Confiança dos empresários mineiros cai em abril

0
44

Recuo foi de 3,5 pontos entre março e abril

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de Minas Gerais divulgado nesta quinta-feira, 19/04, pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) recuou 3,5 pontos entre março e abril (53,0 pontos), apontando queda da confiança do empresariado.

“A Confiança dos empresários mineiros recuou em abril, com índice de 53,0 pontos. Mas, apesar da queda em relação a março, o ICEI foi o mais elevado para abril nos últimos seis anos, ” comenta a economista do Sistema FIEMG, Annelise Fonseca. Ela ainda completa, “o recuo no ICEI decorreu da piora da percepção dos empresários com relação às condições atuais de negócios e do menor otimismo dos empresários quanto ao desempenho da economia nos próximos seis meses”.

Apesar da retração, o indicador seguiu acima de 50 pontos pelo oitavo mês consecutivo e foi o mais elevado para abril em seis anos. Vale ressaltar que índices superiores a 50 pontos mostram empresários confiantes. O ICEI do Brasil também sinalizou arrefecimento da confiança, com recuo de 2,3 pontos na passagem de março para abril (56,7 pontos). Os dois componentes do ICEI – condições atuais e expectativas – contribuíram para o recuo do indicador. Os índices variam de 0 a 100 pontos, e valores acima de 50 pontos indicam situação melhor e expectativa otimista, respectivamente.

O índice de condições atuais, que avalia a percepção dos empresários com relação à situação atual dos negócios, caiu 2,8 pontos entre março e abril (48,8 pontos). Com a retração, o indicador voltou ao patamar inferior a 50 pontos, o que não ocorria desde outubro de 2017. O índice, contudo, cresceu 4,8 pontos frente a abril do ano passado e foi o melhor para o mês desde 2011 (50,1 pontos).

O indicador de expectativas, que mostra as perspectivas dos empresários para os próximos seis meses, recuou 3,8 pontos na comparação com março e marcou 55,1 pontos em abril. Apesar da queda, o índice mostra otimismo no curto prazo, ainda que menor que o observado em março. O indicador foi o mais elevado para abril desde 2013 (56,2 pontos).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here