Dicas para a compra certa do imóvel

0
218

  A escolha do imóvel ideal requer cuidados básicos para evitar dor de cabeça

O mundo está passando por uma transformação devido à crise do Coronavírus, muitas atitudes que antes já estavam enraizadas em nossa sociedade, certamente, irão desaparecer. E com tantas mudanças ocorrendo, a escolha do imóvel ideal também passa a ser mais criteriosa. “Essa pandemia trouxe muitas mudanças a todas as pessoas. A procura por um lugar mais amplo, com mais espaço, está se tornando uma forte tendência para o mercado imobiliário”, avalia Adriana Magalhães, diretora da Céu-Lar Netimóveis.

Escolher um imóvel pode parecer ser simples, mas, é cada vez mais difícil tendo em vista tantas particularidades a serem observadas. As pessoas querem conciliar conforto, segurança e, claro, que o imóvel possa ser valorizado com o tempo. Quando uma pessoa escolhe adquirir uma residência é preciso levar em conta vários pontos importantes, como qual o valor do investimento que a pessoa pode fazer, a localização do empreendimento; entre outras observações. “Atualmente, são muitos pontos, pois acredito que estamos entrando em uma nova era, onde a qualidade de vida tem sido mais valorizada. O bem viver e o “ser feliz” são mais valiosos do que o “ter um imóvel de luxo”, por exemplo,” avalia Adriana.

Como o atual momento está bastante propício para a aquisição da casa própria, Adriana Magalhães dá algumas dicas para que a compra seja a mais satisfatória possível.

Valor do Imóvel

A primeira coisa antes de comprar o imóvel é saber qual o valor que deseja investir. Faça a análise de sua renda com a do cônjuge (se houver) e liste os gastos atuais. Existe alguma economia guardada? Se sim, ela poderá ser utilizada como entrada no imóvel. Quanto maior for a entrada, menores serão as prestações. É sempre bom lembrar: o valor tem de estar dentro dos padrões da família para não haver apertos ou riscos de inadimplência. “O ideal é que as prestações não ultrapassem 30% da renda familiar. Assim, a família não sofrerá para pagar o que tanto sonhou”, diz Adriana.

Localização

Qual a sua rotina? Vai precisar de transporte público para chegar ao trabalho? A escola das crianças é perto? Amigos e familiares moram próximo? Há opções de lazer e comércio na redondeza?  Pesquise quais escolas, hospitais, farmácias, mercados, padarias e feiras livres há próximo ao local que pretende morar. Bem, a partir de suas respostas, já saberá que a localização do seu futuro apartamento ou casa precisa estar adequado à sua rotina.

Quantos quartos

Escolher o imóvel pela quantidade de quartos é primordial, afinal, em geral a compra da casa está planejada para moradia de longo prazo. “É importante saber que o imóvel precisa atender as necessidades de todos os moradores, incluindo um possível aumento da família, com o nascimento de filhos, ou para receber visitas e, a partir de agora, a última moda: o quarto ou sala que será destinada ao home-office”, destaca a diretora da Céu-Lar Netimóveis.

Garagem

É bom verificar se há vaga na garagem para seu carro ou moto, caso tenha veículo próprio. Se você é o tipo de pessoa que adora promover reuniões, receber familiares e fazer festas, é bom certificar se o prédio e a rua possuem segurança para estacionamento dos veículos dos seus visitantes.  Garagens com abastecimento para carros elétricos e bicicletários também são tendência. “Estamos vivenciando um recorde de vendas de bicicletas durante a pandemias, os prédios precisam de área para guardá-las e alguns possuem até áreas de oficina para pequenos reparos nas “magrelas””, diz Adriana.

 

Área de lazer

As pessoas têm dado menos importância às áreas gourmets, salões de festas e churrasqueiras existentes no condomínio (quem em geral ficam vazias e geram alto custo de rateio nas contas de condomínio). “Elas têm priorizado varandas, sacadas e cozinhas amplas para atividades e convívio entre familiares e amigos. Mas não abrem mão de um “espaço fitness” e um solário para se exercitarem e tomarem sol”, informa a diretora da Céu-Lar.

Pets

Você tem pet ou quer ter um? Então, certifique-se que o seu futuro condomínio é “pet friendly”: se seus bichanos serão bem-vindos e, o mais importante, que o condomínio autoriza a tê-los ou se você terá de brigar por isso. Muitas construtoras têm reservado um espaço somente para eles com áreas verdes e locais para banhos. Cada vez mais famílias, pessoas que moram sozinhas e os “novos idosos” querem ter um bichinho de estimação!

Pesquisa de satisfação

Antes de fechar o negócio, converse com o síndico, os vizinhos do bairro e moradores do local. Peça a eles os pontos positivos e negativos do empreendimento e da localidade, como barulho, movimentação e segurança. E faça tudo isso junto com seu corretor de imóveis de confiança. “Somente o corretor tem a competência para ser mais do que seu consultor, será seu conselheiro neste que é um dos mais importantes passos da sua vida!”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here