AMEE entrega protocolo ao governo para a retomada de eventos de pequeno porte em MG

0
107

Sandro Ulisses (secretário da AMEE), Rodrigo Marques (presidente da AMEE), Igor Eto (Secretário de Governo do Estado de Minas Gerais), Gustavo Mitre (Deputado Estadual) e Karla Delfim (AMEE) – AMEE/Divulgação.

Após mais de cinco meses impedidos de trabalhar devido a pandemia de Covid-19, profissionais filiados à Associação Mineira de Eventos e Entretenimento se organizaram para elaborar documento que estabelece medidas de proteção à saúde de colaboradores e do público nos eventos; documento foi entregue ao Governo do Estado de Minas Gerais à Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

No momento em que vários setores da economia começam a ser abertos após meses de restrição devido a pandemia de Covid-19, a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento se movimenta para a retomada dos eventos em Minas Gerais. Por isso, na última quarta-feira (26), representantes da entidade estiveram presentes na Secretaria de Governo do Estado de Minas Gerais e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte para protocolar um documento que estabelece o retorno dos eventos com rígidas medidas protetivas à saúde de colaboradores e do público em geral.

O documento cria regras para a realização de vários tipos de eventos, como, casamentos, festas de 15 anos, formaturas, shows, recepções, eventos corporativos e eventos sociais, respeitando sempre o máximo de 40% da capacidade do local em que for realizado, sem ultrapassar o número de 300 pessoas. De acordo com o presidente da AMEE, Rodrigo Marques, foi realizado um estudo criterioso em protocolos e cartilhas já adotadas em várias cidades do país, além da expertise técnica dos profissionais tanto da diretoria da AMEE, bem como de entidades parceiras. “A proposta do protocolo é a retomada de eventos de pequeno porte e, quando o cenário se tornar mais favorável, a volta dos de maior porte. Para que tudo seja realizado com segurança, uma série de medidas foi estabelecida, levando em consideração as melhores práticas em outras localidades que já estão com os eventos autorizados, e uma ampla pesquisa realizada pela equipe da AMEE”, afirma.

A Associação Mineira de Eventos e Entretenimento já teve uma resposta positiva. O Governo do Estado de Minas Gerais, que recebeu o documento por meio do seu Secretário Igor Eto, após agendamento realizado pelo Deputado Gustavo Mitre (PSC), já apreciou o documento e agendou uma reunião com os representantes da entidade. “A nossa expectativa é incluir os eventos no Programa Minas Consciente para a retomada imediata das iniciativas de pequeno porte. É possível realizar os eventos de forma legal, segura e responsável, respeitando todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde”, diz Rodrigo Marques.

O presidente da AMEE destaca a importância da área para o país. “Um setor que representa quase 5% do PIB brasileiro se mostra um grande impulsionador da nossa economia se considerarmos que quando um evento acontece impacta uma grande rede de serviços de variados tipos como locação de espaços e equipamentos, transporte, hotelaria, restaurantes e outros. Mas nós da AMEE sabemos que o momento ainda inspira muita cautela e o cuidado com o ser humano é o nosso valor principal. Dessa forma, esse protocolo além de ser um documento instrutivo é uma declaração de apoio, de compromisso e de diálogo aberto com o Poder Público. E juntos buscarmos um equilíbrio entre questões econômicas, como geração de emprego e renda, e de saúde pública que é o dever de todos nessa luta contra a pandemia”, finaliza Rodrigo Marques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here