Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte apresenta o espetáculo inédito, Dostoiévski-Trip, com estreia em 9 de junho

0
113

Cia Livre e Mundana Companhia se reúnem em Dostoiévski-Trip, com texto de Vladímir Sorókin, expoente da nova dramaturgia russa. Apresentações acontecem de 9 de junho a 9 de julho, sob direção de Cibele Forjaz

 

Sete anos após a estreia da premiada encenação O Idiota – Uma Novela Teatral, a Cia. Livre e a Mundana Companhia se encontram em Dostoiévski-Trip, nova viagem ao universo do escritor russo e ao célebre romance publicado em 1869. Com direção de Cibele Forjaz, o espetáculo chega a Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte (CCBBBH) no sábado (9/6), cumprindo temporada até 09 de julho, sempre de sexta a segunda, às 20h. Já encenado em Moscou e Nova York, Dostoiévski-Trip estreou no Brasil, em outubro do de 2017, no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo e, depois de BH, seguirá para o CCBB de Brasília.

O elenco de Dostoiévski-Trip é composto por atores criadores da Cia. Livre e Mundana Companhia: Aury Porto, Edgar Castro, Guilherme Calzavara, Luah Guimarãez, Lúcia Romano, Marcos Damigo, Sergio Siviero e Vanderlei Bernardino. Esta &eacut e; a primeira montagem brasileira do texto de Vladímir Sorókin – um dos grandes nomes da chamada nova literatura russa. Na peça, um grupo de dependentes aguarda a chegada de um traficante que lhes prometeu trazer uma novidade. Enquanto isso, conversam, discutem (e até mesmo brigam) citando grandes nomes da literatura mundial –  Kafka, Joyce, Simone de Beauvoir, Cervantes, entre outros – e seus supostos efeitos. Este, contudo, não é um encontro amistoso entre amantes das letras, e sim de um grupo de pessoas que mal se conhecem, unidos apenas pela condição de dependentes em busca de novas sensações.

Ávidos pela próxima dose, os personagens são lançados em uma jornada pelo universo de Fiódor Dostoiévski (1821-1881). Em contato com a prosa do romancista russo, os personagens embarcam na trip do título e acabam por protagonizar uma das mais célebres passagens de O Idi ota, na qual seus dilemas filosóficos e existenciais se aprofundam e se potencializam transcendendo para as formas do mundo contemporâneo.

Segundo Cibele Forjaz, a ideia de montar Dostoiévski-Trip surgiu ainda durante as apresentações de O Idiota – Uma Novela Teatral (2010), também dirigido por ela. Apesar de partirem da obra de um mesmo autor, para a diretora, as peças têm estéticas e temáticas bastante distintas. Dostoiévski-Trip é uma espécie de pós-Idiota. Fizemos aquele espetáculo levando muito a sério a narrativa da novela e o seu lado humano e mais sensível. Esta, por sua vez, tem um desencanto pós-moderno. É Dostoiév ski tomado como uma droga que a sociedade contemporânea não pode suportar, pois a sua poesia e sua humanidade não cabem mais nesse mundo, em que as relações sociais estão marcadas pela egotrip, explica a encenadora.


O espetáculo também se beneficia de um traço comum à história recente de ambas as companhias: a pesquisa da obra do alemão Bertolt Brecht, que permeou o processo de criação. Além das leituras, também foram realizadas travessias pela cidade” – uma experiência de toda a equipe pelas ruas de São Paulo que revelou, em uma sociedade viciada em excessos, um resquício de humanidade em meio ao concreto e à carência das populações de rua. Além de contrapor o texto russo com a realidade brasileira, a pesquisa de campo evidenciou a atualidade de Dostoiévski, autor que radiografou a burguesia de sua época e sua obsessão por dinheiro, poder e prestígio.

 

Workshop e bate-papo

Luah Guimarãez, atriz integrante do elenco de  Dostoiévski-Trip,  irá ministrar um workshop de interpretação no sábado (23/6) das 13h às 17h. O evento é voltado para atores, estudantes e pessoas interessadas em artes cênicas.   A atividade será gratuita e as inscrições deverão ser feitas no CCBB BH uma hora antes do início do workshop.

Já no sábado (30/6), a diretora Cibele Forjaz e os atores do elenco participarão de um bate papo com o público. O evento também é gratuito e aberto ao público.

  

Serviço

 

Dostoiévski-Trip, de Vladímir Sorókin

Duração: 90 min / Classificação indicativa: 16 anos

Local: Teatro I – CCBB BH – Praça da Liberdade, 450 – Funcionários – Belo Horizonte (MG) – Capacidade: 264 lugares

Dias: 9 de junho a 9 de julho de 2018 – sexta-feira a segunda-feira

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada)

Clientes Banco do Brasil pagam meia-entrada – Pré-venda exclusiva para clientes do Banco do Brasil:  a 3/06

Início da venda de ingressos para o público em geral: 04/06

Venda de ingressos: bilheteria do teatro / ou www.eventim.com.br

Mais informações: (31) 3431-9400 I (31) 3431-9503

Ouvidoria BB 0800 729 5678
Deficiente auditivo ou de fala 0800 729 0088

Obs: O CCBB BH não tem estacionamento.
Redes sociais CCBB:(twitter)/@ccbb_bh . (facebook)/ccbb.bh . Site: bb.com.br/cultura

 

 

Assessoria de imprensa do espetáculo

Luz Comunicação – www.luzcomunicacao.com.br

Jozane Faleiro – 31 992046367 / 31 35676714- jozane@luzcomunicacao.com.br

Wandra Araújo – 31 999645007 – imprensa@luzcomunicacao.com.br

— 

Wandra Araujo

Luz Comunicação
31 99964-5007

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here