 22 anos de história. As integrantes são mulheres negras, moradoras da periferia de Belo Horizonte [Alto Vera Cruz], a maioria com pouco ou quase nenhum estudo. Mulheres que, com muita garra, estão fazendo a diferença por onde passam com seus Projetos.

Um deles é o Projeto Balaio de Sinhá: Raiz, Agulha, Rosário e Pião, que tem incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e patrocínio da CEMIG.  É um projeto que leva oficinas e shows para cidades do interior de Minas Gerais.  Já foram contempladas as cidades de Peçanha, Montes Claros, Itabira, Mutum e, finalmente, fecharemos o ano na cidade do Serro.

Nos dias 13 e 14 de novembro o Grupo chega ao município para uma oficina e um show gratuitos, durante a 32a. Festa do Queijo do Serro, evento tradicional do calendário mineiro. No dia 13/11/2018 – Oficina no Museu Casa dos Ottoni – Praça Cristiano Ottoni, 72, às 14h e Show dia 14/11/2018 na Praça João Pinheiro – Centro – às 21h.

O objetivo desse Projeto é enfatizar a figura feminina como guardiã de importantes elementos culturais, seus saberes, histórias, crendices, ensinamentos e costumes familiares.

A oficina Balaio de Sinhá se utiliza de um balaio com vários objetos inspiradores que evocam memórias antigas de vivências em família. Cada participante retira um elemento e relata o motivo que o levou a escolhê-lo, contando sobre suas experiências de vida e lembranças que são compartilhadas por todos, promovendo um ambiente saudoso de tempos que não voltam mais.

O Show Balaio de Sinhá apresentará músicas do cancioneiro popular brasileiro, pesquisadas pelas Meninas de Sinhá, com depoimentos de vida das integrantes. Suas histórias ilustrarão a própria cultura local, dando importância ao saber popular ainda presente em suas memórias.

Num momento em que a valorização das mulheres na sociedade e as dificuldades por que passa o setor cultural em todo o país são temas que estão no centro dos debates, o Grupo, através de seus projetos, vem fazendo a diferença por onde passa, compartilhando experiências e elevando a autoestima dos participantes das oficinas e palestras.

Hoje, o Meninas de Sinhá é referência nacional, quando o assunto é transformação social por meio da cultura.

Outro projeto é o Música que Transforma, com incentivo do Conselho Municipal do Idoso e da Prefeitura de Belo Horizonte, que proporciona, gratuitamente, 18 oficinas direcionadas exclusivamente para o público idoso, sendo realizadas em ILPI’s e Centros de Convivência para a 3a. Idade. E, ainda, com uma intensa agenda semanal em sua sede, no Alto Vera Cruz, as oficinas de bordado, viola, violão, percussão e canto promovem o fortalecimento e interatividade social para aqueles que participam das atividades.

Foto: Raquel Mendes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here