Garis trabalham 24h por dia para limpar sujeira do carnaval em BH

0
1087

Além do trânsito retido em várias partes da cidade, devido à dispersão dos blocos, o carnaval’2016 em Belo Horizonte também tem sido marcado pelo grande acúmulo de lixo nas ruas. Para garantir a limpeza e amenizar tanto lixo largado por ambulantes e foliões, a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) montou um esquema de trabalho 24h na regional Centro-Sul, que concentra a maioria dos desfiles. Os garis trabalham em três turnos, que vão das 6h às 14h, das 14h às 22h e das 22h às 6h. Foram empenhados cerca de 300 profissionais e uma frota de 20 caminhões, entre compactadores e basculantes.

Somente no sábado, as equipes da Gerência Regional de Limpeza Urbana Centro-Sul (Gerlu-CS) recolheram mais de 65 toneladas de resíduos em cerca de 160 bocas de lobo nas regiões da Praça da Estação, Savassi e rua dos Guaicurus, no Centro. Em Santa Tereza, os garis da Gerência Regional de Limpeza Urbana Leste (Gerlu-L) cuidaram de mais de 70 bueiros.

Apesar da sujeira, nos trajetos dos desfiles, os foliões têm à disposição mais de 25 mil cestos fixos, cada um com capacidade para 30 litros de resíduos. Outros 500 contêineres de 240 litros ainda foram instalados para reforçar o descarte correto: 346 na regional Centro-Sul, 30 na Pampulha e 26 na região Noroeste. Conforme a necessidade, os contêineres são remanejados para áreas de maior demanda.

Xixi

Flagrantes de foliões urinando foram feitos pela reportagem da Cenário Minas, que também consultou a Polícia Militar sobre o ato.

Segundo a assessoria de imprensa do órgão, fazer xixi na rua é considerado atentado violento ao pudor. Um crime de menor potencial ofensivo, com pena inferior a dois anos.

LAVAÇÃO COMPLETA

Depois da varrição, alguns pontos de BH também necessitam de uma lavação completa. É aí que entram ema ação três caminhões-pipa. No sábado, os veículos utilizaram quase 70 mil litros de água de reúso e cerca de 30 litros de desinfetante, somente nas regiões Centro-Sul e Pampulha.

Em toda a cidade, entre garis, motoristas, ajudantes, coordenadores e chefias, são mais de mil pessoas cuidando da limpeza.

Fonte Estado de Minas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here